PesquisaMorte:

ArquivoMorte

FeedMorte

CadastroMorte

Cadastre seu e-mail aqui:

Delivered by FeedBurner

domingo, 13 de setembro de 2015

AnáliseMorte: Gantz... AnimeMorte: Gantz... O Filme Achado de Hoje: Gantz... eta.

Heh... demorou mas chegou!!! 

Faz tempo, muito tempo que não digito algo tão decente quanto tentarei fazer com essa postagem, então peço apenas que leiam e se divirtam!

O texto de hoje será sobre um Anime, um Mangá e um Filme... ou mais especificamente falando: As Duas Partes de Gantz!


Apesar de ser uma análise tripla, divida em duas partes, irei fazer tudo em uma única postagem, então já sabe né, será longa, enorme! Mas rica em informações, detalhes e como sempre: Spoiler.

Antes de ler esteja ciente de que esse será o texto com maior quantidade de spoilers já compilado nesse blog. Sério, eu praticamente dissequei o enredo aqui, três vezes... se você não conhece Gantz e não quer conhecer, nem continue sua leitura. Se você conhece... pode ser interessante ler. 


Bem, nunca falei de mangas ou animes antes, então essa será a primeira análise desse tipo. Acredito inclusive que o mesmo se aplica a categoria "filmes" pois eu nunca falei de Live Actions... é, será uma análise pioneira.

"Gantz" é uma história que fala de grupos de pessoas, que após morrerem foram selecionadas e ressuscitadas por uma estranha Bola Preta, denominada Gantz. Porém, para permanecerem vivas, elas precisariam lutar e caçar Alienígenas que viviam em meio a humanidade, de uma forma invisível. 

Essa é a premissa de Gantz... parece bem simples mas tudo vai se tornando mais complexo ao longo da trama: Pessoas mortas, ressuscitadas por meio de clonagem; Armas supertecnológicas desenvolvidas para destruição em massa; Alienígenas camuflados sendo caçados por pessoas invisíveis no meio de pessoas normais; Uniformes que expandem os músculos do corpo e aumentam a potencia humana... enfim, uma penca de coisas que juntas formam um enredo de ficção científica bem manjado. 

Entretanto, esse mesmo enredo foi explorado de formas diferentes, através do Mangá, do Anime e do Filme. Por mais que a base para todos eles fosse a mesma, no fim cada um tomou um rumo bem diferente.

Gantz Anime


Conheci Gantz através do anime, e confesso que adorei quando comecei a assistir, achei a história envolvente e gostei da forma inovadora dos traços. Desenhos com traços "realistas" porém dentro do estilo "mangá" e em paisagens 3D redesenhadas... eu gostei bastante do visual.

Fiquei um tanto quanto enojado em certos momentos pelo excesso de erotismo e carnificina, mas depois entendi que isso não era nada comparado ao que tinha no mangá. Apesar de grotesco, tudo fazia parte do roteiro.

Sem comparar, o Anime é muito legal... até a segunda parte. É ai que tudo começa a desandar (algo que curiosamente se repetiu no mangá).

"Anime" é um desenho animado feito a partir de traços de um mangá já existente, ou desenvolvidos com traços de mangá mesmo, mesmo com história original. A diferença é que quando um Anime é produzido a partir de um mangá já existente, ele tende a fazer alterações no roteiro ou modificações visuais, para adaptar as imagens das revistinhas pra televisão, em algumas situações até mesmo censurando (até mesmo em Gantz ocorreram certas "censuras").

É até comum ver finais originais nos animes, pois as vezes eles são feitos sem que o Mangá original se quer tenha terminado de ser produzido. Alguns animes acompanham o mangá, outros encerram a história de uma forma paralela. Gantz fez isso, e por conta disso acabou gerando um final ruim, pior até mesmo que o final real do mangá... mas falarei disso no fim da análise.

O anime é uma adaptação com pequenos cortes e algumas modificações, como inclusão de personagens e substituição também, para validar a conclusão. Mas em geral, apesar de erros técnicos e interpretativos, conseguiu dar vida ao mangá.


Gantz Mangá


Depois que vi o anime fiquei perplexo, achei o final sem pé nem cabeça, nem nexo algum com tudo o que vi no começo do mesmo. Então, eu decidi pesquisar e descobri que no mangá, a história não havia acabado daquela forma, e havia continuado. Na época ainda não havia um final pro mangá e ele estava em produção, então eu decidi ler.

De inicio adorei, pois de fato o que o anime havia mostrado era muito diferente do que o mangá buscava apresentar, então permaneci acompanhando o mesmo... até chegar a um ponto no qual me arrependi.

Mangás são histórias orientais, desenhadas como gibis, porém no formato de leitura do oriente (da direita pra esquerda). Geralmente, normalmente e culturalmente são em Preto e Branco, mas são tão bem sombreados que é possível enxergar "cores" com o poder da imaginação.

Gantz segue esse padrão, com seus traços mais americanizados e realistas, mas segue (quando digo "americanizados" é porquê o estilo Mangá de Gantz não tem padrões clássicos dos mangás, como olhos enormes e traços infantilizados... tudo busca mais o realismo). Algo que chama bastante a atenção são as paisagens, que são como fotos, de tão bem feitas (ao que tudo indica de fato são fotografias de locais reais, redesenhados, contornados e enfeitados para o mangá).

Bem, a história do mangá continua muito além do que o anime mostrou, porém esse "além" se estende tanto que se torna confuso e enjoativo... e infelizmente chega num ponto em que decepciona. Mas... também falarei disso no final.


Gantz Filme


Depois de terminar de ler o mangá, eu soube do Live Action dele, um filme, divido em 2, tal qual contaria a mesma história do mangá, mas com pessoas reais. Alias, Live Action é basicamente isso, um filme baseado em uma história animada, gibi ou mangá, interpretada por pessoas reais em cenários reais, ao bom e velho estilo hollywood.

Normalmente, filmes Live Action não conseguem alcançar o brilhantismo da obra original, seja um mangá, um jogo, um desenho animado, etc. Sempre acaba interpretando livremente de mais, e se distancia dos elementos originais, como foi o caso do Live Action de Resident Evil (que não tem absolutamente nada haver com a franquia de games) ou o de Dragon Ball (que nem vou mencionar mais... deus...).

Apesar de tudo, Gantz - Live Action, consegue mostrar exatamente aquilo que o mangá mostrava, e foi uma adaptação brilhante do mesmo, trazendo não apenas uma animação ainda mais decente e perfeita que o Anime, mas também uma conclusão melhor, inclusive, que a do próprio Mangá. O filme é a estrela da vez... no final você entenderá porque.

A história base de todos é a mesma, então não irei falar dela agora pra não ficar algo muito repetitivo. Gantz, a primeira parte, é dividida em 4 grandes principais eventos, e são desses eventos que falarei e compararei entre as três obras. Antes de tudo, vou apresentar os personagens principais... alias... os mais importantes, e explicar suas diferenças e semelhantes entre Mangá/Anime/Filme... e acredite, há grandes diferenças.

0 1N1C10

Kei Kurono


Kurono é o protagonista de Gantz, e em todas as obras ele é o principal mesmo. Porém, a importância dele varia de uma versão pra outra, além de suas características e personalidade.

No Mangá, Kurono é um adolescente grosseiro, com tendências pervertidas, mas nada exagerado. Por ter 15 anos, o cara ainda é virgem e faz coisas que todo garoto virgem adolescente faz. Ele mora sozinho, e estuda (a família dele, ao que tudo indica, banca os estudos e o apartamento dele, que serve como um alojamento escolar). Pois bem, o mangá começa com ele voltando da escola, no metrô, quando encontra um antigo cara que ele defendia quando era criança (afinal Kurono tinha tendências heroicas).



Mas, um mendigo cai nos trilhos, e esse mesmo cara decide pular pra ajudar. Kurono apenas observa, mas o cara olha pra ele e praticamente o ordena a ajudar, fazendo com que ele pulasse nos trilhos por puro impulso ao ser reconhecido.



Só que ao ajudar o mendigo, o trem chega e tanto Kurono quanto seu antigo colega começam a correr nos trilhos, com o intuito de chegar até o ponto onde o primeiro vagão do trem sempre para, e assim se salvarem. Mas, o trem era expresso, e não pararia. Quando eles se dão conta, já estão com as cabeças voando pelo impacto do trem.



No Anime, Kurono é ainda mais grosseiro e pervertido que no mangá, ele também se importa bem menos com as pessoas e é mais arrogante. Ele tem todas as mesmas características de sua versão mangá, o que muda é que ele tem ereções na escola... sim... o anime começa com Kurono tendo ereções na escola ao alucinar com todas suas colegas e sua professora nuas, durante a aula, e uma aluna percebendo "seu negócio duro". É... é bem tosco mas acontece.



Pois bem, após esse evento desnecessário, Kurono vai pro metrô e lá, encontra seu antigo colega, e um mendigo cai nos trilhos. Seu colega pula pra ajudar, e quando ele é reconhecido acaba indo por impulso, bem como no mangá.



O que muda é que, quando o trem começa a chegar, eles nem tentam pular ou se quer pensam em sair dos trilhos... ambos apenas correm feito idiotas por mais de 1 minuto, até perceberem que é um trem expresso e serem mortos. Por ser uma animação, os eventos são esticados (clássica enrolação pra durar mais), mas a cena em si é tão estúpida que é difícil entender como dois caras, um tendo quase 2 metros de altura, morrem atropelados por um trem, sendo que tudo que precisavam fazer era subir de volta pra plataforma, já que havia muito tempo pra isso.



No Filme, ele é um jovem adulto, que vai a faculdade (acho que é a faculdade) e busca emprego. Em termos de perversão, ele é um santo perto de suas versões paralelas. Ele é menos arrogante e egoísta, mas ainda pensa mais em si mesmo do que nos outros.



