PesquisaMorte:

ArquivoMorte

FeedMorte

CadastroMorte

Cadastre seu e-mail aqui:

Delivered by FeedBurner

domingo, 17 de abril de 2016

AnáliseMorte: Super Smash Bros. Melee - O máximo que posso explicar sobre SSBM!

E comecemos a análise.

Super Smash Bros. Melee!


Antes de prosseguir, recomendo que leia a "AnáliseMorte: Super Smash Bros." Nela eu introduzi o universo dos SSB, falei de toda a parte técnica e coisas que, se repetem ao longo da franquia. Eu evitarei repetir o que já falei nessa primeira análise, por isso peço pra que leia-a. Lembre-se que sempre rolam teorias e muito spoiler...

Boa leitura.

Bem, "SSMB" é o segundo jogo da franquia crossover de luta "Super Smash Bros.", lançado exclusivamente pra Game Cube. Ele trouxe muitas novidades, mas em jogabilidade não mudou praticamente em nada. 



O esquema continua o mesmo, onde a batalha em porcentagem de dano pra ver quem sai do mapa e não consegue retornar primeiro é o foco principal de praticamente todos os jogos. Digo "todos os jogos" pois uma das novidades do Melee (Corpo-a-Corpo) são suas diferentes tipos de "campanhas".


Em personagens, temos a maioria dos que apareceram no primeiro jogo de volta, mas também há uma quantidade maior de personagens destraváveis e novos. Alias, 2 dos 4 personagens destraváveis do primeiro jogo já fazem parte da grade principal no Melee: Ness e Capitão Falcon.




Bem, em enredo, temos tecnicamente 3 fragmentos. Sim, apesar de todos eles formarem parte de um único enredo em geral, são três partes da história, contadas por cada uma das três formas principais de jogo. Isso se não considerar o jogo Multiplayer e demais, alias, considerando essa outra característica, podemos dizer que são 4 framentos.

Esse jogo ficou ridiculamente maior em comparação ao anterior, mas permanece muito divertido.




Bem, as 4 (principais) formas de jogo são:

Clássica




O formato clássico segue o padrão do primeiro jogo, onde o jogador escolhe seu personagem e passa por uma sequência de batalhas até chegar ao chefão: Master Hand (A Mão).



No primeiro jogo, a história era contada apenas dessa forma, e apesar de não ser algo tão grande, era interessante pois se tratava de uma criança brincando e a perspectiva dos brinquedos na imaginação dela. Pois bem, aqui a forma clássica não foge disso, e segue a mesma fórmula: Luta > Luta > Puzzle (Bônus) > Luta > Luta > Puzzle (Bônus) > Luta > Luta > Corrida até o Fim (Bônus) > Batalha Contra o um Metal alguma coisa (qualquer personagem do jogo, aleatoriamente, menos o Mario) > Master Hand. Tudo nessa linha mapeada.



As Lutas antes da parte final são praticamente aleatórias, onde pode surgir qualquer personagem como oponente, em sua respectiva fase, e caso o jogador tenha liberado um dos extras, ele pode aparecer também. Mas, jamais são repetidos na mesma campanha (no máximo, como Aliado). Alias, esse formato é single player, mas as vezes surgem aliados do jogador e/ou da CPU, que servem pra equilibrar apenas (geralmente o oponente vem com Aliados ou na forma Gigante).


Apesar de não aparecer no nome, o locutor anuncia o "Gigante Mario", bem como faz com qualquer outra versão Gigante que surja.
Apesar de seguir a ideia do primeiro jogo, a história não é totalmente contada na versão Clássica, apenas uma parte dela: A brincadeira de luta até alcançar o chefão todo poderoso. Só que, essa parte da história apenas revela que a criança permanece brincando, da mesma forma de antes... mas ela não se limita apenas a "lutinhas".



Alias, existe um segredo no modo Clássico, onde caso o jogador chegue até a Master Hand, na dificuldade Normal ou maior, em menos de 18 minutos, sem perder nenhuma vez (nem mesmo as vidas) e fazer a Master Hand chegar a menos de 150 de HP, a irmã dela aparece, a Crazy Hand (A Mão Esquerda).



Na luta contra a Master Hand, caso o jogador perca alguma vida antes dela ter o HP reduzido a menos de 150, não tem problema desde que não tenha perdido vidas até chegar nela. Alias, tanto a Master Hand quanto a Crazy Hand são as únicas inimigas que não tem a vitalidade calculada em %. Elas não podem ser jogadas pra longe da tela, já que elas são parte da tela, então elas são as únicas criaturas com HP. Isso ocorre no jogo anterior, porém só tem a Master Hand nele.



Outra coisa é que, caso dê Game Over, ao voltar a Crazy Hand não aparecerá novamente. Tem que ser numa tacada só, o que realmente dificulta muito encontrar e derrotar as irmãs mãos.



É bem complicado fazer ela aparecer dessa forma, e há uma outra maneira de invoca-la, que é através dos "Eventos". Bem, eu custei pra conseguir, demorou muito, mas eu cheguei até ela no Clássico, apesar de não ter conseguido derrota-la, mas a frustração de encontrar o "verdadeiro chefão" não se aplica apenas ao modo Clássico.

Aventura




A nova forma, e também a principal, conta boa parte da história e trata-se de uma campanha num formato Aventura, com direito a fases inteiras entre algumas das batalhas. O Gênero de SSBM é Luta, porém no formato Aventura fica parecendo um crossover de jogos no estilo "Luta de Rua", onde o jogador controla seu personagem atravessando fases e descendo o murro na cara de todos os inimigos. O que muda, é que as fases são temáticas de cada personagem principal do jogo, e isso traz inclusive monstros e criaturas próprias de alguns jogos.


Nesse formato, já há uma sequência de acontecimentos fixos, então irei contar a história, com meu personagem favorito: Kirby!!!!

Mushroom Kingdom




Tudo começa com um passeio por um dos mapas do Mario, onde vários Koopas e Goombas servem de obstáculo, além das plataformas, abismos e blocos característicos do universo de Mario.




Na reta final, surge um bando de Yoshis atacando enlouquecidamente, enquanto um cabeça de cogumelo (Um dos personagens do reino da Princesa Peach) fica correndo de um lado pro outro. 

Obs.: Ao fundo é possível ver alguns buracos de Golf, o que sugere que a fase seja uma referência aos campos de golf de Super Mario Golf.
Derrotando os Yoshis, é só chegar no final do mapa e é fim de fase.


Nas fases alguns itens e até troféus aparecem aleatoriamente, o que facilita/dificulta dependendo do item. O Clássico Martelo Frenético de Mario Vs Donkey Kong é quase como uma marca registrada de SSB.
Com isso, surge uma luta  no castelo da princesa Peach, contra ela e Mario. Vencendo eles, parte-se pra próxima fase.

Eu adoro o Kirby nos SSB's, pois em todos, seus movimentos são praticamente os mesmos, mas o melhor é a capacidade dele virar pedra, diferentes pedras aleatórias de jogos diferentes, que deixam ele invulnerável a qualquer tipo de ataque por alguns segundos, alem de causar dano no impacto da queda a qualquer um que seja esmagado.
Uma curiosidade irada é que um dos personagens é liberado por causa dessa parte da aventura: Na primeira fase, se chegar na reta final com o número 2 na casa dos segundos (exemplo: 03:12:56), assim que começar a batalha contra Peach e Mario, Luigi pisa na cabeça de Mario e joga ele pra fora do ringue, tomando seu lugar. 



Luigi é o personagem secreto, que após derrotado nessa batalha, reaparece no final do jogo para um desafio e caso ele seja derrotado outra vez, ele é destravado. 




Do mundo de Mario o jogador vai direto pro mundo do Donkey Kong.


Kongo Jungle




Na selva do eterno gorila raper, surgem apenas batalhas, uma conta duas versões menores do DK...


E uma contra ele grandão em um segundo mapa, noturno.




Posteriormente falo melhor dos personagens quando for descrevê-los, e também falarei um pouco das telas.


Underground Maze




Saindo do mundo de DK, surge o mundo de "The Legend of Zelda", onde o jogador precisa buscar pelo simbolo da Triforce, escondido aleatoriamente em um mapa/labirinto lotado de criaturas do universo Zelda (Gibdos, Like-Likes e alguns Octoroks).


Em salas espalhadas, há Espadas Mestras fincadas no chão ou o Simbolo da Triforce, caso o jogador entre numa sala com uma Espada Mestra, a imagem de Link surge e uma luta é obrigatória. Com tempo em contagem regressiva, é preciso correr pra achar a sala certa com o Simbolo da Triforce.


Meu irmão descobriu que da pra pular as salas, só literalmente pulando elas sem tocar no chão, assim, não é obrigado lutar, e da pra achar a Triforce mais rápido.

Meu irmão me ajudou a liberar os vários personagens terminando o jogo várias e várias vezes. Ele jogou de Young Link em algumas.
Vencendo essa fase, uma luta contra Zelda começa diante as ruínas do castelo de Hyrule. 


Ela usa sua forma secreta de Sheik (depois falo disso) ou a dela, servindo como dois personagens (mas com a mesma barra de energia/porcentagem). Vencendo ela, a próxima fase surge.


Brinstar


Do castelo direto pro espaço, o próximo estágio é em uma base estelar do universo de Metroid. Samus aparece, toda equipada e pronta pra luta. Em uma fase semelhante a do jogo anterior, a batalha se inicia.


Assim que Samus é derrotada, tudo começa a explodir em contagem regressiva, forçando uma fuga muito parecida com o inicio (e final) do jogo "Super Metroid"...




Onde é preciso sair pulando em plataformas suspensas até chegar ao teletransportador pra nave de Samus.




Chegando no topo, o planeta explode e a nave vai direto pro planeta de Kirby!!!




