PesquisaMorte:

ArquivoMorte

FeedMorte

CadastroMorte

Cadastre seu e-mail aqui:

Delivered by FeedBurner

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

O(s) Filme(s) Achado(s) de Hoje: The Gallows, Afflicted e The Taking of Deborah Logan.

Então, hoje serão 3 filmes, dois por recomendações e um por curiosidade... um deles me decepcionou muito, os outros dois me agradaram pra caramba.

Aqui segue minhas impressões sobre: The Gallows (A Forca ou Charlie Charlie), Afflicted (Infectado) e The Taking of Deborah Logan (Sei la como chamam em br),


Só pra constar, se você não conhece nem assistiu esses filmes, e não ta afim de saber a história antes de assistir, nem continue a ler, pois tecnicamente eu vou resumir as histórias e explica-las... cabe a você decidir se quer ou não continuar... sem contar que se você tem medinho com facilidade... também pode não ser uma boa ler... algumas imagens podem ser perturbadoras.

Boa Leitura!

Então, vou começar pela ordem em que assisti:

The Gallows



Quando fiquei sabendo da existência desse found footage foi na base da surpresa. Minha amiga mencionou em piadas o nome Charlie Charlie, e eu fiquei um tanto quanto curioso, perguntando o que era isso. Ela me explicou que era um espírito que tava na moda na época, e que tinham ocorrido até incidentes em escolas com esse nome envolvido. Pois bem, posteriormente eu vi em jornais e em pesquisas que tinham crianças invocando o espírito de Charlie Charlie através de uma brincadeira idiota... 


Depois vi que isso não passava de uma interpretação equivocada de uma propaganda de um novo filme que seria lançado, tal qual era nomeado provisoriamente de "Charlie Charlie"... pois é, a surpresa foi saber que esse novo filme de terror era um found footage, e que estavam investindo pra caramba na publicidade dele, bem como fizeram no passado com "Atividade Paranormal", logo, eu fiquei bem empolgado.

Mas quando finalmente consegui assistir... foi uma decepção das grandes.

A história do filme é basicamente essa:

Num ligeiro prólogo é mostrada uma Peça de Teatro, onde o climax seria o enforcamento do protagonista, só que a peça foi arruinada quando o ator se enforcou de verdade por conta de uma falha no palco e na forca.



Anos depois, um novo grupo de adolescentes acaba reencenando a peça, dando vida novamente a intitulada "A Forca". O nome do ator que se enforcou acidentalmente era Charlie, por essa razão seu nome não podia ser dito pra não trazer azar pra peça (esse nem é um detalhe importante, mas como fez-se todo um alarde com relação a ele, não custa mencionar).



Pois bem, um dos pseudo-atores era um atleta, filho de um dos caras que participaram da peça no passado, e também um idiota que só entrou pra peça por causa da mocinha que beijaria o enforcado (ele passou a interpretar o enforcado). Mas devido as zoeras de seus amigos ele decidiu deixar a peça, mas não de uma forma comum tipo "Ah, quer saber, to saindo!" não... ele precisava destruir o palco junto com seus amigos, pra que a peça não pudesse ser apresentada e assim, ele não precisasse pagar mico.



Então, na véspera da apresentação, ele e seus dois amigos (uma menina e um menino, ambos namoradinhos) vão até a escola, entram por uma porta que não tinha tranca, e começam a destruir tudo.



Até que coisas estranhas acontecem, a mocinha que beijaria o enforcado aparece do nada e pega os caras no flagra, e depois de uma briguinha, eles tentam sair... mas a porta que não tinha tranca estava trancada.



É ai que todos entram em desespero e um cara, vestido de carrasco faz aparições do nada, e começa a enforcar geral.



Dois morrem enforcados (os namoradinhos) e no fim, o atleta descobre que seu pai deveria ter interpretado "O Enforcado" no lugar de Charlie, e Charlie era pra ser "O Carrasco", mas como o cara faltou (porque ficou doente) cancelaram a participação do Carrasco e fizeram o Charlie se enforcar (o que deu errado... ou certo... depende do ponto de vista) e agora, o espírito dele estaria se vingando. Daí pra salvar a vida da mocinha, o cara se enforca, mas a mocinha começa a encenar como se tivesse representando.



Então, após a morte do protagonista, alguns policiais vão até a casa da única sobrevivente (com câmera), o que acaba revelando que a mocinha era filha da antiga namorada de Charlie, e que mãe e filha haviam arquitetado um plano de vingança junto com o espírito do Charlie. 




Fim.