Ele também é pego pelo trem, mas a cena do impacto é mais realista: Seu conhecido, antigo amigo da escola, aparece no meio da multidão e pula nos trilhos do metrô pra salvar um senhor bêbado que caiu, então quando seu amigo o reconhece, ele pula por puro impulso apesar de tentar se esconder, e ajuda ele no resgate.



Entretanto, quando o trem está prestes a chegar, ambos tentam subir de volta pra plataforma mas em meio a adrenalina escorregam, e optam por correr até o local onde o trem pararia... é quando descobrem que é expresso e são atropelados.



Pois bem, depois de atropelado pelo trem do metrô, Kurono e seu amigo acordam num quarto, com outras pessoas olhando, e uma enorme Bola Preta no meio.

Kato


Eis o conhecido, antigo amigo e colega de Kurono, também responsável pelo ato heroico e meio suicida que acabou levando ele e Kurono pra morte. Kato é quase um protagonista, tendo direito a história própria e uma personalidade que muda um pouco dependendo da versão, mas sempre gira em torno da mesma.

No Mangá, Kato tem uma ligação fortíssima com seu irmão menor, é calmo e bem sentimental. Ele é sério, e tem o dom da liderança na veia, e apesar de alto e forte, ele mantém o controle praticamente o tempo inteiro e sempre se mantém calmo e paciente, mesmo quando com medo e paralisado, ele busca organizar seus sentimentos e tomar as decisões corretas. Kato era amigo de infância de Kurono, e diz várias vezes ter se inspirado nele pra se tornar quem se tornou. Ele também é estudante, e em sua escola ele defendia os mais jovens e indefesos dos valentões.



Ele nem espera Kurono culpa-lo pela morte de ambos, e diz que lamenta muito por ter levado ele consigo pro túmulo. Kato passa a se responsabilizar por Kurono, e há momentos em que ele declara que prioriza a vida de Kurono além da sua própria. Apesar disso, Kato se importa muito com seu irmão menor, e sua maior motivação pra sobreviver é voltar pra seu irmão. Ambos vivem na casa de uma tia, tal qual trata eles como lixo e não oferece nada além de um quarto pra eles dormirem. Kato entretanto chega a juntar dinheiro (aparentemente ele trabalhava) pra comprar um apartamento pra que ele e seu irmão vivessem em paz...ele até chega a comprar mas não sobrevive a tempo da mudança.



Ele sempre lembra de como Kurono era incrível quando criança e menciona o passado, e ele sempre acaba demonstrando de alguma forma um pouco de orgulho e inspiração para com seu amigo.


No Anime, Kato é praticamente um bebê chorão, onde ele coloca todos seus sentimentos e emocional acima de qualquer coisa. Ele grita, berra, chora, esperneia... ele é um marmanjão que irrita com todo seu sentimentalismo e drama em excesso. Ele demonstra liderança, mas de uma forma mais mandona que o normal. Ele tem forte vinculo com seu irmão mais novo, e faz de tudo para protegê-lo. Ambos vivem de favor na casa de uma tia, que nessa versão agride o irmão menor sempre que pode. Kato não revida por não ter pra onde ir, porém ele junta dinheiro para comprar um apartamento e ambos conseguem se mudar pra la, pouco antes do fim trágico de Kato. Aqui ele também é um estudante, de uma escola de baixo custo (diferente de Kurono) e la ele é o valentão bonzinho, que luta contra outros valentões. Quando ele se mata, Kurono faz questão de jogar em sua cara que a culpa da morte de ambos foi dele, e Kato da uma de coitado e lamenta.



Apesar de tudo, Kato sempre declara o quanto Kurono o inspirou, e sempre relembra o quão destemido ele era quando criança e o quanto ele influenciou na pessoa que ele se tornou.



No Filme, Kato é mais sério e apesar de sentimental, ele não demonstra muito isso. Bem mais controlado que suas outras versões, ele sim demonstra grande liderança. Kato era colega de Kurono no passado, mas por conta de um acidente ele acabou indo pra um internato (na real, ele matou o próprio pai que agredia seu irmão menor, para defendê-lo) e após ficar livre, Kato e seu irmão passaram a viver sozinhos. Após o incidente com o trem, Kato pôde conversar mais com seu antigo amigo Kurono, tal qual ele havia reconhecido no metrô, em meio ao diálogo, Kato simplesmente insinua que Kurono havia mudado. Essa versão de Kato é tão forte e calma quanto séria.



Não há momentos em que Kato declara o quanto Kurono o inspirou, mas ele diz que Kurono já foi muito destemido e heroico no passado, só isso. Não chega a declarar amor nem nada, afinal ele é sério.


Kei Kishimoto


É a primeira mocinha que surge, por quem Kurono se apaixona, mas ela se apaixona por Kato, e bem... Kato parece ter uma quedinha por Kurono (hehe) então, forma um belo triangulo amoroso.

No Mangá, é uma garota ingênua, com feromônios caninos*. Ela surge nua na salinha de Gantz após cometer suicídio em sua banheira. Entretanto, seu corpo na banheira é resgatado por sua mãe e levado ao hospital, onde ela é ressuscitada, curada e recuperada, enquanto sua cópia gerada por Gantz fica na salinha.



É nesse momento que os métodos de Gantz são revelados: Ele copia o corpo e memórias da pessoa no momento de sua morte, e as recria em sua sala para seus fins maléficos. Ao acordar na sala, totalmente nua e molhada, ela quase é abusada por um membro da Yakusa (um dos que Gantz havia clonado, além dos principais) mas Kato a salva, gerando um "amor a primeira vista" por parte de Kishimoto. Posteriormente, devido sua situação como clonada, ela não pode voltar pra sua casa e acaba optando por ficar na casa de Kurono (já que Kato morava de favor até então). Ela fica com Kurono porém não se coloca como "parceira" e sim como "bichinho de estimação"... o que é estranho mas... é o que a acontece. (rola até tentativas de abuso por parte de Kurono mas ele se frustra sempre)



Kato da sua jaqueta para ela se vestir e cobrir seus avantajados seios, enquanto Kurono, todo esperto já se prepara devido suas observações, e veste o uniforme de Gantz que ele tinha. (Ao entrar na sala, Gantz, a bola preta, se abria e dentro dela haviam armas, maletas e uma pessoa encubada. As armas eram de tecnologia desconhecida, e seriam utilizadas para a caçada futuramente anunciada; As maletas continham Uniformes Gantz, que tinham a capacidade de aumentar a potência do corpo, sendo que cada maleta era nomeada pra cada um dos ressuscitados por Gantz, e os uniformes tinham o tamanho exato da pessoa; O cara dentro da bola não falava, nem esboçava qualquer reação, e aparentemente ele quem controlava todas as ações na salinha, como os teletransportes e as frases que apareciam na Bola, bem como as missões anunciadas.)



*Um dos ressuscitados por Gantz no mangá era um cachorro, tal qual vivia avançando em Kishimoto e lambendo suas partes intimas.

No Anime, Kishimoto é uma garota bem ingênua, só é um pouco mais dependente e apesar de também quase ser abusada e ser salva por Kato, e exalar feromônios caninos, ela é ainda mais dependente que no Mangá... mantendo-se próxima de seu herói Kato sempre que pode.


Ela também passa a morar com Kurono ao invés de Kato, onde o motivo é o mesmo e a forma também, porém isso ocorre antes de Kato e seu irmão saírem de casa e irem pro apartamento novo dele, pois quando isso acontece... o fim é eminente.


Kato também cobre Kishimoto com sua jaqueta, e Kurono veste o uniforme Gantz por mero instinto, e após os eventos da primeira missão, onde todos são teletransportados, Kurono da suas roupas normais para Kishimoto, ficando somente com o uniforme Gantz. Não há grande diferença nas duas versões nesse sentido, ambas cometeram suicídio por motivos mesquinhos, e também ambas acabaram sendo literalmente clonadas, onde a versão suicida foi resgatada a tempo e sobreviveu.



No Filme, Kishimoto é menos dependente, não muito mas é. Ela surge na história pelos mesmos motivos e como em suas outras versões, aparece totalmente nua... mas sem feromônios (afinal o cachorro não existe no filme).



Apesar de totalmente nua, ela não é quase abusada pois Kato a veste rapidamente, e de quebra, ela é a única a vestir o uniforme Gantz, além de Nishi. Kurono até pensa em vestir, mas acaba esquecendo e só leva a maleta pra primeira missão. Essa é uma adaptação genial, pois se parar pra pensar, a única com motivos reais para vestir o uniforme Gantz na salinha era Kishimoto, pois era a única que precisava de roupas.


Kishimoto é tão menos dependente nessa versão, que é a primeira a provar o potencial do uniforme, e salva a vida de Kato... falarei mais disso posteriormente. Bem, apesar de tudo, ela também acaba indo morar com Kurono, só que ela não passa pelas mesmas situações pervertidas que suas versões mangá e anime, e no máximo acaba tomando a cama de Kurono.



Nishi


Dentre todos que surgem na sala de Gantz, apenas um já estava uniformizado e aparentemente sabia mais que os demais. Esse era Nishi, um adolescente egocêntrico, mesquinho e que se achava.

No Mangá, Nishi diz que é filho de um Produtor de TV, que produziu o programa no qual eles estariam participando. Ele afirma que todos deverão "caçar" uma determinada criatura, anunciada por Gantz, a bola preta, e que caso fossem bem sucedidos, receberiam 10 milhões de yenes. Ele explica ligeiramente como tudo funciona, e é o primeiro a ser teletransportado. Entretanto, tudo o que ele diz é mentira, e na verdade Gantz promove a caça a Alienígenas, em troca de vida para aqueles que já morreram. Nishi fica de longe observando o massacre de suas "iscas" e quando o Alien se expõe, ele surge para matá-lo e ganhar os pontos da caça. Ele já tinha 90 pontos, e com 100 ele acessaria o Placar Gantz, tal qual tinha 3 opções: 1 - Ter sua memória apagada e ser totalmente livre. 2 - Ressuscitar alguém que morreu durante as caçadas. 3 - Ganhar uma Arma mais poderosa.