Green Greens




No mundo de Kirby, batalhas contra vários e vários Kirbys com poderes diferentes ocorrem. Kirby é uma bolinha rosa que pode se transformar e até sugar o poder de seus oponentes. Como no primeiro jogo, ele pode engolir os outros personagens e ganhar um visual espelhado neles, além de habilidades deles. De cara, um único Kirby surge...

Ele aparece amarelo porque eu escolhi o Kirby na cor original pra jogar.
Depois de derrotado, um monte de Kirbys transformados aparecem, mas assim que eles saem voando...


Um grande Kirby, um gigante, aparece pra enfrentar o vencedor. Na real esse Big Kirby só aparece se os anteriores forem derrotados rápido de mais.


Derrotando Kirby, uma carona é pega na nave do Star Fox...

Corneria




Fox não curte nenhum pouco o clandestino, e sai pra "enfrenta-lo". Na real o infeliz fica fugindo, como se estivesse tentando vencer pelo tempo esgotado. Isso é muito chato, pois correr atras dele na nave além de gastar muito tempo, cansa.




Após derrotar a raposa astronauta fujona, os amigos dela chegam atirando com tudo.




Mas, eles mais atrapalham do que ajudam, e o clandestino toma controle da nave.




Se o jogador já tiver liberado o Falco, um personagem de Star Fox secreto, há chances dele aparecer na luta em cima da nave.
Pokémon Stadium




Daí a nave chega até um planeta e desembarca bem no meio de um Estágio Pokémon lotado de Pikachus Personalizados.




A luta não demora quase nada porque eles não são tão complicados (nesse estilo de luta... explico depois)... E se o jogador tiver liberado os outros pokémons jogáveis (Jigglypuff e Pichu) há chance deles aparecerem no meio dos Pikachus.


F-Zero Grand Prix




A batalha segue do estágio pra uma pista de corrida espacial... só que parar numa pista de corrida é bem diferente de num estágio de luta, e é preciso correr feito louco... 


Principalmente quando ta rolando corrida de carros espaciais. É preciso desviar pra não ser atropelado.


Depois de correr até a linha de chegada, o Capitão Falcon, o piloto todo vitorioso da corrida F-Zero, surge e começa a lutar, bem no meio da pista mesmo.



Mas ele é derrotado, visto que a pista ainda tava cheia de carros e a plataforma da batalha se desloca o tempo todo, dificultando bastante pra vitória de Falcon e facilitando pro jogador.


Onett



Na terra de Ness, uma intensa batalha contra vários Ness's acontece.



Se no jogo anterior um Ness já era problema, imagine três ao mesmo tempo. Porém eles uma hora ou outra são atropelados e morrem (eta que violência). Tem também uns bichinhos narigudos muito chatos que eles ficam jogando de um lado pro outro (os Mr. Saturn, criaturas originais de Eartbound, o jogo de Ness). 




Então, de uma cidade onde alienígenas se tornam comuns, a aventura parte pras montanhas nevadas...


Icicle Mountain




Em uma missão muito interessante de subir plataformas enquanto a tela inteira desce, vamos direto para o topo.



Daí aparecem os personagens de Ice Climbers, em dois pares, enchendo a paciência com seus ataques sincronizados e eterna parceria... a menos que todos eles sejam arremessado pra fora da tela.




Battlefield




Do topo da montanha nevada de Ice Climbers, surge o "Campo de Batalha". Nele, figuras masculinas e femininas rosas surgem aos montes.


Essas figuras são interessantes, pois não são personagens de nenhum outro jogo, são totalmente originais de Super Smash Bros Melee, e funcionam como uma evolução dos Personagens Rosas do primeiro Super Smash Bros, mas diferente das Formas Poligonais baseadas nos diferentes personagens do primeiro jogo... 

Imagem do Super Smash Bros. de 64, o primeiro.
Aqui surgem apenas duas únicas criaturas, em estágio inicial de Modelagem Tridimensional, baseadas em formas Femininas e Masculinas adultas com direito até a órgãos e esqueleto (São chamados Wire Frames). A ideia por trás deles entretanto, muda um pouco com relação a primeira e anterior forma. Falarei melhor disso mais pra frente.




Depois de derrotar todos, surge ele: Metal Mario.




Como no jogo anterior, ele é pesado, porém ele se move muito mais e comete menos suicídios.



Caso o jogador tenha liberado o Luigi (já tenha inclusive lutado contra ele e vencido após ter salvo) o Metal Luigi aparece junto do Metal Mario... apelativo não?




Mas depois de vencê-lo(s), o verdadeiro boss aparece...

Final Destination


O chefe final do modo Aventura não é o Master Hand, mas sim o Bowser, o vilão do universo Mario.



Ele aparece um pouco maior do que o convencional, mas é só o Bowser.



O pior é que ele não é exatamente o último boss, pois se o jogador conseguir chegar até ele, na dificuldade Normal ou maior, em 18 minutos no máximo, Bowser volta após sua derrota, é eletrocutado e se transforma no Giga Bowser, uma versão ainda maior e extremamente satânica, com direito a chifrões e muita maldade saindo pelos olhos.


Eu infelizmente não consegui essa proeza (ainda), mas talvez continue tentando... Sei como o Giga Bowser surge porque precisei pesquisar, do contrário jamais descobriria. Ele também aparece em um outro formato do jogo, o "Eventos", como um dos vários chefões finais.



Sobre a forma dele ser liberado, é um tanto quanto exigente de mais. Eu percebi que tinha algo estranho ao terminar o jogo pois logo após derrotar Bowser o personagem comemora, mas a trilha sonora é num estilo meio fúnebre e macabro, o que não combina com o visual animado e vitorioso.




Dai logo em seguida o personagem cai e cai, se transformando em um boneco e por fim, pousa em uma mesa.



Esse final é estranho e faltava algo. De fato, o Giga Bowser aparece e só depois de derrota-lo que o personagem cai na mesa.



Isso não faz tanta diferença no enredo, mas o mistério deixa dúvidas onde na ausência da Master Hand, imaginei que ela surgiria depois do Bowser no modo Hard ou Very Hard, mas não, quem aparece é o Giga Bowser e ele só é o boneco do Bowser um pouco mais "tunado". Ah, todos os personagens que apareceram são bonecos, bonecos estes usados em uma aventura imaginada pela criança que aparece apenas 1 vez, diretamente, nesse jogo:




A mão real da criança é vista segurando o boneco do Mario e arremessando ele, tal qual ganha vida, bem na introdução do jogo, onde todos os demais personagens básicos são apresentados.



Depois disso, a criança só aparece como a Master Hand, bem como no jogo anterior. Logo, essa viagem maluca entre reinos e planetas, é só uma criança bolando uma história com seus brinquedos e sua imaginação. Porém, diferente do primeiro jogo, agora a criança tem muito mais bonecos, e tem uma imaginação bem mais fértil.

Eventos




Bem, a última forma de contar a história (diretamente) é através dos Eventos. 


São no total 51 Eventos, mas inicialmente apenas 10 ficam abertos. Tem uma série de frescuras e requisitos pra que os eventos sejam liberados, onde inicialmente só é preciso terminar os 10 primeiros pra liberar os próximos 10, mas depois é preciso liberar personagens secretos jogando os outros tipos de campanhas, pra que assim os brinquedos estejam disponíveis pros próximos eventos.



Basicamente, cada evento é uma brincadeira diferente, uma brincadeira rápida com os bonecos disponíveis. Há constantes referências aos diferentes personagens e seus respectivos universos, e conforme novos personagens são liberados, mais brincadeiras interligadas com seus universos surgem. Simples não?!

Falar de cada um dos eventos é um trabalho longo, mas é muito importante, já que cada um deles traz consigo um fragmento do enredo de SSBM, então aqui vão os 51 Eventos... aproveitando irei falar dos personagens, e seus mapas, universos, referências... tudo. É aqui que a análise realmente está!

Evento 01 - Trouble King


O primeiro evento é uma luta clássica entre Mario e Bowser. O jogador é obrigado a usar o Mario para derrotar seu arque-inimigo Bowser. O nome da brincadeira é "Rei Problema" pois Bowser é o Rei dos Koopas (tartarugas do mal), e "problema" é praticamente seu nome do meio.

Evento 02 - Lord of the Jungle


O segundo evento é uma luta de Donkey Kong vs Donkey Kong, numa disputa pra ver quem manda na selva (motivo do nome "Senhor da Selva"). A desvantagem do jogador, que é obrigado a usar Donkey Kong, é que o inimigo vem na versão Gigante enquanto o jogador fica com a versão normal.

Evento 03 - Bomb-fest

Uma das bombas que aparecem é o pokémon Electrode, que se parece com uma pokébola e tem uma habilidade chamada "Auto Destruição"
Essa brincadeira é rápida, o jogador pode escolher quem quiser. Consiste em lutar em cima do castelo da Peach, com muitas e muitas bombas por toda parte. Quem explodir e voar pra longe primeiro perde.

Evento 04 - Dino-wrangling


A quarta brincadeira é uma luta contra um Yoshi gigante. Essa batalha ocorre no mapa do jogo solo de Yoshi (Yoshi's Story) e ele é realmente enorme. O jogador é livre pra escolher quem quiser pra lutar contra o grande dinossauro verde.

Evento 05 - Spare Change



Essa é uma batalha em que Ness enfrenta Capitão Falcon em Onett. Diferente do padrão, a vitória ou derrota não é definida por % nem HP, mas sim por Moedas. Aquele que conseguir 200 Moedas primeiro vence e caso o Tempo acabe, o jogador perde. As moedas caem conforme a porrada come solta.



Ness é um personagem secreto do jogo anterior, vindo direto de "Earthbound (Mother 2)". Falei um pouco dele (o que eu sabia) na analise anterior, e o que tenho a acrescentar é só uma curiosidade bobinha:



Dentre os muitos personagens que aparecem, há poucos do universo de "Earthbound" em SSBM. Porém, há algumas referências bem rápidas a eles. Primeiro, na intro do jogo, tem uma cena que Ness sai de um portal, correndo, e passa por dois caras de paletó e chapéu. Esses caras fazem parte do jogo do Ness, e são personagens de destaque.