O formato desse filme é o classicão de Found Footage: jovens gravando por gravar com uma câmera e celulares. Por essa razão a filmagem é ruim, mas eles exageraram nesse quesito e ao invés de soar realista, ficou apenas ruim mesmo. 

A ideia de um Espírito Vingativo é boa, mas só ela, sozinha, não convence em nada, principalmente quando apresentada dessa forma: Mulheres loucas invocam o espírito de um cara que morreu pra se vingar do filho de outro cara, que não tinha absolutamente nada haver com a morte. Até mesmo as histórias da série "Supernatural" tem mais conteúdo que isso (e olha que Sobrenatural/Supernatural tem alguns episódios pra la de clichês.)

O enredo não é ruim, mas não é nada impressionante. Os efeitos são imperceptíveis, se é que tem algum... e há momentos em que ocorrem coisas sobrenaturais que não fazem sentido algum, como a primeira coisa bizarra que é um armário abrindo sozinho, sem que o cara percebesse (nossa, que medo). Pior é a forma como os personagens interagem e tomam decisões (nem falo de atuação) onde, mesmo percebendo que tudo ali não é normal, que tem coisa bizarra acontecendo, geral pensa de forma idiota. Tipo, eles pensam em chamar a polícia acionando o alarme da escola, daí são atacados pelo Carrasco, fogem, encontram os amigos mortos, e decidem voltar pro local onde o carrasco os atacou, por achar que a polícia já havia voltado e desligado o alarme... afinal o maldito carrasco não poderia ter desligado o alarme... O filme é fraco... essa é a verdade. Escuro de mais, sem emoção alguma... perto dos próximos que falarei, ele é uma piada.

O segundo filme que vi foi Afflicted, por recomendações de um leitor. 

Afflicted



Eu já havia visto várias vezes o trailer desse filme, onde a sinopse fala de um cara descobrindo super poderes e posteriormente se dando mal. Eu imaginei que seria uma tentativa de plagiar a ideia de "Poder Sem Limites", que também é um Found Footage de Super Heróis, mas dessa vez tentaria por "terror" no meio. Nunca estive tão errado na vida.

A história do filme é essa:

Um cara em estado terminal (com uma doença no cérebro que podia mata-lo a qualquer momento) decide fazer um documentário de viagem, junto com seu amigo. Ambos viajariam o mundo e postariam seus vídeos periodicamente, pedindo inclusive dicas, conselhos e desafios para os telespectadores.



Logo na primeira viagem, acontece algo estranho: O cara em estado terminal pega uma mina. Só que, seu amigo (junto com mais dois amigos do país que eles estavam) decidem zoar ele e invadem o quarto em que ele estaria com a garota, encontrando-o todo ferrado e jogado na cama, cheio de machucados e sem qualquer sinal da garota (exceto todas as roupas dela e pertences jogados).



Depois disso, o cara em estado terminal e seu amigo de viagem vão pra outro país, onde o cara não consegue comer, nem ficar acordado, e coisas estranhas ocorrem como a pele dele queimar bonito no sol.



É ai que eles descobrem que ele tinha virado um Vampiro, e estava desenvolvendo as habilidades de vampiro. Ele então descobre que está super forte, e super rápido, e que pode pular super alto, além de ter uma sede de sangue insaciável.



O amigo dele até tenta dar sangue de animais e em conserva pra ele, mas como comida, ele vomitava tudo. É então que o cara sai de si e vira um monstro, e quando seu amigo tenta dar seu próprio sangue pra ele, ele acaba atacando-o e matando ele.



Após uma tentativa de suicídio frustrada, o cara decide ir atrás da garota que ele tinha pegado, acreditando que ela tinha transformado ele naquilo, e de fato, quando ele a encontra, ambos lutam e ele descobre que ela era um vampiro, e havia transformado ele com boas intenções, pois ele estava em estado terminal e na forma de um vampiro ele viveria pra sempre... inclusive ela enfia uma estaca no coração dele só pra comprovar isso.



Daí ela explica que não tem cura, e que ele precisa se alimentar, e que caso ele não tomasse sangue de pessoas ele enlouqueceria e mataria assim mesmo, onde seria mais vantajoso escolher quem ele mataria do que matar descontroladamente. Então, ele vira um super herói, que mata pessoas más, e sua primeira vítima é um pedófilo. 



E antes de tudo terminar, o amigo dele, que ele tinha sugado o sangue... faz uma participação especial atacando alguns adolescentes.



Fim 

A história resumida pra caramba é essa. Ela é muito boa e surpreende, principalmente com o final. A mitologia dos "vampiros" foi muito bem aproveitada e a mescla duvidosa de um "found footage" com esse tema ficou simplesmente perfeita. 