Nishi apesar de jovem, era o mais esperto dentre todos em Gantz, e estava a 1 ano participando das caçadas, mas para sua surpresa surge Kurono para roubar seus holofotes. Aliás, aparentemente Nishi planejava chegar aos 100 pontos e se libertar de Gantz, para não ter mais a mini bomba implantada em seu cérebro e assim, divulgar tudo o que aconteceu em Gantz e a existência do mesmo. Apesar como consequência da liberdade, ele ter a memória apagada, ele tinha um site onde já divulgava tudo o que acontecia em Gantz (o que indica que Gantz não podia navegar na internet, não sendo capaz de saber o que seus participantes compartilhavam online). Logo, mesmo após se libertar de Gantz e esquecer tudo, ele ainda teria os registros de tudo em seu site ou blog particular, e quem sabe com isso ele se lembraria de tudo. Bem, Gantz havia clonado todos, e por medida de segurança implantou bombas em seus cérebros. Caso alguém comentasse de Gantz para qualquer pessoa fora do mesmo, a pessoa teria a bomba acionada e seu cérebro voando pra todo lado. Isso também aconteceria caso alguém se afastasse muito do local da caça... e vários participantes passam por isso.



No Anime, Nishi não muda muito, e também se diz filho de um figurão, porém dessa vez ele diz ser filho de um cara do Governo, e que aquilo era um projeto do Governo para caçar criaturas que estavam pretendendo invadir o mundo. Em troca das caçadas, os participantes receberiam dinheiro, principalmente caso fossem bem sucedidos. Como na outra versão, isso era apenas uma tática para criar iscas e expor o Alien, para então ganhar a pontuação de Gantz. Nishi é bem mais arrogante que sua outra versão, e chega a insultar todos os demais participantes, pouco antes de sua morte... inclusive é por conta disso que ele acaba morrendo. Sua única contribuição para a história é a revelação de alguns poucos detalhes, como o uso das armas, do rastreador, do menu de pontuação, do menu de participantes mortos, da capacidade de invisibilidade dos uniformes e só.


No Filme, Nishi é menos arrogante e ajuda um pouco mais. Ele é como um grande professor de Gantz em qualquer uma de suas versões, porém nessa ele é bem mais instrutivo, e de forma gratuita. Sim, ele também mente no começo, alegando ser filho do produtor do programa de televisão no qual eles estariam participando, que seria um tipo de Reality Show de caçada... só pra conseguir iscas, enquanto ele observava tudo invisível com seu uniforme. Posteriormente ele responde algumas perguntas de Kurono, Kato e Kishimoto, e sua ultima contribuição para o grupo é a revelação do menu de pontuação... pelo menos é o que ele consegue fazer antes de morrer.


Gantz

Por ultimo, o personagem mais significativo de todos é o próprio Gantz, ou o que quer que seja ele. Não importa sua versão, ele é sempre um cara dentro da Bola Preta, sem reação. Porém ele muda um pouco de uma versão pra outra.

No Mangá, Gantz faz piadas pela bola sempre que ele da uma missão de caça ou da a pontuação, ele também faz comentários sobre a criatura e sempre divulga a criatura mais fraca a ser caçada, através de um texto mal escrito que troca letras por números (ele inverte as letras/kanji, coisas do tipo). Apesar de não se mover nem falar verbalmente, no início do mangá, após os 4 eventos principais que se repetem em todas as versões, ele aparece andando, fora da bola. Também é revelado que há vários outros Gantz, vários outros... váaaarios outros... tipo, um monte!! 540 MU1+05 M35M0... foi mal baixou o Gantz... Posteriormente vou explicar isso um pouco melhor.


No Anime, Gantz age praticamente da mesma forma, porém é menos humorado, e insulta bem mais pelos seus comentários. Além disso ele é meio vingativo, e traiçoeiro, sendo retratado como um verdadeiro vilão (isso considerando o final alternativo do Anime, tal qual falarei no fim). Há momentos em que Gantz reage, sorrindo e até mesmo abrindo os olhos... são reações bem rápidas, mas isso já difere bastante de suas outras versões.


No Filme, Gantz é um tanto quanto neutro, e paradão. Na verdade os comentários dele são mais sérios, objetivos e menos humorados, só isso. Além do mais ele não é mostrado como um vilão, principalmente por conta de seu final alternativo.



1N1M1G05?!

Bem, hora de falar da história e suas diferenças. A história é praticamente a mesma em todas as versões, e como eu mencionei, há 4 grandes eventos principais:

O Inicio, que são as mortes e apresentações dos personagens mais importantes, bem como a introdução de Gantz, tal qual acabei de falar.

A Primeira Missão, tal qual é apresentado o primeiro Alien, e ocorrem as primeiras mortes em Gantz.

A Segunda Missão, tal qual ocorrem mais revelações e mais mortes, além de uma morte um tanto quanto significativa.

A Terceira Missão, onde ocorre o maior massacre de todos.

Após esses 4 eventos o Mangá, o Anime e o Filme tomam rumos totalmente distintos. Falarei dos demais eventos, de uma forma mais resumida é claro, e no final contarei os 3 finais de Gantz.

4 PR1M31R4 M15540

Logo quando chegam na sala de Gantz, todos se conhecem a se apresentam. Isso ocorre em todas as versões, e também sempre há teorias do que estaria acontecendo e de onde estariam. Porém, todos são pegos de surpresa por Gantz se abrindo, após tocar uma música estranha, e então são teletransportados para algum lugar.

A primeira missão é a caçada ao "Homem Cebola".

No Mangá, metade do grupo se empolga com o que Nishi fala, e eles correm atrás do local onde o alvo estaria. Eles encontram o pequeno Garoto Cebola, uma criança estranha carregando uma Cebola.



Pois bem, eles massacram a criatura após uma intensa perseguição, é quando o verdadeiro Homem Cebola surge, sendo ele o pai do pequeno e todo explodido menino cebola. Ele se vinga, exterminando todos enquanto Kato apenas observa.



Enquanto isso, um cara descobre que não podia se afastar do local de caça, ao ter sua cabeça explodia. Isso é bom, pois Kishimoto encontra o corpo desse cara e assim percebe que não poderia ir muito longe, nem voltar pra sua casa, voltando pra junto de seu amado Kato. Kurono estava com Kishimoto, e havia recebido a tarefa de leva-la em segurança até sua casa aos mandos de Kato... mas por sorte eles dão meia volta, e salvam Kato das garras do Homem Cebola.



Kurono junto de Kishimoto avista a criatura atacando Kato, e depois ao tentar fugir acaba chamando a atenção do monstro e corre. Em meio a fuga, ele deixa Kishimoto pra trás, sendo perseguido pelo monstro. É ai que ele descobre o potencial de seu uniforme, e consegue vencer a criatura, com um pouco de ajuda de Kato, que se agarra no monstro e tem seu braço cortado no processo. No final, Nishi se impressiona com o desempenho de Kurono, prende o Homem Cebola com a Arma de Captura, e oferece a pontuação pra Kurono, lhe dando a Arma-X* para que ele explodisse o alien... mas Kurono se recusa a atirar, e Nishi "envia" o monstro pro espaço, com a Arma de Captura*².



*A Arma-X é uma arma que mostra o Raio X do alvo, além de possuir dois gatilhos. Ela só dispara caso os 2 gatilhos sejam pressionados juntos, e no inicio é assim que os caçadores a usam. Mas posteriormente é revelado que um dos gatilhos serve como "Trava" pro alvo, e o outro como tiro, por essa razão só funcionavam juntos. Essa arma, possui um Deley, uma demora pra surtir efeito, e com o resultado, tudo que ela trava explode.

*²Já a Arma de Captura é uma arma que lança cordas no alvo, e posteriormente envia ele pra algum lugar no espaço, lugar este que não é revelado. Ela tem três gatilhos, um de "trava" que funciona da mesma forma da Arma-X, travando a mira no alvo; um que "prende", lançando as cordas; e o outro que "envia", teletransportando o alvo.



No Anime, a missão é a mesma...


Geral se empolga com o que Nishi diz, e vai atrás da criatura, bem como no mangá



Kato quase é morto também, chega a ser jogado pra longe por um golpe, até que Kurono o salva. Kurono que estava com Kishimoto, vê Kato ser arremessado pra longe e imagina que ele havia morrido, e tenta fugir, mas o Homem Cebola o percebe e começa a perseguir ele e Kishimoto, é ai que Kurono reencarna seu lado heroico e salva Kishimoto do monstro, passando por ele e chamando sua atenção. Ele leva o mesmo até longe da garota, ficando excitado e ativando seu uniforme com sua excitação (no sentido literal mesmo) e quando é encurralado...



Kato aparece, segura o monstro, tem seu braço cortado, e por fim, acontecem os eventos do mangá, onde Nishi prende a criatura, oferece o tiro de misericórdia, mas no fim acaba sendo forçado a Enviar o Alien.



No Filme, geral se empolga com a possibilidade de enriquecer e correm atrás do Menino Cebola. Eles explodem ele em pedacinhos, e o Homem Cebola surge.




Nesse momento todos morrem, e Kato testemunha de perto, em estado de choque.



No momento que ele vai ser picotado pela criatura, Kishimoto aparece e se joga em cima do monstro, salvando seu amado. Como ela estava uniformizada, ela joga o monstro pra longe fazendo um enorme estrago, já que seu uniforme se ativa, e Kurono percebe, lamentando não estar com seu uniforme.



Daí o monstro vai pra cima de Kurono, tal qual se defende com a Maleta do Uniforme, é quando Nishi aparece rindo, prende o monstro e diz que nunca viu alguém usar a Maleta como arma, oferecendo os pontos pra Kurono. Kurono se recusa a atirar, e Nishi usa a Arma-X, explodindo o Alien.