Em "Earthbound", eles fazem parte de uma banda chamada "Runaway Five (Cinco Fugitivos)", a qual Ness ajuda, quitando dívidas que eles teriam feito (usando dinheiro que ele conquista no jogo).




Um dos pagamentos é feito para o proprietário do "Chaos Theater" onde o grupo de jazz iria se apresentar.



Ness paga em nome deles e posteriormente recebe algumas ajudas em retribuição. Bem, a ideia das Moedas Caindo nesse Evento parecem ser uma referência ao trabalho de Ness em prol da "Runaway Five", apesar deles nem aparecerem na história do jogo.




Além disso, se o jogo for pausado nessa mesma fase, bem no canto direito, ao girar a câmera, é possível ver uma placa com os dizeres: "Cuidado! Uma van negra dirigida por este cara foi vista correndo muito rápido nesta cidade. Fique atento!" O cara da foto é ninguém menos que um dos Irmãos Tonzura, vocalistas da "Runaway Five", que são justamente os caras que aparecem na intro.


Outra breve suposta referência ao grupo é o fato do oponente de Ness nessa brincadeira ser justamente o personagem mais Rápido de SSBM: Capitão Falcon, pertencente ao universo de um jogo de corrida chamado F-Zero. Runaway... corridas... bem suspeito não?! Além de tudo isso, tem o fato de também nessa bendita fase, o maior desafio serem os carros desgovernados que surgem aleatoriamente. Apesar de não serem Vans Pretas, é uma referência plausível.

Evento 06 - Kirbys on Parade


Num mapa novo de Kirby, Kirby é obrigado a enfrentar Mini-Kirbys. É muito Kirby! São 3 Mini-Kirbys, cada um com duas vidas. O jogador pode escolher quem quiser pra lutar, mas eu escolhi o Kirby! Por isso tanto Kirby... 


O Mapa Novo é baseado na "Fountain of Dreams" que apareceu pela primeira vez em "Kirby's Adventure".

Evento 07 - Pokémon Battle



Numa verdadeira batalha pokémon, o jogador pode escolher quem lutará, sendo seu oponente o Pikachu. Várias Pokébolas caem do céu na arena e aquele que sacar a pokébola primeiro vence. Pikachu não recebe nenhum dano do jogador, apenas por Pokébolas, apesar dele não ser "Aliado".

Chicorita invocada de uma Pokébola em SSBM
Esse é um dos mapas interessantes, pra explicar uma característica de SSBM que é bem diferente do SSB. Como no jogo anterior, há pokébolas como itens que podem aparecer ao longo do jogo. Elas invocam um pokémon aleatório, tal qual realiza uma ação fixa e dá no pé.


Pikachu enlouquecido jogando todas as Pokébolas que encontra em SSBM.
A questão é que, no jogo anterior, os Pokémons invocados eram apenas Figurinhas enquanto aqui, são Brinquedos. 

Charmander saindo do elevador no mapa do SSB. Era uma das formas dos Pokémons Figurinhas aparecerem.
Como mencionei na analise anterior, crianças sempre improvisam na falta de algum brinquedo, e vale qualquer coisa pra dar mais vida à imaginação. Pois bem, os pokémons que apareciam, além do Pikachu e Jigglypuff, eram totalmente unidimensionais. Essa diferença atribui-se ao fato dos demais pokémons serem desenhos ou figurinhas de pokémons que faziam participação especial na história. Uma participação rápida e bem passageira. 

Clefairy no SSB, invocado de uma Pokébola.
Mas agora, os Pokémons são tridimensionais, tão bem modelados quanto os pokémons jogáveis (Pikachu, Jigglypuff, Pichu e Mewtwo).


Tirar Chancey nessa batalha é sorte grande, pois ela invoca vários ovos que podem soltar itens aleatórios, porém nesse evento, só saem Pokébolas!
Todos os Pokémons agora são brinquedos, o que significa que a criança aumentou bastante sua coleção de bonequinhos de ação, mas como não era possível (nem justo) por todos os Pokémons na aventura, a criança decidiu manter as participações especiais, mesmo que agora ela usasse brinquedos de verdade, não mais meras figurinhas. Mais pra frente haverá uma batalha com muito mais pokémons, daí coloco mais fotos.

Evento 08 - Hot Date on Brinstar


Uma batalha simples naquela mesma base do modo Aventura, contra Samus. O jogador pode escolher quem quiser, e eu como sempre, escolhi Kirby!



Essa fase é uma representação de mapas do Super Metroid com lava e ácido subindo e descendo o tempo todo. Mas a principal referência é ao status dos personagens: Nesse Evento, todos começam acima de 100% de dano. Isso é uma referência ao esquema da "temperatura" onde em Super Metroid, Samus superaquece quando entra em lava ou ácido, e perde HP por segundo. Ela pode andar de boa embaixo desses elementos, porém ela vai perdendo HP.

Evento 09 - Hide 'n' Sheik


Duas princesas Zeldas aparecem, num mapa baseado em Zelda Majora's Mask (o que é irônico visto que esse é um dos poucos Zeldas em que a Princesa Zelda não aparece diretamente). Mas, elas só podem ser definitivamente derrotadas na forma Sheik. 



A personagem Zelda pode se transformar em Sheik. Nesse Evento, se Zelda for empurrada pra fora do mapa na forma de Zelda, ela retorna com a porcentagem zerada, como se tivesse outras vidas. Ela só perde se cair pra fora da tela como Sheik.


Sheik é um disfarce que Zelda usa em "Zelda Ocarina of Time", onde ela fica parecendo um homem ninja, que auxilia Link em sua forma adulta. Sheik só revela sua identidade no final de OoT.


Em SSBM, a princesa Zelda (que passou a ser jogável a partir de SSBM) tem habilidades mágicas e principalmente, a capacidade de se transformar em Sheik no meio da luta, liberando habilidades únicas do próprio Sheik, como esquivas ninja e arremesso de kunais, são dois personagens em um.

Evento 10 - All-Star Match 1

Essa é tecnicamente a fase dos "chefões". Com apenas 2 vidas e uma porcentagem que se mantem de batalha pra batalha, o personagem que o jogador escolher precisa derrotar 5 estrelas da Nintendo, relacionadas ao universo do mascote da Nintendo, o Mario. A primeira luta é inclusive contra ele, numa fase nova baseada em "Super Mario World"


Depois o personagem é teletransportado pro próximo cenário, pra enfrentar Donkey Kong, relacionado com Mario por conta do primeiro jogo me que Mario apareceu, justamente o Donkey Kong, porém, esse DK vem de "Donkey Kong Country" e ele é neto do DK que Mario enfrentou no jogo clássico. Alias, nesse mapa, é possível ver a silhueta do avô de DK, Cranky Kong, dentro da casa, andando de um lado pro outro. Talvez a principal ligação com as demais Estrelas do desafio seja o próprio mapa, não o DK.


Em seguida vem Yoshi em seu mapa característico de "Yoshi's Story". Lembrando que a porcentagem e quantidade de vidas da batalha anterior se mantém na próxima.


Após o Yoshi, surge Peach, em cima de seu Castelo vindo diretamente de "Super Mario 64". Peach é uma nova personagem jogável, tal qual tem habilidades "leves" como flutuar em pleno ar (por causa de seu vestido) ou descer bem devagar com seu Guarda-Chuva. Ela também bate com diferentes armas aleatórias como Frigideiras, Tacos de Golf e Guarda-Chuvas, todos referências a outros jogos em que Peach é jogável ("Super Mario Golf" e "Super Mario RPG" por exemplo.)


Após vencer a Peach, surge o último chefe: Bowser. No caso, a fase dele começa em cima de um Barco Voador e depois vai pra várias plataformas suspensas no ar. Bowser é o eterno antagonista de Mario e na maioria dos jogos é o vilão. Por incrível que pareça, ele é jogável em SSBM, pelo menos na sua versão normal.




A fase é uma referência "Rainbow Raide" de Super Mario 64, onde depois que o barco cai, um monte de tapetes mágicos e plataformas aparecem.


Fim da 1° dezena de brincadeiras!!!

Daí os próximos eventos ficam liberados.

Evento 11 - King of the Mountain



Essa é a fase de subir as montanhas dos Ice Climbers. Basicamente, é só se manter no centro da Tela, pois se subir de mais morre, se descer de mais morre. E ainda tem dois pares de Ice Climbers pra atrapalhar, como de costume. Além disso tem a questão do Tempo... o que torna tudo ainda mais complicado.




Os Ice Climbers vem de um jogo de mesmo nome, onde são uma dupla de personagens com Martelos (Popo e Nana) que juntos, escalam montanhas em busca de ervas e legumes sequestrados por um Pássaro Malvadão. Bem simples não? Nele, é necessário subir os diferentes andares/níveis das montanhas, destruindo os "blocos" e abrindo caminho na marretada, evitando também algumas criaturas que aparecem. É possível jogar em Coop, onde um jogador controla Popo e o outro a Nana. No caso de um jogo Single, Popo é o protagonista.


O jogo em si é antigão, mas foi trazido de volta em SSBM, onde os Ice Climbers se destacam por serem os únicos personagens "Dupla" do jogo. Enquanto Zelda vira Sheik, os Ice Climbers são dois personagens controlados ao mesmo tempo. Porém, a prioridade dos controles (e vidas) é dada ao Popo (azul), sendo Nana (rosa) apenas um complemento do personagem. 

Nas fases bônus, a dos Ice Climbers é bem personalizada e até lembra o jogo deles.
Caso jogada pra longe, se Popo permanecer em terra firme, ele continua no jogo, sozinho mesmo, mas se ele voar longe e Nana não, é game over.




