PesquisaMorte:

ArquivoMorte

FeedMorte

CadastroMorte

Cadastre seu e-mail aqui:

Delivered by FeedBurner

sábado, 31 de outubro de 2015

O(s) Filme(s) Achado(s) de Hoje: "Always Watching - A Marble Hornets Story" e "The Visit" - Só a Nata dos Found Footages. (Parte 1)

Senhoras e Senhores, olá!

Sim, demorei, talvez alguns até tenham imaginado que eu morri, mas eu ainda estou vivo e bem ativo, pode acreditar. Como prova disso, farei essa análise sobre dois maravilhosos filmes que assisti recentemente.


Meu principal objetivo aqui, é fazer uma postagem pra encerrar o mês de outubro (meu objetivo original era outro, bem diferente, mas tive contratempos então, paciência). Ainda assim, não será uma análise qualquer, nem uma simples critica sobre found footages ruins... nah... mas não vou prometer de mais se não, vai que decepciono né.

Lembrando, tem spoiler, então se não viu e não quer saber a história, já sabe né.

Boa leitura!


Marble Hornets ou The Visit? Por qual começar??? Ambos são maravilhosos...

The Visit!

Queria começar por Marble Hornets mas, sei la, quero desafio!

The Visit (A Visita) é um found footage / mockumentario de duas crianças sobre uma visita a casa dos avós. 

O filme é bom, não apenas pelo fator "surpresa" mas também pela ótima qualidade e bom aproveitamento do estilo de filmagem. Não é qualquer filme que consegue ser bom como "Found Footage", pois na maioria das vezes, ou a imagem é ruim de mais, ou ocorre edição de mais, ou a história tem furos de mais, ou tem efeitos especiais de mais, resumindo: O realismo é abandonado de mais. 

A ideia do "found footage" é trabalhar em cima do realismo e daquela ideia de fazer a galera que ta assistindo pensar "Lol, isso é de verdade???" mas na prática é muito difícil fazer um filme bom, apenas com fatos reais, ou puro realismo. Usar efeitos especiais ou chocar com sangue sempre acaba seduzindo os diretores e bem... é isso que mata o filme.

The Visit não precisa de nada disso. 

O engraçado é que o filme é totalmente editado, e isso é mais do que evidente, mas até mesmo a edição faz parte da história! Acho que isso que me impressionou. 

A história também me surpreendeu. No começo, eu pensei que iria acontecer algo bizarro tipo espíritos, demônios ou qualquer coisa bem sobrenatural, pois só assim pra fazer o filme render... mas nada disso é usado, pois nada disso é necessário.

Enquanto eu assistia, reparei na enrolação clássica que todo found costuma fazer, até que a história e a parte boa de verdade começa. Quando essa tal "parte boa" começou, eu fiquei pasmo, pois toda aquela "enrolação" já era a parte boa, e a "parte boa" era apenas o desfecho de tudo. 

É simplesmente, incrível. Eu sou de impressionar fácil, e gosto da maioria dos found footages (bons ou ruins, sempre tem algo legal, criativo ou agradável) mas poucos são bons ao ponto de surpreender de verdade.

Nada mais a declarar, segue a sinopse ao bom e velho estilo Morte.

The Visit


Era uma vez um documentário sobre a ilustre viagem à casa da vovó. 


Uma mocinha, aspirante a Cineastra, e um moleque, aspirante a Raper, viajam para a casa dos avós enquanto a mãe, aspirante a Mãe do Ano, viaja pra um cruzeiro.


Até ai tranquilo, porém há alguns poréns nessa viagem: 

Primeiro, a mãe fugiu de casa com o namorado quando era jovem, e nunca mais voltou. Seus pais também nunca mais tentaram entrar em contato com ela, pois eles haviam brigado feio com ela (provavelmente até rolou um fight).


Segundo, a mãe encontrou os pais dela (avós das crianças) na internet, por um site deles, onde viu que eles eram bons samaritanos que faziam até trabalho voluntário num hospital e eram adorados pela comunidade, considerando isso razão suficiente pra deixar seus dois filhos por alguns dias com eles.


Terceiro, o pai das crianças havia abandonado a família, sabe-se la o porquê. Isso não tem muito haver com a viagem, mas faz parte da história.


Enfim, a garota tem uma (duas) câmera, com a qual gosta de filmar e documentar tudo, e ela adora fazer entrevistas, decidindo gravar toda a viagem e estadia com os avós. Seu objetivo verdadeiro, era tentar descobrir porque a mãe e os avós não se falavam mais, e talvez até reatar a união deles.


Já o moleque, gostava de improvisar rap... só isso. Ele tava la pela zoera.


A viagem começa, com a garota filmando e editando tudo o que pode, incluindo música, créditos, legendas, tudo, com suas duas câmeras.


No começo, os avós são totalmente comuns, apenas um casal de velhinhos: Uma senhora que curte cozinhar, e um senhor que tem pinta de ex-militar.


Mas, conforme a história segue, as crianças registram algumas situações estranhas e até meio perturbadoras. Eles tinham de ir dormir toda noite às 21:30, pois a avó tinha surtos durante a noite, e corria pelada pela casa, fazia sons estranhos, rastejava... etc. 


O avô tinha problemas intestinais e não conseguia se segurar, precisando usar fraldas, mas por vergonha, ele mantinha todas as fraldas numa cabana, até juntar bastante pra dar uma bela fogueira.


Situações estranhas, mas não tão estranhas assim a ponto de assustar. Eram apenas velhinhos com problemas de velhinhos.


Porém eles começam a perturbar os jovens, que assustados, usam o contato com a mãe via notebook pra esclarecer as coisas. Mas, a avó danifica a webcam do notebook "sem querer", fazendo com que apenas a mãe pudesse ser vista nas video-conferências.