As diferenças dessa batalha são evidentes, onde as personalidades de cada um são ressaltadas, e apesar dos eventos serem parecidos, tudo fica um pouco diferente por causa de detalhes como Kurono com ou sem uniforme e as consequências também são um pouco diferentes, por exemplo: Kishimoto no Mangá fica com raiva de Kurono, por ele tê-la abandonado, enquanto no Anime ela fica grata e admirada por ele tê-la salvado, inclusive declara isso pra Kurono posteriormente, já no Filme Kishimoto foi praticamente a heroína, e foi quem mais surpreendeu, inclusive Kurono fica surpreso.

Bem, após esse 2° grande evento, todos voltam pra Salinha de Gantz, onde Nishi explica melhor o que tava acontecendo. Também acontece uma grande revelação: Não importa o quanto a pessoa estivesse ferrada fisicamente, ela voltava totalmente regenerada pra Salinha de Gantz. No Mangá e no Anime, isso é revelado por causa do Braço de Kato que volta inteiro. Já no Filme, isso ocorre porque mais um sobrevivente aparece, um senhor que havia sido fatiado pelo Homem Cebola, mas suportou os ferimentos até o final da caçada, o que fez ele voltar inteiro pra Salinha.

Todos estavam livres pra viver, normalmente, desde que ninguém contasse sobre o que aconteceu em Gantz. Eles seriam chamados novamente pra mais uma caçada, mas nesse meio tempo poderiam andar livremente entre as pessoas.

Com isso todos voltam pra suas vidas, exceto Kishimoto que descobre que há outra Kishimoto vivendo em sua casa. Daí ela vai morar com Kurono, tal qual ela sabia o endereço porque tinha ficado com sua identidade... ah, no mangá como Kurono vestiu o uniforme Gantz, ele deu as roupas normais dele pra Kishimoto. No anime de inicio isso não ocorreu, mas depois incluíram isso no enredo (uma das enormes falhas de adaptação do anime, onde várias vezes fizeram isso de retirar e incluir coisas do nada). No filme Kishimoto se encontra acidentalmente com Kurono, ao voltar pro local onde eles lutaram com a criatura, lá, ela pede pra morar com ele, explicando tudo depois.

Então, o terceiro evento acontece.

4 53GUND4  M15540

Voltando pra salinha Gantz, ao serem teletransportados, um novo grupo de pessoas aparece, e uma nova missão surge.

No Mangá, uma introdução pros novos membros do grupo ocorre, rapidamente, explicando como cada um morre (destaque pra uma Gangue de Motoqueiros e pra Velhinha e seu netinho).

A missão dessa vez seria caçar o Homem dos Pássaros, um estranho cara com aparência mecânica que adorava Ovos de Chocolate e Passaros. Esse Alien andava com uma sacola de ovos de chocolate (kinder ovo) e vários passarinhos estranhos do lado.


Enquanto todos discutem o que irá acontecer, e Kato explica a necessidade de vestirem seus uniformes e se prepararem, Kurono percebe que deixou seu uniforme em casa, e se desespera, chorando. Nishi tira sarro de Kurono, e diz que pelo menos um morto já ta garantido, e então é o primeiro a ser teletransportado. Um dos motoqueiros vê Kurono desesperado por causa do seu uniforme, e decide usar o dele só por garantia. Kishimoto e esse mesmo motoqueiro são os últimos a serem teletransportados, e Kishimoto quase é abusada novamente, pra variar, mas é salva pelo teletransporte do motoqueiro. Kurono por outro lado quase morre atropelado pois é teletransportado pro meio da rua, com um caminhão em sua direção, mas consegue se salvar pois só sua cabeça estava no espaço até então... mas... o Alien aparece vindo em sua direção.



Depois de inteiro, Kurono aponta sua arma para o Alien enquanto o mesmo estava de costas, mas quando ele percebe começa a persegui-lo. Ele se junta ao grupo e então, o Alien ataca... Nishi, que estava invisível mas tinha pisado sem querer em um dos passarinhos que seguia a criatura. Nishi começa uma luta contra o monstro, ambos caem na água e depois de muita pancadaria, Nishi tem seu uniforme estragado, ou seja, ele usa o uniforme muito e o mesmo acaba vazando a substancia que aumentava seu potencial. Com isso Nishi se desespera, pede por socorro, ninguém ajuda e ele morre com um grito sônico do monstro de metal... ou pelo menos quase morre. Na verdade ele fica cego pois seus olhos explodem e surdo por causa de seu tímpano.



Kato tenta ajudar, mas não chega a tempo de salvar a visão e audição do garoto, ainda assim ele agarra a criatura e aperta ela com força, espremendo-a e fazendo com que sua verdadeira forma aparecesse: Um Homem Pássaro, um ser humanoide com penas e cabeça de pássaro. 



Felizes porque Nishi seria salvo, todos se decepcionam pois o tempo não acaba e ninguém é teletransportado, então Nishi acaba morrendo, e suas ultimas palavras são em resposta a Kato que gritava e perguntava uma forma de ajuda-lo, e ele diz algo como "100 pontos... mamãe... mamãe... não quero morrer". Com essa baixa, eles decidem caçar os outros aliens, e se dividem, deixando Kurono que estava sem o uniforme com dois membros da Gangue de Motoqueiros.



Mas, Kurono acaba sendo ameaçado pelos ganguisters e levado pra caçar Aliens também, sendo arrastado até uma casa onde ele encontra não apenas um, mas sim 6 aliens, além do Chefão, uma Ave enorme. Nesse meio tempo, Kato enfrenta mais alguns Aliens iguais o anterior, junto de Kishimoto e mais um cara, e a Velhinha e seu Neto saem pra se esconder. Do nada os Aliens vão embora, e Kato percebe que eles foram caçar aqueles que tinham fugido... quando chegam pra ajudar, já é tarde e eles estavam mortos. Por fim, Kurono enfrenta todos os aliens sozinho, sem uniforme, e o chefão... e vence. Ele chega a ser levado pelos ares pelo Chefão, e consegue derrota-lo, sobrevivendo, mesmo sem uniforme.



No Anime, o alvo é o mesmo...


E acontece praticamente tudo da mesma forma, com pequenas adaptações, como o fato do Motoqueiro chefe ser transformado num ser mais inocente que o comum, com Kishimoto sem ser quase abusada... Kurono tentando despistar o Alien com o poder do Semáforo... e a Velhinha e seu Neto sendo mortos numa confusão bizarra de fuga com não fuga...



O maior destaque pra diferença está nas últimas palavras de Nishi, que dessa vez suplica por perdão a todos, e a sua mãe também, e ainda fala da pontuação... e de como morreu...



Aliás, antes da caçada começar, o Alien tem suas especificações anunciadas, e Nishi explode a cabeça de um dos motoqueiros que havia apontado e atirado contra ele, mas por ele estar de uniforme a arma não surtiu efeito, já como o motoqueiro não estava de uniforme, ele explode.



Isso acontece no Mangá também, mas aqui só acontece porque Nishi fica puto e começa a xingar todo mundo, dizendo o quanto não prestam e o quão são fracassados, um por um. Quando o cara decide atirar, ele revida, e depois quando pede por ajuda, eles relembram tudo o que ele disse e se recusam a ajudar. Pouco antes de morrer ele suplica por perdão...



No Filme, a caçada fica bem mais curta, pois há apenas 1 alien. 


O grupo também é composto por menos gente, onde ocorre acréscimo de uma mulher e da Velhinha com seu neto chorão... ambos são mortos logo no inicio, num estacionamento, pelo alien da vez: O Homem do Rádio.



O Alien é o mesmo que aparece no mangá, mas substituíram seu gosto por Ovos de Chocolate e Pássaros por Rádio. Talvez para não ter problemas com propagandas (Kinder Ovo), mas o esquema do Rádio até fez sentido. A Música que toca é a mesma do personagem no qual a "casca" do alien se baseia, um antigo cantor famoso, o que justifica não apenas seu formato mas suas habilidades: Rajada de Som.



Kurono, Kato e Kishimoto vestem seus uniformes, bem como o tiozinho sobrevivente... mas os demais (exceto Nishi) não. O Alien mata a velhinha e seu neto porque eles derrubam o rádio dele. 



Depois disso, o Alien ataca Nishi, e o espanca até seu uniforme sobrecarregar e estragar, com isso ele ataca com sua Rajada de Som e explode os olhos e ouvidos de Nishi. Kurono vê toda a cena, e ao falar com Nishi ele diz "Consiga os 100 pontos e me traga de volta" e com isso, ele morre. 



Kurono então luta contra o Alien, Kato e Kishimoto também, Kato protege Kishimoto, e no fim Kurono leva o Alien pra dentro de um carro onde ele espreme o mesmo, revelando sua verdadeira identidade como Pássaro Gigante... mas... não dura muito e tudo explode, e sobra apenas Kurono, sem um braço e uma perna... daí todos são teletransportados até que uma explosão ainda maior acontece, onde Kurono se salva sendo teletransportado no último instante.



Tudo isso é bem rápido, e todos voltam pra sala com sua pontuação final.

A diferença é notável entre a versão mostrada no Mangá e Anime com relação a versão do Filme, mas as principais consequências são mostradas: Morte de Nishi e da Vovó com seu Neto. É uma pena que no filme não foi mostrado o potencial de Kurono sem seu uniforme, não nessa parte, mas ainda assim foi uma adaptação bem feita... destaque pro momento em que o robô persegue Kurono, foi uma adaptação melhor que a do anime.

Com isso, todos voltam pra suas vidinhas até a próxima missão. No Anime é nesse momento que Kato compra seu apartamento e leva seu irmão pra morar com ele. No Mangá, ele apenas mostra o local e diz que em breve eles se mudariam. No Filme, ele já morava la desde o inicio... Nesse meio tempo, no Mangá Kurono e Kishimoto brigam por causa de Kato, e ele praticamente expulsa ela de sua casa, ele até vai atrás dela, mas não a encontra mais, e começa a desejar a próxima vez que a encontraria na Salinha de Gantz. No Anime, a briga também ocorre, mas Kishimoto chega a dizer que curtia Kurono também, mas curtia ainda mais Kato, e depois de ir embora ela fica na rua, se humilha pra se alimentar, é bem triste. No filme não há tempo pra briguinha, o destaque vai pra Kurono testando seu uniforme no mundo real, e Kishimoto conversando com Kato sobre seu passado. Pois bem, a última missão do trio estava por vir.