Alias, ao finalizar o jogo no modo Aventura, todos os personagens viram bonecos, mas o dos Ice Climbers é bem mais simples, todo pixelado.




O Evento deles não difere das demais vezes que os Ice Climbers dão as caras, e o objetivo é mostrar o Rei da Montanha, razão pelo nome do Evento 11.

Evento 12 - Seconds, Anyone?




É preciso derrotar Falcon antes de 7 segundos. Simples não? Você pode escolher o personagem e tanto o Capitão Falcon quanto o jogador já começa com 100% de dano, sendo necessário só um empurrãozinho pra voar longe. A fase também, sendo a pista de F-Zero, facilita a vitória (ou derrota).

Evento 13 - Yoshi's Egg




A brincadeira é simples: Em uma luta contra Pikachu, Fox e Donkey Kong, o jogador controlando Yoshi precisa proteger o Ovo dele, durante 1 minuto, até contagem do Tempo chegar a zero. É muito ódio no coração desses animais...

Evento 14 - Trophy Tussle 1




Essa é uma batalha por um Troféu, em cima do personagem que o Troféu representa. Essa brincadeira é uma luta em cima de um Boneco grande, entre os demais bonecos, em busca da recompensa: O próprio boneco.




Doidera eu sei, mas tecnicamente, essa brincadeira consiste em lutar em cima de um personagem para no final, o vencedor ganhar um Troféu característico desse personagem. Existem 3 desafios assim, o primeiro é em cima de um Goomba. 


Ao vencer a batalha, o jogador ganha um Troféu miniatura do Goomba. Os troféus são bonecos, mas não são jogáveis, apenas enfeites (e a criança os usa nos cenários ou como recompensas, representando troféus!)

Evento 15 - Girl Power



Nessa brincadeira, como o nome sugere, o jogador enfrenta somente garotas: Peach, Zelda e Samus.




Não há segredo, é só lutar contra as mulheres com um personagem a sua escolha e vencer antes do tempo acabar. Eu sempre escolho o Kirby... mas até onde eu sei ele é homem... eu acho...

Evento 16 - Kirby's Air-raid




Falando do diabo, a próxima brincadeira consiste em um monte de Kirbys em cima da nave do Star Fox, todos andando de um lado pro outro. O jogador, controlando o único Kirby rosa, precisa pegar uma das várias Star Warp (estrelas que causam uma grande explosão) e acabar com os Kirbys antes do tempo zerar. 




As Star Warp é um item do universo de Kirby que permite que ele voe rapidamente pros diferentes mapas. Aqui, ela é um grande e mortal artifício pra explodir geral!



Evento 17 - Bounty Hunters




Essa é uma brincadeira meio sacana. É uma caçada! Na real, é você e Falcon contra Bowser. Você controla Samus e precisa derrotar Bowser, mas só Samus que deve conseguir a recompensa então é preciso derrubar Falcon antes, mas os golpes desferidos contra Falcon de Samus não causam efeito algum, pois ele é considerado "Aliado", enquanto Falcon só ataca Bowser freneticamente, e Bowser ataca Samus. 


Então, é preciso dar um jeito de Bowser atingir Falcon, derrota-lo, e depois derrotar Bowser pra pegar o Prêmio da Caça de Recompensas sozinho. Isso é bem ganancioso... mas é a brincadeira! Outra forma é tentando dar o último golpe em Bowser pra que contabilize como nocaute a favor de Samus... mas é bem difícil pois Capitão Falcon é muito rápido. A batalha ocorre no mapa do Donkey Kong... razão? Simples: Floresta. Uma caçada ocorre na floresta. Simples não?! Lembrei de Predador...

Evento 18 - Link's Adventure




"Todos tem um Lado Negro... Link tem dois!" essa é a frase antes do começo dessa brincadeira, onde você contra Link, e precisa derrotar o Dark Link que tem duas vidas. 




O "Dark Link" nada mais é que uma sombra de Link personificada como seu oposto. Ela aparece em alguns Zeldas, mas em Ocarina of Time, Link enfrenta 1 Dark Link pra cada Coração que ele tem (os corações em Zelda simbolizam a "barra de energia"). 


O esquema das duas vidas, cada uma representando um lado negro de Link é uma referência a isso (se bem que Link começa com uma única vida... mas é isso mesmo). Em SSBM, ao mudar a cor do visual de Link (da pra mudar a cor do personagem ao seleciona-lo) tem uma forma que deixa ele como "Dark Link" todo de Preto e com Olhos Vermelhos.

Evento 19 - Peach's Peril




Essa é bem padrão, é uma brincadeira onde Bowser tenta acabar com a Peach, e Mario precisa impedir. Você fica no controle de Mario e precisa manter Peach viva até o tempo acabar. Bowser é sempre forte, e ele vai com tudo em cima dela. Derrota-lo não adianta porque ele volta com a % zerada, então o jeito é bater até o tempo acabar. Essa é uma referência à clássica obsessão de Bowser pela princesa, e a proteção do bigodudo.

Evento 20 - All-Star Match 2



Mais estrelas da Nintendo em uma batalha sequencial. Dessa vez começa pela Samus de "Super Metroid."




Depois chega Link de "Zelda OoT"


Daí surge Zelda de "Zelda OoT"


Então vem Capitão Falcon de "F-Zero"


E por fim, Fox de "Star Fox".


Qual a semelhança entre esses 5??? Todos são adultos. No texto da missão diz "As Estrelas Realistas juntaram forças!" o que não se refere ao "realismo" propriamente dito, mas a ideia de personagens "sérios", considerando a maturidade como um exemplo de seriedade. Mas o que importa mesmo é que Kirby fica muito legal com todos os visuais que ele absorve! Eu adoro escolher ele.

Fim da 2° dezena de brincadeiras!!!

Sem frescura, os próximos são liberados.

Evento 21 - Ice Breaker



Essa é meio complicadinha, e consiste em separar o inseparável: Os Ice Climbers.




A luta ocorre fora das montanhas mas em um lugar alto (afinal os Ice Climbers precisam de lugares altos), bem em cima do Castelo da Peach. Há dois pares de Ice Climbers, e é preciso derrotar apenas a Nana. Eles ficam pulando e não atacam, mas é bem difícil acertar apenas a rosinha... O pior é o tempo limite. Mas, com agarradas certeiras, tudo é possível até separar a dupla eterna.

Evento 22 - Super Mario 128




Aparecem 128 Marios Pequenos e precisam ser todos derrotados antes do tempo acabar. É facil, apesar do grande número de pequenos bigodudos. O nome parece uma referência a "Super Mario 64" vs "Super Mario Bros 2" (Tipo 64 x 2 = 128). A referência é pela presença de Mario (baseado no de 64) no mapa de "Super Mario Bros 2", 128 vezes. Tem direito até tapete mágico e o Birdo... ou a Birdo... um dinossauro que solta ovos pela boca, é afeminado mas na real é macho. 

Evento 23 - Slippy's Invention




Essa brincadeira ocorre na Nave do Star Fox, vista em uma nova perspectiva (o que é bem legal). Dessa vez, Fox e Falco lutam lado a lado, porém testando um dispositivo de invisibilidade. 


É preciso derrota-los invisíveis, duas vezes cada.

Evento 24 - The Yoshi Herd




São 2 minutos pra derrotar 30 Yoshis normais no mapa de "Super Mario World". Não é tão fácil quando a luta dos 128 mini Marios mas também não é tão complicado.

Evento 25 - Gargantuans




Essa é uma brincadeira bem interessante. O jogador controle o Gigante Bowser e precisa derrotar o Gigante Donkey Kong. É uma luta estilo "Godzila vs King Kong", dois gigantes em cima de prédios. O engraçado é que Bowser tem 2 aliados e 1 vida, sendo seus aliados um Mini Mario e uma Mini Peach, enquanto o Gigante Donkey Kong tem direito a duas vidas. É meio injusto esse equilíbrio ai porque os mini Mario e Peach voam com uma cutucada do DK. Mas beleza... (nem da pra ver o Mario e a Peach direito... nem sei se são aliados mesmo porque eles não duram nada.)




O mapa da batalha é novo, é uma cidade de Ness, e não tinha maneira melhor dela ser apresentada se não por uma disputa entre dois titãs. É uma pancadaria monstruosa! As porcentagens chegam muito alto e os gigantes quase não voam. A melhor forma de derrotar o grande macaco é jogando ele pro chão... lembra muito um certo filme não?!

Evento 26 - Trophy Tussle 2




Lembra da brincadeira do troféu? Então, essa é a segunda, mas dessa vez é em cima do Pokémon "Entei", um cachorro de fogo (acho que é até um Pokémon Raro). Vencendo os demais competidores, com duas vidas cada um, o troféu Entei é conquistado.



Evento 27 - Cold Armor




Essa é bem difícil. Você controla Samus com uma vida, e precisa derrotar outras três caçadoras de recompensa, vestindo Armaduras de Metal com 2 vidas cada. 


Pra piorar, é num mapa novo, um giratório, com um monstro ao fundo. 


O destaque entretanto não vai pra Samus versus seus clones metálicos, mas sim pro próprio mapa, pois ao fundo quem gira ele é o Kraid, uma das criaturas que Samus enfrenta como chefão em "Super Metroid".


Além dele, não aparecem mais criaturas chefes do universo Metroid, exceto na abertura, onde da pra ver o arque-inimigo (Ridle) de Samus enfrentando ela. 


Infelizmente ele não surge no gameplay de Melee, e parece apenas uma referência a forma como ele surge na história do "Super Metroid". 



Alias, ele também está com a Cápsula de Metroid nos pés, exatamente como no "Super Metroid".


Evento 28 - Puffballs Unite!