Os efeitos são muito bons, e se não fosse pelo fato do tema "vampiros" ter ficado um pouco defasado no mundo do terror (um dia já foi fod4 nesse sentido... hoje em dia... "Crepúsculo"... deus...). De certa forma esse filme conseguiu ser melhor que outro filme, também Found Footage sobre vampiros :"Black Water Vampire". Há um realismo indiscutível nos efeitos, principalmente pra pele queimando no sol, e pro visual do vampiro quanto sedento.

Ele não assusta, apesar de ser um filme de "terror"... ele mostra a perspectiva do "vilão" (mais ou menos) então, quem assiste enxerga as coisas pelo monstro, não pelas vítimas.

E a justificativa pras câmeras, foi ótima: Documentários pro YouTube! Aliás, o vídeo continua após a morte do câmera man, pois o vampiro decide gravar tudo em homenagem a ele... é emocional e lógico rs.


Eu gostei, então obrigado sr Paulo pela dica.


Por fim, vem...

The Taking of Deborah Logan




Também uma recomendação, esse filme eu não conhecia, nem mesmo por trailer. Pois bem, a história é essa:

Uma garota e sua equipe começam a filmar uma idosa e sua filha, convivendo em sua casa numa fazenda.




A razão da filmagem é registrar a vida de alguém com Mal de Alzheimer, para um documentário. 



Porém, durante as gravações o que normalmente é comum para pessoas com alzheimer passa a se tornar um terror, e coisas estranhas passam a acontecer.



Com isso, a equipe de filmagem descobre segredos obscuros sobre o passado da dita fazenda, que era uma pousada, onde dentre seus hospedes houve um cara, que tinha assassinado 4 meninas para um ritual satânico de vida eterna que envolvia cobras.



Pois bem, esse cara tinha morrido quando ia sacrificar sua última vítima, a 5° garota, que era a filha da velhinha com alzheimer. Então, depois de várias ocorrências macabras, todas registradas pelas câmeras, descobrem que a velhinha estava possuída pelo espírito do cara assassino, e ele estava atrás de sua 5° vítima.



Depois de uma assustadora crise, a velha vai pro hospital, e aproveitando seu estado no hospital, a velhinha sequestra uma menina com câncer que estava internada e foge pra uma caverna, onde os rituais poderiam ser realizados e finalizados.



Depois de algumas mortes, as moças (a "repórter" e a filha da velha) conseguem deter o espírito maligno, no momento em que ele estava degustando o 5° sacrifício.



Após queimar os restos mortais do cara assassino, geral comemora e o documentário acaba... com a velhinha sendo presa por homicídio.



No final, ao entrevistarem a menina que tinha câncer, milagrosamente curada, ela fala de uma forma suspeita, e diz que tem planos para o futuro.




Fim

Resumindo... mas resumindo muito, essa é a história do filme. Detalhe: No final é insinuado que o ritual de vida eterna funcionou, e o espírito do cara possuiu a menininha que tinha câncer, razão pela qual ela foi curada.

Esse é um found decente, com ótimos efeitos e uma história interessante. Ele tem elementos de mockumentario, e também tem uma coisa muito chata, e que poucos found footages usam (mas se bem usado, pode ser perturbador): Mensagens Subliminares.

Isso era bem comum em filmes de terror no passado, onde imagens ou sons "secundários" passavam na tela, sem que a pessoa percebesse e sem fazer parte do filme, propriamente dito. Rolavam teorias satânicas e tudo mais. (Tem uma emissora de televisão que passa anúncios de cosméticos usando essa técnica, de piscar a imagem rapidamente na tela.) Apesar da pessoa não perceber o que passa, o cérebro percebe, e ai vira merd4, porque ele se assusta, e faz a pessoa pensar que tem algo observando, é bem tenso.

Esse filme tem disso, e eu percebi porque meu amigo me fez pausar o vídeo pra fazer um comentário, e bem, olha o que apareceu:



Apesar de apelar pro lado negro dos filmes de terror, esse é um ótimo filme, principalmente pelo tema: Alzheimer. Cara, eu não sei se me assusto mais com o fato do filme usar mensagens subliminares o tempo todo e provavelmente ter inserido um monte de informações no meu cérebro sem eu saber, ou com o fato dele mostrar coisas que aconteceram comigo recentemente.