4 +3RC31R4 M15540

Todos de volta pra salinha.

No Mangá, assim que Kurono chega na sala, um monge budista começa a recepciona-lo, dizendo que ele pode perguntar o que quiser, pois ali é a sala de espera pro julgamento final, mas sabendo que é tudo bobagem Kurono ri. Há personagens e mais personagens nessa salinha, mas o que importa é o fato de Kurono perder a virgindade com uma mulher que apareceu, ali mesmo, no corredor de acesso a salinha. Kishimoto, que estava de pijama, provavelmente havia voltado pra sua casa ou estava dormindo na casa de alguma amiga, e quando Kato questiona, ela olha com rancor pra Kurono. Pois bem, ela pega ele e a sua amante no flagra, tais quais nem se importam.

Todos vestem seus uniformes, e vão pra caçada, contra os Aliens Estátuas



Logo de inicio eles se deparam com um portão enorme de acesso a um templo, com duas enormes estátuas do lado. Eles analisam e descobrem com o uso da Arma-X que eles tem ossos, e pouco antes de atacarem, elas começam a se mover em direção a eles. Eles invadem o templo, e são jogados por uma rajada de ar. 



O Monge morre esmagado, e Kurono encarna o senhor mercenário, partindo pra cima de um dos gigantes, estourando seus pés e vencendo a primeira luta. 



Depois, ele luta contra o outro que estava fazendo a rajada de vento, mas um cara que estava de Sniper destrói a criatura de longe. Kurono e Kato pedem pra esse mesmo cara da sniper dar cobertura de longe enquanto eles caçavam os demais aliens, é quando surge um monte de estátuas menores e uma guerra entre os caçadores e os aliens inicia. 



Kato tenta dividir o grupo entre os Com Uniformes e os Sem Uniformes, mas depois da demonstração de poder de Kurono todos pulam pra cima e conseguem destruir um monte de estátuas. Então, surge uma estátua de buda ridiculamente enorme, contra a qual Kurono luta sozinho. Kurono se joga na testa da enorme estátua e atira nela por dentro, vencendo a luta que ele acreditava ser contra um Chefão.



Mas as coisas só estavam começando, e ao se dividir para caçar o que restou dos aliens, o grupo secundário desperta o verdadeiro Chefão, uma Estátua com vários braços. Cada um de seus braços tinha uma arma diferente, com destaque pra garrafa de ácido, a caixinha de laser e a maldita, mas maldita mesmo, medalha de restauração. Resumidamente, ela podia derreter qualquer coisa, cortar qualquer coisa a qualquer distancia, e caso sofresse qualquer dano, ela podia se restaurar instantaneamente. 



Todos são mortos por essa estátua, inclusive Kishimoto, que morre ao salvar Kato do ácido da estátua. Ela se joga na frente em uma fração de segundos, e tem seu corpo divido em dois. Kurono enlouquece com a morte dela, pula pra cima enquanto sua recém namorada da cobertura lutando contra as demais estátuas. 



Kurono explode a estátua em vários pedaços, mas ela se restaura rapidamente, derretendo uma das pernas dele e cortando um de seus braços. Depois disso, ela sai pra massacrar geral.



Rola um verdadeiro massacre, e ela consegue matar todo mundo, inclusive o cara de sniper que consegue explodir ela inteira, mas ela se restaura por causa da maldita medalha. Quando ela encontra Kurono novamente, sua namorada recente luta mano a mano com a Estátua, e consegue por pura sorte derrubar a Garrafa de Ácido dela em metade dela, derretendo ela, inclusive a Medalha da Restauração. 



Porém a Caixinha de Laser não, e isso causa a morte da garota, com um Laser no peito. Kurono é poupado, e a estátua vai atrás de Kato, sendo atacada pelo Sniper que tinha se escondido num corpo de uma das Estátuas Gigantes, mas não da em nada e ele é morto assim mesmo. Kato encontra Kurono e sua namorada morta, percebe que Kurono ainda estava vivo e decide lutar contra a Estátua Matadora, para assim salvar a vida de Kurono. Ele pega a Espada da Estátua e vai em direção a ela. Durante a luta, um dos integrantes do grupo que estava invisível tenta atacar a estátua pelas costas mas é morto rapidamente. 



Só que, a estátua faz diferente e come o cérebro dele, absorvendo todas as memórias dele, e até mesmo a consciência. Ele se torna a Estátua, e começa a conversar com Kato, dizendo inclusive que a estátua queria saber porque eles estavam matando os amigos dela, e que eles que começaram, o que agora ela estaria terminado. 



Kato então usa a arma de Captura, prendendo a criatura e mandando ela pro espaço, mas no ultimo momento um monstro com o rosto do cara que teve o cérebro comido sai de dentro da estátua e começa a lutar contra Kato. Kato tem seu braço cortado, mas depois corta todos os braços da criatura, e por fim, a derrota. Mas, pouco antes de tudo acabar, a maldita criatura, antes humana, usa seu rabo pra perfurar o peito de Kato, matando-o.



A caçada termina, e somente Kurono volta, chorando e desesperado pra salinha de Gantz. Ele aponta a Arma-X para a cabeça de Gantz e pede pra ele fazer com que Kato, Kishimoto e sua namorada voltem a vida, mas Gantz nem reage. Kurono chega a disparar mas a arma não faz efeito algum... e a última missão termina.



No Anime, acontece praticamente tudo da mesma forma... 



Exceto pelo fato de ocorrerem adaptações grotescas como Estátuas que Flutuam ao invés de andarem, e a interpretação mal feita da cena onde todos são jogados longe pela primeira vez, onde deram um poder telecinético pras estátuas gigantes, ao invés de fazerem a rajada de vento. 




É apenas um erro técnico mas ele confunde um pouco, o que é triste, principalmente depois que eles trocam o poder de telecinesia pelas rajadas de vento...



Também tem adaptações, onde inserem um mendigo sendo espancado durante todo o evento e eles só observando, e a substituição de um cara que aparece durante a batalha pela professora de Kurono discutindo com seu amante. Ainda assim, as partes importantes são todas mostradas igualmente, como a morte de Kishimoto... numa adaptação bem mal feita onde o tempo que ela leva pra ir pra frente do cara era o suficiente pra puxar ele...




Da namorada de Kurono... que talvez tenha sido a melhor adaptação...




De Kato...





E todo o resto...


Ah, durante a luta pessoas normais aparecem no meio, mas elas não podiam ver nem os aliens, nem os caçadores, e os caçadores acabam sendo obrigados a protegê-las enquanto lutam. Pois bem, no fim todo mundo morre e volta somente Kurono, que também faz ameaças para Gantz, sem qualquer resultado (até então).



No Filme, a batalha é bem diferente... 



O Budista chato também existe, mas ele não morre esmagado. Primeiro eles explodem um dos aliens estátua logo de cara, e o outro começa a atacar com raiva. Depois Kurono enfrenta a segunda estátua sozinho e a derrota, tranquilamente. 



Então o Budista morre, nas mãos da Estátua de Vários Braços, ao desperta-la sem querer, entrando rezando feito louco no templo/museu onde ela estava.



A luta final ocorre justamente nesse local, onde Kurono, Kato e Kishimoto encontram o corpo do Budista todo fatiado. Pois bem, a Estátua de Vários Braços não tinha várias armas diferentes, e sim várias espadas, e se movia bem rápido, o que era bem menos apelativo que suas outras versões, mas não menos letal, e ela consegue matar Kishimoto com uma perfurada múltipla em seu abdômen, quando ela tenta proteger Kato. Kurono fica puto, ataca ela, ela pergunta porque eles estavam atacando, e Kurono vence ela.



Daí, ela solta uma estátua pequena de buda, que cresce bastante e fica enorme, contra a qual ele luta sozinho. Kato acaba se ferindo gravemente, e quando Kurono vence, ele é o primeiro a ser teletransportado.



Na salinha de Gantz, mais duas pessoas haviam voltado, mas Kato não estava entre elas. Kurono entra em choque, tenta suicídio no metrô posteriormente, mas por causa de uma garota de sua escola ele não se mata e decide usar o Menu de Gantz pra trazer Kato de volta, e todos os outros também, se preparando pra futuras caçadas.



Pois bem, essa garota que ele conheceu na escola/faculdade era Tae, uma namorada que ele consegue. Tae se declara pra ele no momento que ele tenta se matar, e eles acabam ficando juntos. Ela também existe no Mangá, e é por quem Kurono se apaixona futuramente. Ela é uma de suas namoradas de fato. No Anime não há tempo de Tae ser introduzida... pois tudo é encerrado com personagens originais.


Pois bem, a história onde todas as realidades se ligam termina aqui, nesse ponto, e até então, as três obras eram magníficas... mas agora que a coisa fica bagunçada.

F1N4L

No Mangá


Após o sucesso da última missão, e massacre todo o grupo, Kurono fica sozinho. Ele volta pra sua vida pacata, e acaba conhecendo um cara, parecido com Kato. Esse cara, recém matriculado em sua sala, surpreende Kurono mencionando Gantz. É quando Kurono descobre o Web Site de Nishi, onde não só haviam relatos detalhados sobre tudo que havia ocorrido em Gantz, como também haviam os nomes de todos os envolvidos, incluindo o de Kurono. Nishi havia descoberto uma forma de divulgar tudo, mas Kurono ainda estava com a bomba implantada e não podia se quer mencionar nada. Então, ele fica calado até sua próxima missão. Quando Kurono teletransporta pra Salinha de Gantz, ele está sozinho, e é enviado pra missão, sozinho. 