Uma luta contra Kirbys de novo, porém agora eles vem equipados com habilidades de 18 personagens diferentes. Geral aparece amarelo pra mim, porque adivinha quem eu escolhi! Eu amo essa bolinha rosa (acredita que jamais zerei qualquer jogo do Kirby da franquia principal? Só o Dream Course, que é um tipo de Sinuca com Golf... mas eu adoro essa bolinha rosa). 

Evento 29 - Triforce Gathering




Uma batalha da Triforce onde a Coragem e Sabedoria enfrentam a Força. São Link e Zelda contra Ganondorf, duas vezes. Ganondorf, o eterno vilão dos jogos de Zelda, é detentor da Triforce da Força, e no controle de Link, com ajuda de Zelda, uma batalha clássica ocorre. A diferença é que Ganondorf tem apenas duas vidas (nos jogos de Zelda ele tem 3 ou mais, com formas diferentes cada rs).


Ah, depois dessa batalha, o personagem Ganondorf é liberado... caso seja vencido num duelo contra Link.


É uma verdadeira batalha de florzinhas (rs).
Entretanto, o personagem Ganondorf é meio forçado... ele parece apenas uma versão do Capitão Falcon, mais lento porém mais forte. Só que, todos os ataques e movimentos são idênticos. O que é estranho pois, na própria silhueta dele na tela de "Perigo" aparece ele com uma Espada, mas na hora de lutar ele não usa nenhuma arma. Apesar dele ser a encarnação da Força, ele geralmente usa magias ou apela pra força bruta de suas transformações. 


Em pesquisas, vi que ele usou o modelo do personagem apresentado em um Trailer de vários jogos de Game Cube em 2000, porém quando o Zelda de GC foi lançado (Twilight Princess) Ganondorf foi completamente remodelado. Entretanto, SSBM foi lançado em 2001, enquanto Zelda TP foi lançado em 2006, daí a inclusão do personagem secreto Ganondorf ficou meio... exclusiva.

 

Só não entendo por que não colocaram movimentos originais pra ele, pelo menos deixasse ele com a espada.

Evento 30 - All-Star Match 3




A próxima batalha de chefões/estrelas não tem tanto significado, é apenas uma sequência de quatro personagens aparentemente infantis. Tudo começa com Kirby...


Sim, eu gostei do Ganondorf apesar de tudo, e ele é bem forte então comecei a usa-lo nas batalhas também... eu mudei de lado *-*. (Ainda assim, o Kirby permanece meu favorito... olha que fofucho ele de cosplay de Ganon!!!!)



Surge Pikachu no cenário de sempre.



Depois é a vez de Ness.



E no final os Ice Climbers. Como sempre, o truque é fazê-los subir!




Considerando que normalmente são 5 oponentes, aparentemente contabilizaram os Ice Climbers como 2 e não apenas 1. Bem feito... casalzinho de trapaceiros...

Fim da 3° dezena de brincadeiras!!!

Bem, a partir daí começam as frescuras pra liberar os próximos eventos. É preciso liberar uma série de personagens secretos (Jigglypuff, Luigi, Dr. Mario, Young Link e Falco). Pra surpresa do jogador, o menu de seleção de personagens, onde tem os supostos 5 espaços dos 5 personagens secretos com um ponto de interrogação, onde inclusive surge o Jigglypuff (o mais fácil de liberar já que é só terminar o jogo no modo Aventura) não definem todos os personagens secretos, visto que Ganondorf surge justamente em um quadro extra no canto esquerdo, sugerindo que há bem mais que apenas 5 secretos...




Pra liberar os eventos acima do 30 (até 39) é preciso destravar os determinados cinco extras, pois as próximas brincadeiras são protagonizadas por eles. Como mencionei, Jigglypuff é o mais fácil, liberado após finalizar o jogo em modo Aventura ou Clássico com qualquer personagem.



Dr. Mario é liberado quando o jogo é terminado com o Mario no modo Clássico ou Aventura.




Ele é praticamente idêntico ao Mario, mas usa roupa de médico (vindo diretamente do jogo "Dr. Mario") e ao invés de jogar fogo com as mãos ele joga remédios... 




Pra animar um pouco mais, o Dr. Mario também não aparece nos blocos com interrogação, o que praticamente força o jogador a sair jogando com todo mundo pra ver quem vai liberando... 


E ai sai o próximo: Young Link. Tal qual é liberado após terminar o jogo com 10 personagens diferentes, dentre os quais Link e Zelda devem estar inclusos.


Derrotando ele, tal qual surge no mapa de Majora's Mask com uma música diferente (Música da Floresta, característica de Link em sua versão infantil), ficam faltando apenas 2 personagens secretos pros próximos eventos.


Só que esses exatos 2 personagens são liberados de uma forma bem diferente da padrão. 


Luigi só é liberado seguindo a regra do modo Aventura e os segundos em 2 (02, 12, 22, 32... só a última unidade precisa ser 2). 



E sua batalha é bem chata, pois não importa a dificuldade que o jogador tenha escolhido, ele parece vir no modo Hard, e a fase dele (de "Super Mario Bros. 2") é muito pequena e também dificulta muito.



E pra fechar com chave de ouro, Falco é liberado se o jogador conseguir vencer um puzzle na categoria de jogo "Estadium". Esse faz parte do "4° tipo de história" e eu falarei melhor depois.


É preciso terminar a batalha contra 100 Carinhas, daqueles rosas, com tempo limite. Não tão fácil...

Diferente de outros inimigos de lutas, Kirby não consegue se transformar e absorver habilidades desses carinhas...
Mas vencendo esse desafio bobo, Falco aparece e te desafia.


Daí todos os personagens secretos necessários ficam livres... e os próximos Eventos são liberados...




Ah, eu liberei Marth e Roy, personagens de "Fire Emblem" pois na tentativa de liberar o máximo que dava, salvei o jogo com todos os personagens que já estavam liberados, no modo Clássico (que é o mais rápido e ainda coloquei no Fácil xD). Marth é liberado quando se termina o jogo em Clássico ou Aventura, com os 14 personagens principais. 



Roy é liberado quando se salva com o Marth no modo Aventura ou Clássico...



Falo melhor dos dois depois...



Pois eles também tem seus Eventos.

Evento 31 - Mario Bros. Madness




Depois de liberar Luigi, os irmãos Mario se unem em uma batalha louca por pontuação. Até o tempo terminar, você precisa marcar a maior pontuação possível derrotando o máximo de vezes que der. Não é difícil, é só matar sem morrer, e mesmo se acabar sendo jogado pra fora da tela, o personagem volta e só perde 1 ponto pra quem o derrubou, daí é só recuperar o ponto derrubando todo mundo. 


A batalha ocorre num novo mapa, baseado em "Super Mario Bros.".

Evento 32 - Target Acquired




Por alguma razão muito macabra, a equipe do Star Fox decidiu caçar o Jigglypuff, que acaba indo parar no topo da nave de Star Fox, no planeta Corneria. Daí, cabe a Falco vence-la antes de seus colegas.


Nessa batalha, Falco não consegue derrotar Jigglypuff, a única forma de vencer é fazendo ele cair o máximo de vezes possíveis, e sem ajuda das naves. O problema é que as naves são boas em derrubar seus alvos (causam um dano muito alto) e derrubar o pokémon mais vezes que elas é um grande desafio. Quando o tempo acaba, aquele que ferrou com o pokémon rosinha mais vezes vence. (Chato que não é marcado quem ta vencendo)

Evento 33 - Lethal Marathon




Essa é uma brincadeira bem louca... consiste apenas em correr até a linha de chegada, naquela fase da corrida de F-Zero do modo Clássico. Porém, você fica no controle do personagem mais rápido de todos, o próprio Capitão Falcon (mas sem seu carro) e pra dar uma mãozinha, a corrida tem contagem regressiva e é acelerada... muito acelerada... como se estivesse no modo Turbo com Limite de Frames desabilitado... é bem louco.


O desafio é não ser atropelado enquanto corre e também não cair nos penhascos da pista... difícil é controlar um personagem tão rápido. (na foto parece tão simples... mas na prática é muito rápido, até os segundos passam em velocidade acelerada)

Evento 34 - Seven Years



Link enfrenta Young Link, ambos sendo versões do mesmo personagem, separados por 7 anos no tempo.




Essa é uma referência ao que ocorre em "Zelda OoT" onde Link (Young Link) fica preso no Templo do Tempo em uma fenda dimensional por 7 anos, e quando fica livre, ele aparece em uma forma adulta. 


Entretanto, durante o jogo ele consegue viajar no tempo entre o passado e futuro, alternando entre sua forma adulta e infantil. 


A batalha ocorre num mapa de "Zelda Majora's Mask" e o jogador controla o Young Link contra o Link adulto. Isso é uma referência ao "Zelda MM" onde o protagonista é Link na sua forma criança, logo após os eventos de "Zelda OoT". 


No final do OoT ele "escolhe" ficar no passado em sua forma infantil e perde a habilidade de viajar 7 anos no futuro. Ele decide buscar por sua Fada (que some logo após o fim de OoT) e vai parar em uma outra dimensão, forçado correr contra o tempo, pois em 3 dias a Lua se chocaria com o mundo, bem na cidade em que ele estava. 


A história de Majora's Mask gira em torno do Young Link fazendo todo o possível (inclusive viajando toda hora de volta pro primeiro dia) para deter a Lua.


Nesse mapa, é interessante que, em 2 minutos de batalha, a Lua la no fundo começa a descer e ficar maior, chegando ao solo, mas os gigantes (do Zelda MM) aparecem e a impedem de explodir o mundo... depois de 3 minutos, a Lua volta no tempo e o acontecimento se repete, enquanto a batalha do jogador continuar.


Só é uma pena que o personagem Young Link não usa suas habilidades de Majora's Mask, apenas de OoT... seria legal jogar com ele se transformando o tempo todo, bem mais que a Zelda.