Minha avó morou na minha casa por um tempo, e isso é bem recente, antes dela ser internada. Ela tava com alzheimer, e era comum encontrar as janela abertas de noite, coisas fora do lugar ou sumindo, ela andando por ai no escuro, falando sozinha, e quando questionada ela dizia "Não fui eu" e negava até o fim, se irritando inclusive. Ver isso retratado no filme e somado com o tema "Possessão" me deixou meio aflito. Sei que isso não faz parte da minha realidade, mas foi bem próximo e isso assusta. Esse é o objetivo de found footages, e nesse sentido The Taking of Deborah Logan foi muito bem sucedido. 

Bem, devo agradecer ao Sr Abyss pela recomendação. Bom filme!

Bem, é isso. Esses são os founds que assisti, e essas são minhas impressões. Espero que tenha curtido e se tiver afim de assistir, boa sorte: O primeiro é clichê, o segundo entretêm bem, e o terceiro assusta um pouco. 

É isso, até a próxima!

12 comentários:

  1. Eêêêê!
    Minha recomendação apareceu! Desculpa passar esse tempão para comentar...
    Tentei fazer uma conta no Google, mas, não deu. Parece que meu telefone é inválido sei lá...
    Não conheci essa da velhinha com Alzheimer, mas, fiquei meio chateado com esse tema. Meu vovô tem Alzheimer. =(
    Fico feliz que tenha aproveitado o filme "Afflicted". Prefiro o nome original mesmo. O cara tá aflito pois virou algo que não sabe o que é. Já a tradução deixa muito a desejava. "Infectado". Sendo que a moça explica para ele que não se trata de uma doença.
    E o filme "The Gallows" ainda vou assistir.. Sou teimoso! rsrs
    Obrigado de verdade Sr Morte.
    E que venham mais dicas de Filmes Achados!

    Sr Paulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hei sr Paulo!

      Também fiquei estranho com o tema Alzheimer, como mencionei minha avó também tem... é algo próximo e triste... mas o filme é bom.

      Traduções brazukas são uma merd4 na maioria das vezes... dificilmente são decentes ou corretas... ou pelo menos coerentes, pois como você mencionou: Infectado???!!! Se não era uma doença?!?! rs.

      Teimoso mas vai la... as vezes você curte... cada um tem seu gosto né não.

      Sr Paulo, obrigado digo eu... queria ver filmes e você recomendou ótimos. Agora vou tentar fazer uma análise de game pra fechar Setembro... (tenho 2 dias... será que consigo?!?!) dai faço mais uma de filmes... e agora vai ter Filme Achado e Recomendado... com uma mescla de AnaliseMorte... eu fiz uma assim uma vez, vou fazer outra.

      Excluir
  2. Consegue sim Sr Morte!
    Bora fechar esse mês com chave de ouro!
    Ah, por falar em anime, eu assistir um esses dias. Obrigado pela minha irmã: Madoka Magica. É esse animes estilo "shoujo" com meninas fofas, magia, etc. Achei que seria igual a Sailor Moon, porém quebrei minha linda carinha kkk
    Rapaz, eu assistir o primeiro o episódio, achei meio chatinho, mas, quando assistir o terceiro episódio eu fiquei assim: "Caraca velho! Isso não é desenho pra criança não!" rsrs. A abertura é fofa, mas não se engane não. O anime é sombrio pacas (e bem loko também...)
    Eu acabei gostando do anime kkk Até baixei a música da segunda ending kkkk
    Se tiver um tempinho, dá uma olhada nele. Talvez o Sr goste, talvez não...
    É isso aí!
    Abraços

    Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bateu vontade de assistir agora... mas se eu assistir, não terminarei a análise... que seja, vou assistir!! Pelo menos até o terceiro pra ver o que acho e se curto rs. Torcendo pra ser estilo Elfen Lied.

      Vlw sr Paulo

      Excluir
    2. Oxiiii... o negócio mudou completamente no 3° episódio mano Oo... percebi que o bagulho era tenso ao ver que as meninas tinham de vender a alma pro demônio pra se tornarem Mágicas, e com isso teriam de lutar contra Bruxas, que pelo que eu vi são distorções macabras da realidade... mano... os traços me lembraram desenhos de terror franceses (que são os que mais me assustam, até mais que japoneses) e pra variar, a história é boa Oo... o que me mais me espantou, foi a mudança do encerramento no 3° episódio... eu achei estranho seu comentário sobre ter baixado a segunda ending... agora entendi. Trocaram como forma de assinar a obra... muito bom. Só lamento o fato de não ter sangue (seria bem mais espantoso se naquela cena rolasse um sanguinho, além daquele do poder derretendo rs) mas mano... muito bom mesmo. Vou ter minar de ver pra confirmar se continua nessa onda bizarra... alias... lembrei muito de Skull Girls (um jogo de luta, que a muito fiz uma análise mas deletei, antes de publicar, pois fiquei com vergonha rs);