Nessa missão, ele caça um grupo de aliens pequenos e idênticos... ele consegue caçar praticamente todos, mas o tempo acaba e ele deixa 1 vivo. Por causa disso, quando volta pra sua vida normal, esse alien que sobreviveu se vinga, e vai até a sala de aula de Kurono, matando todos na frente dele, sem que eles pudessem ao menos ver o que os estava atacando. A história segue, missões ocorrem, Kurono consegue ressuscitar Nishi, que apresenta a maior catástrofe de Gantz... "Catastrophe". Uma contagem regressiva pra uma invasão alienígena... Daí começa a merd4... um monte de Gigantes invadem a Terra, um monte de grupos de caçadores de Gantz aparecem, rola gente com poder telepático, Vampiros que mal são explorados (se é que são explorados), guerra, invasão, nudismo, massacre, zoológico, almoço coletivo de Gigantes Espaciais, estupro de Gigantes por humanos, Gigantes com Uniformes Gantz. Kurono clonado por uma de suas namoradas... deus fica uma bagunça. O que importa, importa mesmo, é que no fim eles vencem a guerra contra a invasão dos gigantes, e o mundo inteiro festeja, com direito a retorno pra Terra numa nave espacial Gigante e Kurono, junto com Kato ressuscitado, gerando essa cena:



É de fazer chorar... de decepção.

No Anime

Kurono volta pra sua vida pacata, e depois pra próxima missão, onde um novo grupo de pessoas aparece. Porém, as pessoas do novo grupo são todas conhecidas de Kurono, ou pessoas que de alguma forma tiveram contato com ele, seja em sua vida normal ou no momento de sua morte. Pois bem, Kurono explica tudo o que pode sobre Gantz, e a missão é anunciada: Caçar Kurono Alien.



Kurono é anunciado como um alienígena, daí o grupo fica em dúvida se deve ou não mata-lo, e pra variar, no grupo estavam dois psicopatas, os mesmos que agrediram um mendigo no meio da batalha contra as estátuas. Kurono sabia, mas os outros não, então a missão começa, rola ameaça, discussão, tentativas de conversão, mortes, geral morre pra dizer a verdade. Gantz pra se vingar da tentativa de Kurono em mata-lo (naquela vez que ele puxou o gatilho) ele fez um acordo com os psicopatas e mandou que eles matassem a todos, não só Kurono, dando até armas do mundo real pra eles e fazendo todos alucinarem, inclusive Kurono, é uma merd4... no fim Kurono tenta salvar uma garota, que morre no último instante, e ele é teletransportado, não pra Salinha de Gantz, mas pra porcaria do metrô. Onde ele tem alucinações e enxerga todos que morreram na estação, se joga nos trilhos, aponta pro trem e diz "Bang"... se matando! É isso... o cara simplesmente se mata, depois de claramente dizer "Eu não pretendo morrer"... Depois disso a bola preta some do quarto e tudo termina.



No Filme

Depois de tanta decepção, vem o filme (Gantz - Perfect Answer) pra mais uma rodada e tentativa de encerrar o que já foi encerrado erroneamente duas vezes. E ai vai:

Kurono consegue juntar pontos suficientes em várias caçadas, com seu novo grupo, e assim ressuscita Kato e Nishi. Ele descobre então que Kato não morreu por causa de seus ferimentos com a estátua gigante, ele morreu porque alguém o matou quando Kurono teletransportou. Quem matou ele foi um Vampiro, um tipo de alienigena com aparência humana mas que só anda de noite e tem poderes legais como transformar o braço numa espada... é bem legal... pois bem, esses vampiros estariam tentando se vingar de Gantz por tudo que ele fez aos alienígenas e buscam uma forma de chegar até a salinha de Gantz. História vai história vem, rola aparição de personagens do mangá como o Repórter Investigativo, a segunda namorada de Kurono, uma atris famosa que nessa versão não se torna namorada de Kurono, e sim uma de suas rivais, antiga aliada de Nishi nas Caçadas de Gantz, que havia conseguido 100 pontos e se libertou do mesmo, e agora estava tentando e fazendo de tudo pra voltar... é meio bagunçado mas enfim... Daí Tae, a namorada de Kurono vira alvo de Gantz, e Kurono tenta protegê-la dos outros integrantes. 



No fim os Vampiros conseguem entrar na Salinha de Gantz, causam o maior massacre e destruição, explodem tudo, destroem tudo, e se explodem junto com a sala toda. No fim, bem no finalzinho, Gantz oferece a Kurono uma oportunidade de se salvar e salvar a todos, ele pede para Kurono ser a nova Bateria da Bola Preta, e da seu lugar a ele. Kurono aceita, se coloca no lugar de Gantz, e assim usa seus poderes pra restaurar a sala e ressuscitar todo mundo, devolvendo todos as suas vidas, com suas memórias apagadas. Mas, ele manda uma mensagem de amor pra Tae, e assim, tudo termina. 


Bem, essas são as três histórias de Gantz, contadas paralelamente, e com seus finais relatados. O que acha? Qual dos finais mais agrada? Eu preferi muito mais o final do Filme, pois de certa forma ele explica mais que os demais. 

Ao que tudo indica, o Mangá teve como foco os Alienígenas, enquanto o Anime se focou em Kurono e o Filme se focou em Gantz. Nenhum dos três foi perfeito em sua conclusão... mas o filme conseguiu de alguma forma salvar toda a história e ser fiel ao foco até o fim.

4TU4L1Z4Ç40 2017!!!




Surgiu uma animação em CGI pra la de bem feita de Gantz, intitulada "Gantz: 0".




Ela conta uma história protagonizada por Kato, após a morte de Kurono, onde ele participa de uma missão tensa e no fim, sobrevive com 100 pontos na carteira.



No universo do Mangá, Kurono fica sozinho por um tempo (após os eventos mostrados no Mangá/Anime/Filme, tirando os finais alternativos) e ao longo de 100 capítulos ele monta um novo grupo, com inclusive um cara praticamente idêntico ao Kato (mesma altura, aparência, se não me engano até idade, mas tem uma personalidade diferente, mais egoísta).




Daí, depois de lutar pra caramba e vencer uma determinada batalha (mostrada no inicio desse filme)... 



Em uma missão que tem como alvo só 1 monstro, um chefão bem tenso, Kurono ao lado desse cara novo consegue derrotar e ganhar 100 pontos...



Mas vários outros membros do grupo também conseguem 100 pontos nessa mesma missão (é tipo uma missão bônus) e usam seus pontos pra ressuscitar pessoas em nome de Kurono (todos adoram ele). No fim, Kato é ressuscitado.




Daí ambos se veem juntos novamente... 



Mas pouco tempo depois Kurono é assassinado fora do jogo (por um grupo de "vampiros" que matam Participantes de Gantz e foram totalmente excluídos das adaptações)...



E Kato decide buscar por 100 pontos para ressuscita-lo, e ele consegue esses pontos na mesma missão representada nesse filme, ressuscitando Kurono.



Porém, houveram muitas adaptações, como por exemplo o grupo que ficou extremamente reduzido, contando apenas com Reika, o Velho e Nishi (que foi ressuscitado em eventos anteriores). Mas, essa não é a única diferença...




Indo contra os eventos apresentados no Mangá, no Anime e nos outros Filmes, Kurono morre  em uma missão... 



Pouco depois de escolher no menu de 100 pontos para que Kato fosse libertado de Gantz, com suas memórias apagadas e tudo mais.




Mas Kato acaba sendo assassinado fora de Gantz e é levado novamente pro jogo... 



Só que sem suas memórias do passado, e tanto Reika quanto o Velho não falam nem mencionam Kurono pra ele, e vão pra missão representada no filme.



Essa missão ocorre exatamente como no mangá, com inclusive a interação de dois grupos de Gantz de regiões diferentes (Osaka e Tóquio)...




Mas, o desenrolar e o desfecho são muito diferentes...



Primeiro que com a redução do grupo de Tokio para apenas carinhas conhecidas, personagens como os Telepatas, o Cara Grandão, o Panda e o Garoto de 6 anos (acho que é 6 anos) não participam, e todos eles tem grande importância na história original, ao menos grande destaque (por exemplo o molequinho que derrota vários monstros, sozinho, e chorando pra k7).




(Só que o moleque não foi melhor que o Panda...)



Passaram todo o protagonismo pra Kato e para o grupo de Osaka, que apesar de também serem todos importantes, não eram os únicos na parada.



A maior diferença porém ta no final, onde Kato derrota o chefão (com ajuda de um vampiro, mas isso foi totalmente descartado afinal, os vampiros foram descartados) e consegue seus 100 pontos, escolhendo a ressurreição de Kurono...




Mas na animação em CGI ele ressuscita uma garota do time Osaka que ele conheceu na missão de Gantz, e não Kurono.



Ele também conhece e tem o mesmo tipo de interação com ela no mangá (ela se sacrifica da mesma forma que na animação)... 




Mas ressuscita-la ao invés de Kurono é tenso pacas...



Isso até faz sentido, afinal ele nem lembrava de Kurono, mas o grupo antigo inteiro sobrevive e nenhum deles chega a mencionar Kurono mesmo vendo a chance de trazer o líder de volta. Eles pensam apenas em Kato, e isso é estranho.




Mas ok, é uma adaptação válida, mesmo com o protagonismo indo direto pras costas do gigante sentimental...



A animação é muito boa, contando uma versão alternativa do "Arco Osaka" que se passa do capítulo 239 ao 280 do mangá. Ela é muito bem feita, bem adaptada, e cara... os monstros ficaram horríveis (no melhor sentido).



Não há nudez (algo que tem bastante em Gantz Mangá e Anime) exceto pelo monstro composto por corpos femininos, que mostra um monte de peithcolas, mas não deixou de ficar perfeito...