Evento 35 - Time for a Checkup




Essa é uma brincadeira em que Dr. Mario precisa ser derrotado junto com sua enfermeira Peach (a Princesa toda de branco). Nessa batalha, o Dr. Mario tenta examinar Luigi enfiando remédios goela a baixo, mas Luigi precisa se salvar... Seria bem louco se do nada Dr. Mario tirasse uma Seringa Gigante... isso justificaria tamanho desespero por parte de Luigi. O objetivo é derrotar Dr. Mario e sua assistente antes do tempo acabar, usando Luigi.

Evento 36 - Space Travelers




Nesse evento Ness precisa derrotar sozinho, um grupo formado por 5 alienígenas e impedi-los de invadir a Terra. O mapa onde a luta inicia é nos prédios da cidade de Ness. 


Rola de tudo, até Naves Espaciais aparecendo.  Depois de vencer Samus, surge Kirby...



Depois  é a vez de Fox...



E aí Ness é "abduzido" para enfrentar os chefes... Capitão Falcon




E Falco pra fechar com chave de ouro. 


Fato é que esse desafio não é nada fácil, uma vez que Ness tem apenas uma vida, e a porcentagem da batalha anterior se mantém pra próxima. Não chega a ser um "All-Star Match" porque o jogador é obrigado a controlar Ness, mas é no mesmo nível de dificuldade... acho que até mais. As brincadeiras vão ficando mais... intensas.

Evento 37 - Legendary Pokémon




Em uma batalha contra Jigglypuff, um monte daqueles personagens rosas estranhos ficam em cima do jogador, enquanto o pokémon rosa espera Pokébolas aparecerem pra pega-las e invocar pokémons lendários! Vence aquele que conseguir pegar as pokébolas primeiro, já que os Pokémons invocados são a maioria lendários durante esse evento, e esse tipo de pokémon causa um dano em área mortal.




Pra ajudar, o jogador (apesar de poder escolher livremente quem controlará) só tem uma vida, e Jigglypuff tem duas. Além disso, os caras que ficam atacando o jogador não morrem, caso caiam longe eles voltam com a porcentagem zerada. Apenas o pokémon pode ser derrotado.



Nessa parte vários Pokémons Lendários fazem participação especial...




Até as 3 aves lendárias (De Pokémon Red/Blue/Green/Yellow) podem dar as caras, além de vários outros. Mas pode acontecer do Wobbuffet (famoso por ser um pokémon inconveniente que surge no anime) pode aparecer no meio dos Lendários...



Entei, do troféu, também pode aparecer, bem como os outros cães elementais...




Só Mewtwo não pode ser invocado, já que ele é um Pokémon da Grade de Personagens Selecionáveis (mas é secreto). 



Entretanto o Mew pode aparecer... o que libera até uma recompensa caso seja invocado.




Vencendo, Pichu aparece pra desafiar o vencedor. Ele é um personagem destravável que só aparece após esse Evento (37) ser finalizado. Caso o jogador não consiga derrota-lo, é só vencer o evento 37 de novo que ele volta. 



Pra quem não sabe, Pichu é a pré-evolução de Pikachu, e Mewtwo é um Pokémon muito poderoso, que é tecnicamente uma evolução (forçada) de um pokémon lendário chamado Mew.



Evento 38 - Super Mario Bros. 2




Uma referência óbvia a "Super Mario Bros. 2" esse evento ocorre no mapa respectivo a esse jogo, além de ser uma batalha contra os personagens que protagonizam ele: Mario, Luigi e Peach. No "Super Mario Bros. 2" eles 3 são selecionáveis e jogáveis, o que é tecnicamente uma exclusividade dele. 

Evento 39 - Jigglypuff Live!




Uma batalha louca entre as bolinhas fofas rosas que cantam e fazem geral dormir. 


São 3 contra 1, todos com 3 vidas cada. Você é forçado a jogar de Jigglypuff e é um verdadeiro massacre. Ele pode dormir durante a luta e até cantar, o que faz todos os outros dormirem... lembra o anime... é muito louco! Jigglypuff Vive!!!

Quase fim da 4° dezena de brincadeiras...

Terminar todos esses 39 eventos é somente um dos requisitos pra liberar do 40 ao 50. Além disso, é preciso liberar os demais personagens secretos. Sem pesquisar, a lógica indica que uma forma de liberar todos os personagens secretos seria terminando o jogo com todos os que já foram liberados. Sendo o último personagem liberado o Pichu (no meu caso), é só zerar o jogo com todos os demais personagens que faltam, no modo Normal ou Clássico.



Olhando o Menu de Seleção de Personagens atual, da pra ver que só cabem mais 4 personagens (dois nos quadros com interrogação e dois nos espaços vazios dos lados direto e esquerdo). Sem saber exatamente quem será liberado, ou quantos, não da pra ter certeza de nada, então zerar com todos é a primeira aposta. Lembrando que pra liberar alguns personagens foi necessário terminar com os 14 principais, então só falta terminar o jogo com mais 7 personagens (Dr. Mario, Falco, Pichu, Luigi, Marth, Ganondorf e Young Link) e se considerar que ao terminar com o Marth, libera o Roy (que foi o que eu fiz) só falta terminar com Roy no lugar do Marth. 




Eu fiz isso, no modo Clássico em dificuldade Muito Fácil, o que não exige domínio algum sobre qualquer um dos personagens liberados. Pois bem, nada aconteceu. Salvar com todos não liberou ninguém... então tive de apelar e pesquisar. Acontece que pra liberar um dos últimos personagens, é preciso jogar no modo Multiplayer por 20 horas! Quem joga SSBM por pura diversão, lutando contra amigos e tudo mais, talvez até consiga liberar esse personagem secreto sem qualquer dificuldade, mas pra mim, que joguei pra conhecer a história, o modo Multiplayer não era nenhum atrativo (afinal, o multiplayer do SSBM é igual ao do SSB: Luta com até 4 jogadores ao mesmo tempo). Logo, eu dei um jeito de conseguir passar pelas várias horas de jogo sem perder ainda mais tempo jogando a mesma coisa repetidamente (afinal, zerar o mesmo jogo 22 vezes sem qualquer mudança no enredo é dose pra leão)...


Eu peguei o personagem que acreditava ser o mais forte (Kir... Ganondorf! Ele se tornou o mais forte no meu conceito durante essa etapa) e habilitei 4 controles ao mesmo tempo, todos com o Ganondorf selecionado. Depois, deixei os 4 em uma batalha no mapa dos Pokémons, com tempo ilimitado e 1 vida pra cada, além de itens desabilitados. 


O mapa dos Pokémons é o que sofre menos alterações (apesar de ter mudança de campo, ele não consegue matar os jogadores empurrando pra fora) e sem itens, não havia forma deles morrerem. Logo, deixei os Ganondorfs la paradões e fui assistir Fairy Tail.




Algumas horas depois voltei, e derrubei geral (só usei o Player 2 por engano mas beleza), Mais ainda não tinha recebido o desafio, então encerrei a partida e fiz o esquema de novo. 


Não estranhe os 73 minutos de jogo com cada Ganondorf, na real eu demorei bem mais, pois encerrei algumas lutas pra não perder o  tempo de luta caso o vídeo-game desligasse... vai que a luz acabasse! Alias, teve uma vez que deixei os Ganondorfs por umas 3 horas parados, antes de configurar a partida, só tirando o tempo limite. Quando decidi terminar a batalha, ao empurra-los pra fora, eles voltavam. Daí descobri, 3 horas de jogo parado depois, que era impossível terminar a partida pois eles estavam com imortalidade (sem vidas definidas) e sem tempo limite de jogo. Fui obrigado a reiniciar o GC e perdi todo o tempo.


Algumas rodadas depois, o Mewtwo apareceu! Ao que parece, as 20 horas diminuem pra cada jogador em campo além do principal. 5 horas pra cada, com 4 Players o tempo de jogo necessário cai pra 5 horas apenas (20h - 15h). 




Ele não é muito fácil, porém caso não seja derrotado de primeira, é só jogar o modo multiplayer de novo, que o vencedor é desafiado. Vencendo, o Pokémon Lendário Mewtwo é liberado!




Depois que ele foi liberado, ele ocupou o penúltimo ponto de interrogação, sugerindo que o próximo a ser liberado ocuparia o último ponto, e não os espaços laterais. Logo, só havia mais 1 personagem secreto.



Pra libera-lo, é só terminar o jogo com todos os 24 personagens. Pra mim só faltava o Mewtwo!



Daí surge o desafiador: Game&Watch!




Vencendo, ele é liberado e a grade de personagens fica completa. Automaticamente, os Eventos finais (40 a 50) são abertos! Junto com mais um modo de jogo chamado "All-Star"... mas falo disso depois.



Com a grade completa e os último eventos abertos, só falta terminar o enredo (e a análise!).

Evento 40 - All-Star Match 4


Dessa vez, o All-Star Match é com todos os personagens "super" secretos. Após destravar todo mundo, os melhores surgem pra te enfrentar, começando por Match, o espadachim de "Fire Emblem", que por alguma razão aparece no mapa de Zelda (na real, creio que nem tem o mapa oficial do "Fire Emblem").



Depois Luigi, o "badass", no mapa de "Super Mario Bros. 2" de novo.




Então é a vez de Jigglypuff, num bizarro mapa lotado de pokémons gigantes, começando por um Squirtle Gigante, depois um Onix, e por ai vai. Eles só servem de ringue!



Daí aparece Mewtwo, no mapa que parece ser o mesmo pros vilões.



Aliás, eu fiz o Mewtwo voar bonito!


Dependendo de como o golpe empurra os oponentes, eles podem ir pro fundo da tela ou pra frente da tela.

Por fim aparece o Game&Watch... aparece bem rápido pois ele é muito fraco... não consegui tirar foto dele nessa batalha.


Mas depois falo melhor dele e coloco algumas fotos.

Fim da 4° dezena de brincadeiras!!!

Evento 41 - En Garde!