      Excluir
  3. Fico feliz que tenha curtido. Também achei o negócio tenso e céus, só vai ficando pior. Até fiquei depressivo depois que acabei de assistir.
    Destaque para Homura Akemi. Cara, eu achei essa mina bad ass demais! kkk. Mas eu sou meio suspeito de falar, já que amo personagens "frios".
    Só não recomendo assistir os filmes, sei lá, não fizeram jus ao nome da série, além de estragar tudo!
    Abraços

    Paulo
    (um dia ainda crio uma conta no google!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É cara, pode não sair a análise nesse mês, porque eu quero assistir mais Madoka Magica rs... mas já escrevi bastante da análise. Ta praticamente pronta, falta só por as fotos.

      Se eu digitar loucamente consigo postar até meia noite... mas não... melhor fazer com calma e direito do que fazer de qualquer jeito. Vou assistir!!!

      Sr, tem outro anime que andei assistindo, não é bizarro mas vai na onda de Sword Art Online, chamado "Overlord". Eu to curtindo. Da uma olhada...

      Excluir
    2. Só pra constar, terminei de assistir e cara, obrigado. Sr Paulo, foi um anime que me ensinou bastante, acredite. E apesar de estranho... ele é simplesmente genial.

      Excluir
  4. Sabe, eu amo o pc da minha empresa, escrevi um comentário uns dois dias apos o Sr fazer essa postagem, até ai beleza, como de costume eu entro no blog e vejo se tem algo novo, até que hoje eu percebo que meu comentário não tinha ido, pq a net aqui da empresa ta um lixo, resultado sumiço aparente novamente, cara que ódio...

    Fico feliz que tenha gostado de minha sugestão Sr, deu ate vontade de revê-lo só pra tentar achar todas as mensagens contidas no mesmo :v. Agora só preciso guardar um tempo pra poder assistir as outras recomendações desta mesma analise, parecem ser otimas xD.

    Sr não lembro se comentei contigo mas estou fazendo curso de game designer e consequentemente fazendo um game estilo Action com mescla de RPG, vai demorar uma cotinha pra ficar pronto ainda afinal meu curso acaba só em 2017, mas assim que ficar pronto seria uma honra se o Sr pudesse o analisar o/



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria uma honra digo eu.

      To bem sumido ultimamente, mas é pra um bem maior. To melhorando meu pc, trocando as peças e tudo mais. Já consigo emular perfeitamente o Game Cube e o Wii (o que é muito bom, pois significa fotos de melhor qualidade pras postagens! Já que minha placa de captura de vídeo é uma porcaria, e apesar de eu ter os video games, jogar por eles não me permite tirar fotos =/ mas pelo pc sim, e mano, Zelda Skiward Sword e Zelda Twiligth Princess rodaram no talo!!!) Meu objetivo é conseguir emular perfeitamente todos os emuladores até então (inclusive o Citra) para poder tirar fotos de todos os jogos que jogarei a partir de hoje (já faço isso mas acaba sendo bem demorado... por exemplo, terminei a análise de Kingdom Hearts, mas as imagens que foram muitas - mais de 7.000 - não ficarão nada boas e ta bem difícil selecionar... o que é uma pena pois em KH Birth By Sleep as imagens ficaram impecáveis. O problema é que eu joguei no próprio PS2, e minha placa de captura não ajudou muito...) Mas então, eu vou investir muito mais no meu pc, pra trazer análises melhores. Enquanto isso to terminado de editar a de KH1, e depois, logo depois, acho que num vai demorar nem uma semana, vou postar uma de Zelda (só n sei qual dos dois... SS ou TP... eu amo os dois!)

      Enfim, será muito honroso pra mim ter a chance de analisar seu jogo! (quem me dera fazer um curso de designer também... sei lá, vou amadurecer a ideia).

      Flw sr Abyss!

      Excluir
    2. Mais Zeeeeeeeldaaaaaa \o/

      Tenho que comprar um PC, tá difícil produzir o game no meu not, por mais que ele seja relativamente potente o fato de ser um not atrapalha um pouco...

      Cara eu recomendo muito fazer, é algo divertido e mesmo que não siga a carreira todo conhecimento que pudermos adquirir sempre é valido xD.

      Eo melhor disso tudo é que vc começa a ver os jogos com outros olhos, um olhar mais critico e analisador, coisa que o Sr já tem xD

      Excluir
    3. Caça, to realmente pensando em cursar alguma coisa... vou investir nisso.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores do Google+