E bem, se quiser assistir, eu recomendo, pois mesmo não tendo Kurono e suas peripécias, é uma versão alternativa do enredo muito válida, que não consegue se somar aos Filmes, à Animação ou ao Mangá, mas que cria uma nova linha de interpretação e adaptação. Agora tem Animações também kkk.




Quem sabe um dia expliquem a cara surpresa de Kato no fim (nem tinha reparado de inicio, mas nos comentários os sres Thiago e Ferreira mencionaram e  criei minhas teorias... nos comentários...)... 

Bem, eu precisava falar sobre Gantz, tipo... eu só precisava. Fico feliz que terminei e bem, agradeço por sua paciência em ler até aqui. De toda forma, agora vou jogar alguma coisa e escrever sobre jogos... alias, existe um jogo de Gantz, pra PS2, eu nunca joguei e nem sei se tem como ser algo bom... provavelmente deve explorar a mesma história principal que o anime/mangá/filme exploraram, mas um dia quem sabe eu veja. Se bobear até adiciono minhas impressões aqui. 

Enfim, é isso. Sem mais... é... fim. Se gostou, teve dúvidas, ta afim de comentar, manda ver! E obrigado.

Até a próxima!

18 comentários:

  1. Caraca, seu post ficou muito bom. Vc explorou tanto os pontos negativos como os pontos positivos do anime/mangá/filme. Eu nem sei qual final me desagradou mais. Acho que foi do anime mesmo. A gente termina com aquela cara de paisagem.
    Muito boa a análise!
    Abraços
    Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz porque curtiu Sr Paulo!!! Primeiro comentário e bem, eu adoro quando as coisas dão certo. Ainda faltaram algumas coisas que eu queria falar, mas acho que deu o que tinha de dar. Quem me dera pudesse acrescentar o jogo o quanto antes.... mas sei la, acho que vou ficar um tempo sem ver ou falar de Gantz rs... Bem, seja bem vindo Sr!!!

      Excluir
  2. Eu só li o mangá, seu resumão aew me ajudou a conhecer o anime e os filmes... Os filmes eu já ia assistir pra ver como ficou, mas o anime... Eu até gosto de assistir mas sempre tem muita enrolação, e pelo que li aew só ia perder tempo e não curtir esse final zuado...
    Eu gostei muito do mangá, curti o inicio, meio e quase o fim... Até ele resgatar a tae e talz, depois daí ficou bagunçado.
    Até mr irritei quando morreram os personagens que eu curtia, como a lara croft ( a guria q tira a virgindade do kurono),o homem que o kurono chamava de velho e assim vai.
    Realmente os vampiros foram mal utilizados, não se dá muitos detalhes sobre eles e a parte mais legal quanto a eles foi a luta de kurono e sua lampada solar.
    Curti muito o mangá e ele realmente é muito bom, mas tem que ter paciência pra aturar as partes chatas e esse final fraco.
    Mas para um mangá que me manteve empolgado lendo direto quase todos os capitulos, não vai ser um final que não gostei que vai fazer eu dizer que é ruim.
    Parabéns aew pela análise e depois faz mais uns aí de anime/mangá/filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr Alexsander, que bom que curtiu.... eu também fiquei bem satisfeito rs.... saca... faz tempo que queria falar de Gantz, cheguei a digitar um texto antes desse e deletei, porque não achei bom o bastante... mas finalmente consegui!

      O Mangá também me prendeu... lembro que depois de ver o anime e ficar com cara de bunda quanto o final, eu decidi ver o mangá, e dai passei a acompanhar. Lembro que tinham vezes que eu lia em portugues, outras em ingles, outras em espanhol, cheguei a ver uma versão em francês mano... porque na época era o que eu encontrava, mas eu adorei, ao ponto de ir até o fim. Alias, li as ultimas páginas em japa mesmo rs... depois cheguei a ver em inglês e por fim, em portugues, mas confesso que fiquei bem decepcionado.

      Deu pra aproveitar bastante, mas percebe-se que a coisa desandou tanto, que decidiram encerrar logo tudo de uma forma rápida.

      Os Vampiros, se eu n me engano um deles tinha relação sanguínea com o Kurono não tinha? Akira o nome, sei la, algo assim... eu lembro que eu achava que era irmão dele, algo do tipo, e achei que o mangá ia investir nesse enredo mas simplesmente abandonaram os personagens... eu lembro pouco... mas lembro. De toda forma, gostei de como o filme aproveitou eles.

      Enfim, é isso. Já tenho ideias pras próximas postagens triplas.... mas por hora, tenho de encerrar Kingdom Hearts (reparei que tão rolando muito mais visualizações na análise de KH que eu fiz do que nas de Mega Man, isso é sinal de que tem leitor aguardando pela análise de KH... então preciso apertar o passo.)

      Cara, eu queria falar de Sword Art Online... eu adorei esse anime... ou Charlotte... também curti pacas... mas enfim, vou ver o que faço e do que falo.

      Até la, seja bem vindo sr Alexsander!!!

      Excluir
  3. Era o akira mesmo, parece que era irmão dele e foi morto pelos vampiros lá prq disse a fraqueza dos vampiros ao kurono.
    Soube q esse mangá foi o maior sucesso lá no japão mas realmente foi ficando mais fraco na reta final. Até a parte que ele estava tentando salvar a tae ainda dava pra ver msm sendo fraquinho mas o fibal foi chato, queria ver um prologozinho e saber como a humanidade viveu depois daquilo e coisas desse tipo.
    A analise de kingdom hearts eu não vi ainda prq nem sequer joguei kk, mas assim q eu terminar venho pra cá.
    A do megaman foi que me trouxe aqui, joguei os jogos todos (até o X7 eu encarei) e aí fiquei buscando novas teorias e talz, suas análises ligou alguns pontos interessantes e tqmbém deixou umas brechas mas até que saia uma resposta definitiva vai sempre ficar com uma ponta solta que vai deixar aquela duvida.
    Se for voltar a fazer analise do megaman depois, eu gostaria qur fizesse do megaman legends 1 e 2 prq a historia do 1 eu ate entendi mas a do 2 fiquei meio confuso.
    Se esforçe aew e não pare de postar, fiquei um tempão entrando aki direto e não tinha nada novo kk então continue se esforçando aew e até mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caraca eu lembrei mesmo rs...

      Gantz merece ter sido um sucesso, e concordo contigo, ele tava bem, e pecou em encerrar de forma tão corrida. Pra dizer a real ele foi enfraquecendo muito pois perdeu o foco, e diversificou de mais.... eu lembro que torcia pra quela parte dos gigantes acabar logo porque mano, surgia alien após alien mas parecia que nada mudava...

      Sobre Kingdom Hearts, é um bom jogo, uma boa franquia... eu to terminando a análise do primeiro KH...

      Mega Man X8 e Maverick Hunter X não te interessaram? Eu recomendo que jogue (até mesmo o MHX que é remake... porque apesar de ser nada haver, é divertido). Minhas teorias e interpretações são apenas o que eu achei mesmo rs... mas no mínimo são originais. Lembro de ter pesquisado muuuuito pra decidir um dia começar a interpretar por conta. Tem muita teoria e até algumas oficiais que são sem pé nem cabeça, não explicam e sei la... são ruins... daí o jeito é buscar a sua própria mesmo heh...

      Mega Man Legends, já pediram análise deles e eu to providenciando...

      Sobre Esforço... sim... sim... você não é o primeiro que critica a demora pras postagens, e é tenso justificar... mas saca, eu to surpreso com a quantidade de textos que fui capaz de escrever e postar até então, no inicio eu nem sonhava em ir tão longe, hoje eu to adorando essa experiência. Seguinte, no inicio eu apenas digitava, hoje eu tomo o trabalho de pesquisar, ler, assistir, jogar, fotogravar e até gravar, antes de começar a digitar. Eu montei uma pá de dispositivos, aparatos e pastas pra organizar os arquivos e documentos pras análises... e mano, é um trabalho cansativo, e pior... é um hobby. Eu trabalho o dia todo e quando chego em casa to cansado... fim de semana eu fico até zonzo de tanto cansaço, e as vezes ainda tem críticas e bate o desanimo.... mas mano, eu to fazendo o possível pra manter meu trabalho aqui ativo, nem que seja com pelo menos os comentários. Eu tenho tantas ideias, tantos projetos, tanta coisa pra digitar e postar, mas eu não posso simplesmente postar qualquer coisa... de qualquer jeito... tem que ser algo decente pra que eu não precise refazer depois, ou para que eu não me arrependa. Há postagens no blog que mano, eu sinto vergonha de ter feito... coisas muito idiotas e até mal feitas que eu me arrependo muito, mas eu deixo la, pra que eu me lembre que devo me esforçar pra escrever e divulgar somente coisas decentes. De toda forma, eu vou sempre manter meu trabalho, nem que seja ao menos 1 postagem por mês... mas eu farei sempre coisas decentes.

      Vlw sr Alexsander!

      Excluir
  4. Joguei o maverick hunter x e o megaman x8 sim, creio que voçê não entendeu quando falei, eu aturei até msm zerar o x7 que é um saco a jogabilidade kk.

    Já vi quando voçê comentou sobre a falta de tempo,cansaço e hobby antes, por isso apoiei aew pra não parar pois tem gente que ainda quer ler (\o/)

    Sem falar que cada comentário seu é uma análise já :p

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rs... de fato eu não tinha entendido... e de fato, haja paciencia pro x7... sorte que o x8 foi bem mais decente.