Um duelo de espadas entre Match e Link, pra ver quem manda mais. Não há tanto sentido nessa batalha... são apenas dois espadachins lutando, com o jogador no controle de Marth.

Evento 42 - Trouble King 2




Bowser volta a causar problemas, mas agora é de uma forma fora dos padrões. A luta ocorre contra Luigi, em cima do Squirtle gigante e os demais pokémons que vão aparecendo como mapa. O jogador precisa derrotar Bowser nessa luta maluca, controlando Luigi.

Evento 43 - Birds of Prey



Essa é uma luta entre a raposa e as aves: Fox contra Falco e Capitão Falcon. 


O carro número 7 é o do Capitão Falcon, então não estranhe o fato de Falco nem estar em sua nave durante a corrida... Falcon também não esta em seu carro...
Pra deixar a batalha mais significativa do que a mera semelhança dos nomes dos personagens, ela ocorre em um novo cenário, começando no que parece ser a Nave de Falco no meio da pista de corrida de F-Zero, como se Falco estivesse competindo contra Capitão Falcon em uma corrida, e Fox chega pra acabar com a festa! Percebeu que as brincadeiras vão ficando cada vez mais insanas? 

Olha o carro do Capitão de novo... Falcon ta trapaceando na corrida, usando algum tipo de Piloto Automático, só pode.
O cenário é novo e agora a corrida é mostrada em um novo ângulo: Agora é na perspectiva dos carros! 

Em uma das histórias de Falco, ele vira um famoso piloto de corrida, deixando a "Star Fox" (G-Zero), competindo justamente em F-Zero.
Os personagens lutam pulando de carro em carro, e a tela fica girando seguindo os carros, é muito louco, mostrando bem melhor o universo de F-Zero (dessa vez mais focado no F-Zero de GC).


Lembrando que Capitão Falcon é um dos pilotos que participam da corrida com carros super tecnológicos chamada F-Zero. 


Ele aparece dirigindo seu carro na intro, mas durante o jogo inteiro, só é possível ver os carros de F-Zero nas fases de F-Zero. 

 

Evento 44 - Mewtwo Strikes!



Essa batalha começa com a princesa Peach somente... 




Mas do nada, depois de alguns segundos, Mewtwo aparece pra tocar o terror. O objetivo é ignorar a princesa e focar tudo no Mewtwo, derrotando-o assim que aparecer. A princesa é uma verdadeira perda de tempo.

Evento 45 - Game & Watch Forever!




Você controla um Game&Watch pra enfrentar um monte de outros Game&Watch. O que te difere é só a cor mesmo, porque eles não tem muitos detalhes...




A batalha ocorre em um grande Game&Watch, com joguinhos rolando ao fundo (alias, a luta é tecnicamente um joguinho). 

De onde saiu o Game&Watch?

Game&Watch é basicamente, uma série de Mini-Games fabricados pela Nintendo, como o primeiro formato de Portátil da Big N, e segundo investimento em Jogos Eletrônicos da empresa que até então, só havia lançando um tipo de console chamado "TV Color Game", antes sendo uma empresa de fabricação de Cartas (estilo Card Game). Eram muitos, mas muitos aparelhos diferentes, na época, não era só um vídeo game que conseguia rodar vários títulos de jogos diferentes, eram dezenas de video-games diferentes, cada um com um jogo, modelo, designe e jogabilidade diferente. Apesar de algo "limitado", os diferentes games faziam muito, mas muito sucesso, o que conseguiu salvar a Nintendo de uma falência completa (As cartas já não faziam tanto sucesso e outros investimentos e apostas da Big N também não tinham dado certo). 

Repare que os desenhos de Game & Watch sempre são personagens de apenas 1 cor (preta ou vermelha). Também repare que na versão de 2 Telas Verticais, é praticamente o mesmo modelo dos "Nintendo DS". De fato, o Game & Watch não só inspirou o modelo atual dos portáteis da Nintendo, como também trouxe ao mundo dos games os botões direcionais em forma de cruz! Na época eram somente botões, mas a Nintendo inovou e com isso, influenciou todo o mundo de jogos até os dias atuais.
Em SSBM, o "Game & Watch" é representado como o último personagem destravável, um simples desenho unidimensional, de uma só cor, com movimentos e sons muito, mas muito simples. É a encarnação perfeita dos jogos mais antigos, e a representação mais manjada possível de uma compilação dos vários e vários Game & Watchs existentes. 

No salvamento com o Game & Watch, é mostrado o "Smash Bros." versão G&W. O nome do jogo sempre fica no aparelho...
Evento 46 - Fire Emblem Pride



Antes de falar do evento, vou explicar (ou tentar) os personagens:


"Fire Emblem: The Dark Dragon and Sword of Light" ou "Ankoku Ryu to Hikari no Tsurugi" foi o primeiro jogo da franquia "Fire Emblem", lançado pro Nintendinho em 1990. Seu protagonista é o Marth, e foi dai que esse personagem saiu.




Eu simplesmente nunca joguei, nem sei a história, nem curto esse tipo de jogo. Trata-se de um jogo estilo "Estratégia em Tabuleiro" ou "RPG em Turnos" onde o jogador guia os personagens por células no cenário, dando encontrões com inimigos, trocando equipamentos, conversando e lutando. Na hora das lutas, uma troca de cenário ocorre e os personagens se enfrentam, naquele clássico modelo de RPGs (cada um ataca por vez). O que não me agrada nada é a forma como os personagens de movimentam, por caminhos tracejados no mapa... Eu realmente não gosto disso.




"Fire Emblem: Mystery of Emblem" ou "Monshou no Nazo" é o terceiro jogo da franquia "Fire Emblem" e o primeiro lançado pro Super Nintendo, em 1994. Nele, Marth também é o protagonista. O estilo do jogo continua o mesmo, os gráficos melhoraram um pouco mas, permanecem bem simples, e bem... eu também não conheço a história. Eu pesquisei mas vi que a franquia "Fire Emblem" é enorme e bem complexa, seria estúpido de minha parte tentar contar ou resumir a história de algo que eu nem se quer joguei... e eu duvido que farei qualquer análise sobre esses jogos ou similares.




Os gráficos no modo batalha também melhoraram muito (agora tem cenário...) e pelo pouco que entendi, Marth é como um Príncipe que lidera as tropas durante as batalhas. Pelo que observei rapidamente em alguns gameplays, Marth se move pouco na linha de frente, o que sugere que ele seja um tipo de estrategista (o que também explica o formato do jogo, com quadros e rotas tracejadas). Isso ocorre nos dois jogos em que ele protagoniza.




Roy, o segundo personagem destravado de Fire Emblem vem de "Fire Emblem: Binding Blade" ou "Sword of Seals" que é o sexto jogo da franquia "Fire Emblem" e o primeiro a ser lançado para o portátil Game Boy Advanced, em 2002. Repare que todos esses jogos se destacam por terem sido os primeiros lançados para diferentes plataformas da Nintendo. No caso, "Fire Emblem" é um título cheio de versões... parece até muito interessante, pra quem curte esse estilo de jogo.




Pelo que eu entendi, Roy é filho de um protagonista de outro "Fire Emblem" e aqui, segue os passos do pai liderando tropas pra um fim que envolve uma Espada Mágica e Bandidos. Eu preferi não me aprofundar no roteiro do jogo pois, não é interessante pra mim. Só estou mostrando eles e citando, pois são jogos lembrando em SSBM (e nas continuações), com alguns personagens que os protagonizaram, dando as caras pra lutar.




O "modus operandi" é sempre o mesmo, montar rotas, lutar contra inimigos... o que importa é que isso pelo menos justifica a simplicidade nos movimentos de Marth e Roy no SSBM. Eles apenas usam suas espadas, sem magias, sem especiais, apenas várias formas de combate com espadas. Esse evento se baseia neles, e o jogador escolhe o personagem que enfrentará os dois espadachins ao mesmo tempo, geral com 3 vidas cada.




Marth e Roy tem os mesmos ataques, o que sugere que usaram a mesma fórmula de Ganondorf (mudaram a aparência do Capitão Falcon e deram um pouco mais de força) entre um e outro. Provavelmente, Roy foi feito por cima de Marth, pois seu jogo saiu em 2002, e o SSBM saiu em 2001... é bem possível que na época já houvesse um modelo para como o protagonista do próximo "Fire Emblem" seria, então quiseram incluí-lo, bem como fizeram com Ganondorf. (Aliás, a espada que Roy usa é a mesma que da nome ao seu jogo, provavelmente o foco da história, um tipo de "Master Sword" do Zelda... quem sabe isso tenha feito os personagens considerarem as terras de Zelda tão convidativas). Vendo por um lado "histórico", a criança talvez tinha os brinquedos mas não sabia como eles deveriam lutar, então deu os movimentos que achava mais óbvios!

Evento 47 - Trophy Tussie 3



A última batalha por um troféu, agora ocorre em cima da Majora's Mask!



Vencendo a luta, o personagem vencedor (o jogador) leva o troféu em forma da Máscara. Haja criatividade!



Evento 48 - Pikachu and Pichu




Nessa brincadeira, Pikachu protege um casal de Pichus, o que provavelmente  são seus filhos. Os dois ficam no canto o tempo inteiro e uma hora ou outra atacam pra se defender, enquanto Pikachu fica desesperado usando tudo o que pode pra evitar que seus filhotes sejam se quer tocados. O jogador pode escolher o personagem que quiser, mas é muito difícil chegar perto dos Pichus, e somente eles podem ser derrotados, pois se o Pikachu for jogado pra fora do campo e não conseguir voltar, ele renasce com a porcentagem zerada e a pauleira come solta.


Não querendo ser chato nem paranoico, mas essas ultimas brincadeiras ficaram um pouco estranhas, bagunçadas, nada muito sério ou chamativo, exceto essa última batalha. É realmente frustrante a forma como o Pikachu ataca, ele não da nenhum tempo pra respirar, e se o jogador chegar perto dos Pichus, a máquina enlouquece e faz tudo pra deter a ameaça. É quase como se a criança quisesse passar uma mensagem...