História vai, com um monte de coisas estranhas acontecendo, até que eles decidem filmar a vovó de noite.


Mas ela não apenas encontra a câmera, como se irrita, pega uma faca e fica diante a porta das crianças, a noite inteira. 


A menina demonstra ter um problema: Ela não curtia espelhos. Ela tinha uma senhora revolta contra seu pai, e por alguma razão, quando olhava seu reflexo no espelho, ficava com muita raiva.


O menino demonstra ter um problema também: Ele não suporta germes. E acredita que o pai abandonou a família por que ele não conseguiu reagir quando tinha 8 anos em um jogo de Futebol Americano.


Algumas pessoas até chegam a visitar a casa, para ver os avós das crianças, já que eles eram tão adoráveis e também, porque sabiam que eles estavam passando por uma situação complicada. Mas sempre que chegavam, os velhinhos não estavam.


As crianças então pegam os avós em situações extremas... tipo o velho com o cano de uma espingarda na boca, pronto pra se matar... mas quando flagrado dizia "Estava só limpando!".


Bizarrice a parte, eles decidem dar um jeito de vazar daquela casa.  


No que seria o último dia, a garota consegue limpar a câmera da webcam e fala pra mãe que os avós estão agindo estranho. Daí, enquanto os avós conversavam com uma garota que havia visitado eles anteriormente, numa aparente discussão, os garotos mostram eles pela web para sua mãe... tal qual não os reconhece e pior, diz que aqueles não são os pais dela.


Os garotos descobrem então, na última noite, que passaram vários dias com estranhos, que tomaram o lugar de seus verdadeiros avós, e em choque, decidem dar um jeito de fugir... porém, eles encontram a tal garota que visita, enforcada... e são mantidos dentro de casa, ao anoitecer.


Rola um senhor momento tenso, com os avós mantendo as crianças por perto, após o anoitecer, com o pretexto de jogar um pouco com dados... 


Daí, a menina cameragirl decide deixar o irmão, sozinho, distraindo os velhinhos, enquanto procurava pelos verdadeiros avós, no porão da casa (lugar que eles estavam proibidos de ir). Lá, ela não apenas encontra fotos e objetos dos avós verdadeiros, como também os próprios, mortos e presos em uma caixa.


Nesse meio tempo, a avó falsa começa a ter seu surto, enquanto o avô falso se caga todo... o garoto fica totalmente paralisado de medo, e o avô leva a avó para o quarto, onde a tranca. 


Então, ele vai até o porão, onde encontra sua netinha, e como castigo, a prende no mesmo quarto de sua avó.


Depois, ele pega sua fralda suja, e esfrega na cara de seu netinho, tal qual tava paralisado de medo.


Fim.

Minto, ainda tem mais... 

A mocinha fica desesperada, e com sua câmera, filma sua falsa avó tendo um ataque, agindo como se estivesse com o demônio no corpo. Ela então é forçada a subir na cama pra se manter salva, e então, forçada a se virar contra um espelho... Ela surta quando a velha bate com a cabeça dela no espelho, pega um caco e mata a vovó.


Então, ela pega a câmera, e quebra a maçaneta da porta, indo em direção a seu irmão.

Quando chega, ela ataca o velhote, tal qual reage e quase a mata, porém o garoto, surta por causa da fralda suja, e avança no velho como se estivesse jogando futebol americano, derrubando ele e posteriormente, batendo com a porta da geladeira na cabeça dele até matar.


Salvos, eles saem da casa e a mãe deles chega, junto com a polícia. 

Fim.

Minto de novo, ainda tem mais um pouco...

A moça finaliza seu documentário, com sua mãe perdoando seus falecidos pais. E posteriormente, promete jamais guardar mágoa de qualquer pessoa. 


Ela inclui então imagens de seu pai, ela e seu irmão no filme, coisa que ela havia dito que jamais faria por jamais ter perdoado seu pai, logo, ela o havia perdoado.


E por fim, o filme acaba.

Fim.

Minto de novo e outra vez (foi mal)...

O irmão da garota pede pra ela incluir ele fazendo um rap sobre toda a aventura que eles tiveram, e ela o faz, incluindo o mesmo nos créditos finais do filme. 


Agora sim, fim.

Sério, o filme é magnífico. Eu recomendo que assista, vale cada segundo.

Agora é isso... eu iria falar de Marble Hornets hoje, mas não vai dar tempo... então dividirei a análise em duas. Amanhã falo de Marble Hornets.

Ah, e desculpem pela demora pra postar novamente... é que to trabalhado em uma análise realmente enorme, e quero que ela fique perfeita. Planejei postar ela ainda esse mês, mas infelizmente não será possível. Mas tentarei fazer a postagem ainda amanhã.

É isso... até a próxima... que será logo em breve...

Continua...

5 comentários:

  1. Sr Morte (sim parei de te chamar de carinha) o filme parece interessante,a unica parte que achei meio ruim foi as crianças não parecerem muito abaladas(pelo menos no seu texto não pareceu) de resto o filme é legal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato elas não ficam necessariamente "abaladas", mas elas mudam bastante entre o final e o pós crédito. Depois no pós crédito parece que elas voltaram ao normal.

      Excluir
    2. Mas o pos credito se passa quanto tempo depois?

      Excluir
    3. Ao que tudo indica, não muito. E também fica evidente o fato deles estarem bem, pois o irmão faz um rap sobre o ocorrido enquanto a irmã penteia o cabelo na frente de um espelho.

      Excluir
    4. Bom então acho que no futuro ele será um sociopata de um filme trash então. Pelo menos é melhor que ser um mendigo

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores do Google+