      Sobre as postagens, sabe o que mais me deixou encabulado? Tirar fotos. Eu cheguei a fotografar a partir de Gameplays, mas sei la, a imagem não fica legal... e também é bem melhor fotografar meu próprio gameplay. Porém nem todos os jogos que existem tem versão pra PC... e mesmo eu tendo os demais consoles que existem, ou tendo ao menos acesso a eles, não da pra jogar e fotografar a partir do video game... e isso que ferra. Eu preciso simular o video game no PC, seja com uma Placa de Captura de Video ou com Emuladores, mas meu PC não é tão potente assim, então eu rebolo bonito pra conseguir boas imagens... antes, eu tirava umas 200 ou 300 e selecionava.... hoje em dia são em torno de 5000 imagens, que eu tenho de selecionar a dedo quais as melhores... é bem tenso. Eu adoro fazer isso, eu adoro digitar e fotografar e até mesmo selecionar, mas isso leva tempo. Lado bom, eu gosto rs. Ah.... e acho que em breve vou poder emular tranquilamente qualquer plataforma em uma qualidade excelente, porque finalmente vou atualizar minha máquina... eu tava fotografando Alan Wake pra escrever sobre ele e Kingdom Heart, só que acho que a imagem direto no PC vai ser muito melhor... melhor que pegar do PS2 e X360 por Captura de Video...

      Enfim, dependendo do comentário, as vezes fica um texto bem legal. Os melhores são aqueles em resposta a críticas negativas... eu fico muito irado e começo a falar muito rs...

      Excluir
  5. Hi shady do you remember me?
    Mais uma otima analise sr.shady mesmo eu curtindo animes eu nunca assisti gantz (apenas os filmes) mais agora vou dar uma olhada ate no manga, continue a postar cara falow

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foto nova sr... Yeah, você sumiu mas que bom que voltou.

      Sr, tem que ver minha próxima análise sobre Animes, eu pretendo fazer algo melhor.

      Excluir
  6. Gantz realmente foi um prato cheio, lembro de eu esperando sair cada mangá pra ler, mais no final foi ficando uma bosta mesmo, alguns personagens foram sendo deixados de lado, o clone do kurono foi completamente desnecessário e mal explorado na minha opinião, os vampíros podiam ter sido explorados mais anda foi explicado e ficou por isso mesmo, o garoto com poderes telepáticos que é um dos personagens q eu mais gostava morreu do nada e de uma forma bosta, eu acho que outros personagens mereciam mais destaque além do Kurono, como aquele grandão forte, o garoto e o seu professor telepático, etc...Mais triste mesmo foi o final, que não explicou nada, se não me engano fiquei quase 2 anos lendo...esperando cada mês pra ler...pra no final não me explicarem nada, e ainda os mistérios que foram revelados, como o da bola Gantz não me foram tão convencentes quanto deveriam ser, fora que foi explicado de forma muito rápida, algo tão importante e que merecia enfâse. No mais ótimo texto como sempre, continuo acompanhando hahaha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passei exatamente pelo mesmo e eu chegava a ler em qualquer idioma que saísse primeiro (espanhol, russo, japones ou ingles) e confesso que foi desanimador ao longo dos meses, lançamentos com poucas páginas que não acrescentavam nada à história. Eu acompanhava pela internet (nunca fui de gastar com mangas) e eu fico com pena de quem comprou as edições... é triste ver o quanto a história foi se perdendo... eu percebi que tudo tava sendo empurrado com a barriga logo no inicio da saga dos gigantes. Era muito potencial, pra pouca imaginação... Gantz morreu com Catastrophe.

      E pensar que era um anime/manga tão incrível... tinha todo um mistério alienígena louco que, no fim foi tudo abandonado e focou em uma única guerra, sem explicar nada, sem justificar nada.

      Bem vindo ao blog sr Dodoop... seu nome é interessante.

      Obrigado por ter lido e comentado e, pelo que vi o sr curte bastante animes então buscarei analisar mais.

      See yah!

      Excluir
  7. Brilhante crítica! Só fiquei com uma dúvida no final de gantz0: o irmão do katou morre no final? Nao entendi a surpresa dele quando chega em casa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tive que mudar meu comentário porque graças ao sr Ferreira la embaixo, me toquei que confundi os finais tudo.

      Pra ser sincero também achei a cena um pouquinho estranha e expressiva numa dosagem meio exagerada. Parece que algo grande e marcante aconteceu mas, na real, creio que seja só uma referência aos momentos de Kato voltando pra casa, acho que só.

      Provavelmente ele encontra seu maninho dormindo à mesa e se espanta, considerando que ele fica 1 noite inteira desaparecido. O irmão dele esperou horas... deve ter dormido la e bem, seria normal Kato se espantar... entretanto...

      Seria irado se algum alien tivesse invadido a casa dele e se "vingado"... mas nah, é improvável, ele só ficou com aquela cara por ser expressivo de mais... Se tivessem os vampiros, eu sugeriria que o evento que matou Kurono ocorreria com Kato, numa inversão dos papeis (ao invés de Tae, o pirralho que serviria de isca e morreria, pra depois Kato ser assassinado).

      É o que eu acho...

      Sr Thiago, vlw pela leitura e até a próxima!

      Excluir
  8. Entendi.... mas seria muito, mas muito irado se, por exemplo, o katou chegasse bem na hora que seu irmao estivesse se matando e sendo teletransportado pra salinha, imagina????
    Ia ser louco!

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se seria! Seria um tipo de implicância cósmica de Gantz contra Kato, forçando ele a voltar de qualquer forma (acontece algo assim com vários participantes que conseguem se libertar). Algo assim é até plausível no material original... tipo, seria legal também ver o pirralhinho lutando pra variar. Na história de original ele é um mero coadjuvante que é até ignorado (quando Kato morre, o moleque simplesmente some) mas seria legal uma adaptação que mostrasse outro herói além de Kurono (se bem que ainda prefiro Kurono).

      Como eu disse, Gantz tem tanto potencial... pena que os caras sempre erram feio.

      Excluir
  9. Alguém sabe o que aconteceu no final quanto o Kato simplesmente olhou com uma cara de abobado quando chegou em casa? eu sei que a primeira vez que ele saiu de Gantz ele perdeu a memoria, porém dessa vez ele escolheu ressuscitar uma pessoal do que ser libertado, então simplesmente ele tem todas as memorias dele, antes e depois dos acontecimentos do filme, será que foi por causa que ele "esqueceu o presente" do irmão para ficar com uma cara "Surprise Motherfucker"? ou talvez por que ele fez o irmão dele acreditar que realmente não tinha se lembrado do dia do aniversário dele (Algumas horas antes), quem sabe até por que ele não conseguiu acompanhar junto com o moleque? gostaria de saber a opinião do autor da página, cujo eu achei excelente a explicação por detalhes sobre o Anime, eu até mesmo pensei em Suicidio do moleque, mas acharia meio Trash algo do gênero ou até mesmo algum Alien ter matado ele, o que acho muito improvável por que o garoto vai dormir "Tranquilamente" apenas decepcionado com o irmão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hei sr Ferreira, logo acima eu respondi o sr Thiago numa pergunta semelhante, mas eu tinha me enganado com os finais e respondi a um outro momento, do mangá... eu corrigi a resposta mas, vou detalhar melhor aqui...

      Você destacou muito bem os pontos que provavelmente gerariam a careta de Kato, e todas fariam jus, afinal ele sempre faz uma cara exagerada pra pequenas coisas (sei la, eu acho que ele é sensível de mais, em todas as suas versões).

      Como você, não acredito que ter esquecido o bolo seja o suficiente pra fazê-lo esboçar surpresa e espanto.

      Também não creio que ele tenha cometido suicídio. O Ayumu já era acostumado a ficar horas e até dias esperando o irmão. Kato trabalha pacas pra bancar aquele apartamento... justamente pra não terem de voltar pra tia chata...

      E ai tem uma das possibilidades: Kato pode não ter encontrado ninguém. O garoto pode ter se desesperado com alguma notícia (fica claro que ele ignorou a aparição heroica do irmão dele na televisão, salvando a galera do monstro grandão, mas a TV pode ter passado alguma outra matéria paralela, talvez até as filmagens de Kato sendo esfaqueado no metrô.) que o fez ir até sua tia, ou procurar por ajuda/proteção/orientação.

      Ele foi dormir, deixou comida pronta e parecia tranquilo, mas não da pra excluir a possibilidade de algum alien ter se vingado de Kato. Numa adaptação bem livre, daria pra por Kato na mesma condição de Kurono durante o sequestro de Tae pra atraí-lo e mata-lo, algo orquestrado pelos "Anti-Gantz" (eu chamo de vampiros, mas nem lembro mais se esse era o termo real). Tudo aconteceu muito rápido, a noite foi bem intensa, e Kato chamou muita atenção, principalmente naquela declaração pra policia onde ele claramente falou o nome de Gantz (e a cabeça dele não explodiu). O mangá fez todo uma bagunça no desenvolvimento de Gantz mas, pode ser que alguém tenha ouvido Kato e começado por ele (teve aquela chamada de telefone público também, alguém pode ter rastreado e ido ferrar com o parente de Kato).

      Ignorando Aliens vingativos ou um grupo anti-gantz, o próprio Gantz pode ter ido atrás dele... não o Gantz em pessoa mas talvez o grupo por trás do Gantz (no mangá são aqueles apostadores... mas poderiam mudar isso pra algo um pouco mais sério). Talvez pra silenciar Kato ou castiga-lo, talvez para ameaça-lo, sei la. Seria mais fácil mata-lo logo de cara mas, ele demonstra potencial pacas ao derrotar o chefão.

      E bem, tem a possibilidade da Assistencia Social ter chegado la. Não é impossível, e Kato é menor de idade... talvez alguém tenha ido checar a história de um garoto menor de idade vivendo sozinho, algo propositado pela família chata de Kato, a tia pode ter denunciado.

      Pode não ser nada também... Kato pode ter visto a mesa arrumada, seu maninho dormindo e por fim, se espantou.

      O que importa, e creio que concordaremos nisso, é que podem muito bem criar mais filmes assim, pois esse ficou muito show! E mesmo com a troca de protagonista, seria irado ver uma nova linha de Gantz, quem sabe uma melhor (talvez sem Catastrophe).

      Sr Ferreira, te agradeço por ler e comentar. Fico feliz por ter curtido, e vou por a foto do Kato espantado no final do post, rs...

      See yah!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores do Google+