O mais estranho é o texto de abertura desse Evento: "These Pokémon are pals... but not with you!" algo que traduzido fica como "Esses Pokémon são amigos... mas não com você". Pense... você ta olhando uma criança brincando com seus brinquedos sozinha... e essa é uma das brincadeiras... uma família, que a criança vê como "amigos" que não são "amigos" quando ela ta por perto... estranho não?

Evento 49 - All-Star Match Deluxe




E finalmente, o último All-Star Match, em sua versão "Deluxe", com todos os 6 personagens secretos que faltavam ser enfrentados (no total, todos os personagens do jogo foram enfrentados nos "All-Star"). As batalhas começam com Dr. Mario...


Vencendo ele vem Falco de Star Fox, na nave vista de frente..




Lembrando que as vidas (2) e a % se mantém de uma batalha pra outra, e tem tempo limite (sim, essa última All-Star é muito difícil). O próximo personagem é Pichu.


Depois dele, vem Young Link.




Então Roy... eu não consegui ir muito longe de Capitão Falcon então recomecei com o Ness, mas só peguei as fotos dele a partir do Roy (heh). Ness é legal de controlar por conta das Tacadas que ele da, elas jogam os inimigos longe muito facilmente.



E finalmente, Ganondorf, na eterna fase dos vilões.



Evento 50 - Final Destination Match




E então chega a batalha mais esperada, quando a Crasy Hand (Mão Esquerda) e a Master Hand (A Mão) se unem pra uma batalha final contra o jogador. Qualquer personagem pode ser escolhido... inicialmente eu escolhi Ganondorf... 



Mas depois voltei pro Kirby porque ele é perfeito pra enfrentar as mãos.



Kirby vira pedra e não leva dano delas... 




Bem, a Mão Esquerda é completamente desengonçada e agitada. Ela fica numa posição toda entortada e alguns de seus movimentos são bem diferentes da Mão.


Apesar de ter uma força tecnicamente maior, a Mão Esquerda é bem dependente da Mão, inclusive ficando as vezes parada e meio "tonta" aguardando a Mão ordenar algum movimento especial entre ambas. Elas podem se juntar e bater palmas...


Dar socos...


Ou apenas fazer um toque legal.


Como eu disse, as irmãs Mãos podem ser enfrentadas tanto nesse Evento, quanto no modo Clássico (depois de fazer um monte de frescuras) mas a aparição mais "fácil" da Crazy Hand é através desse Evento. 


É interessante que a criança parece ter muito mais perícia com os movimentos de sua Mão direita (o que indica que ela é destra) mas ela se esforça pra fazer movimentos bem originais coma a Mão esquerda. A Mão Esquerda por exemplo, não consegue fazer "homenzinho" com os dedos, então ela improvisa com "aranha". 


Crianças sabem dar vidas à imaginação e transformar suas mãos não apenas em "Último Desafio" mas em vários personagens diferentes (rs). Eu por exemplo, fazia "cavalo", "aranha", "homenzinho", "cobra" e principalmente, os "poderzinhos" com minhas mãos. 

Derrotando a Mão Esquerda... 


E a Mão


Não é fim de jogo ainda. Há mais um último evento...

Evento 51 - The Showdown



Pra última batalha, Giga Bowser, Mewtwo e Ganondorf, os 3 vilões mais fortinhos, se juntam pra enfrentar o jogador, todo mundo com 3 vidas cada. É um inferno de dificuldade.



Eu, particularmente, fiz todo o possível pra derrota-los... por enquanto ainda não consegui mas continuarei tentando! Daí atualizo essa análise.




Aliás, foi através desse evento final que conheci o Giga Bowser, e apesar de muito difícil derrotar o trio, é mais fácil enfrenta-lo aqui do que no modo Aventura, justamente pela dificuldade pra chegar no final em apenas 18 minutos. A luta contra os três é a saideira pra dizer que a brincadeira chegou no seu limite.

Multiplayer, Puzzles, All-Star, Treinamento e etc


Pra terminar, tem os demais modos de jogo. Eles não são exatamente parte do enredo, pois não contam história alguma... apenas as partes necessárias pra liberar mais personagens, abrindo mais eventos e assim, liberando mais fragmentos da história. Eu mencionei tudo isso ao falar dos eventos, mas agora vou explicar por que pode-se considerar esses detalhes como fragmentos do enredo também.

Multiplayer



Seria uma referência a necessidade de se brincar com outras pessoas. O tempo e sua diminuição pra poder liberar Mewtwo (que também pode ser liberado caso o jogador lute mais de 700 vezes seguidas no multiplayer) é uma referência à criança e seus amigos, e o quanto eles diminuem seu tempo de brincadeira. Estranho dizer isso não? Mas é muito mais difícil brincar com outras crianças usando seus próprios brinquedos do que brincar sozinho, pois sozinho você tem total domínio sobre todos seus bonecos, e pode controla-los da forma que achar melhor. Mas com outras crianças, a brincadeira fica sujeita à imaginação alheia, e as coisas podem nem sempre sair como a criança quer. Daí, surge Mewtwo, pra enfrentar ela (o vencedor) onde ela volta pra sua brincadeira solitária, porém mais difícil (devido o oponente de alto nível), mas um pouco mais controlada.




Mewtwo é um vilão por protagonizar uma necessidade tão... egoísta.

Puzzles & Treinamento


Criar desafios pra testar o limite de seus brinquedos não faz tanta diferença no enredo, mas também está presente no jogo. Os puzzles servem pra mostrar e lembrar o limite dos personagens, lembrando que eles não podem ser forçados além do que aguentam. Talvez para evitar quebra-los ou simplesmente pra definir um limite às brincadeiras, a criança torna esses puzzles uma maneira de fortalecer seus próprios brinquedos (em sua própria imaginação). Nada de importante é liberado com os puzzles além de experiência prática. O mesmo vale pro modo "Treinamento".

All-Star


All-Star é uma forma de brincar com todos os brinquedos ao mesmo tempo. É um desafio que abre após todos os personagens serem liberados, nele, o jogador escolhe um personagem que usará pra enfrentar todos os demais 24 sequencialmente. É como o "All-Star Match" numa versão completa. Nada de muito útil sai do modo All-Star, além de "Congratulations" com imagens diferentes, troféus e medalhas (ao salvar no modo Clássico ganha-se uma metalha, no Aventura outra e mais uma no All-Star).

Stadium


Com destaque para o "100 - Man Melee" onde Falco é liberado, esse tipo de jogo é uma mera competição pra ver até onde o personagem consegue ir. Mas, esse desafio dos 100 Carinhas tem um belo significado...


Na verdade, o significado fica mais para os personagens que se enfrenta. As criaturas em Modelagem 3D, possuem apenas 2 formas: Masculina Adulta e Feminina Adulta. Isso significa que algo mudou na cabeça da criança, para refinar aquelas criaturas sem muito sentido do primeiro SSB, em algo num tipo de estágio "projetado" em duas formas definidas. 

Kirby não consegue se transformar neles.
Na realidade, essas figuras não são "brinquedos" e mesmo que sejam (afinal há troféu delas então, provavelmente a criança tem um brinquedo assim), não são isso que simbolizam nas brincadeiras. Elas são a própria criança, enfrentando seu amadurecimento. 


Seu crescimento para se converter em um adulto (Homem ou Mulher, não é revelado o sexo da criança) é enfrentado por sua infância na forma de seus brinquedos.


Repare, que em comparação a história do primeiro jogo, as coisas evoluíram de mais, e a imaginação da criança parece ter se desenvolvido de uma forma descomunal, e muito mais fiel aos seus personagens e as realidades pré existentes deles (as histórias reais de Mario, DK, Star Fox, por ai vai). 


Ela já não é mais uma criança. Muito provavelmente já é um adolescente, que ainda brinca com seus "troféus".

O surgimento de Falco, justamente após essa batalha, talvez seja uma insinuação de que a capacidade do então adolescente em encarar seu próprio amadurecimento de frente, mesmo que de uma forma muito figurativa, foi percebida pelo personagem que na história de Star Fox, é um tipo de "tutor /rival solitário".


É isso. Ao terminar o jogo, você voa pelos créditos e pode atirar nos vários nomes que surgem...


Isso é algo que ocorre no primeiro jogo também... então é uma característica FPS que faz uma pontinha em SSB como "puzzle" de encerramento, ganhando até pontuação (isso que é usar o jogo ao máximo!)

E ai gostou?

Essa análise ficou simples, grande porém bem simples. Espero que tenha curtido e conhecido os muitos personagens e lados de SSBM. Espero que tenha curtido sua leitura!

Até a próxima.

6 comentários:

  1. Cara,depois de uma semana doente e procurando emprego(tá difícil pra porra) fui dar uma lida nas análises que perdi,mas quando vi essa,bateu uma nostalgia tão grande.Essa análise foi como ler uma poesia,A sacad do garoto ser destro foi muito legal.
    Cara,tentar dormir um pouco e prometo que vou ler as outras...cheers!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por ter gostado da análise e triste por tar passando por uma situação tensa. Eu tenho outros amigos que também tão enfrentando o desemprego e isso é bem chato mesmo. Mas fica tranquilo sr, descansa, amanhã é um novo dia.

      Excluir
  2. Muito bom
    Quando sai Megaman zx advent

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tudo der certo, creio que semana que vem. Mas vou postar algo relacionado a Mega Man daqui a pouco.

      Excluir
  3. Belo post sr Carinha, esperando muito por SSMBB. Se cuide.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já finalizei o jogo de todas as formas possíveis e liberei praticamente todo mundo (ainda não tentei liberar os outros pokémons) mas infelizmente, provável que demore a sair =/

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores do Google+