PesquisaMorte:

ArquivoMorte

FeedMorte

CadastroMorte

Cadastre seu e-mail aqui:

Delivered by FeedBurner

domingo, 11 de janeiro de 2015

AnáliseMorte: Super Mario RPG, Legend of The Seven Stars - Tudo o que eu conseguir lembrar sobre Mario RPG!

A primeira postagem do ano... nada mais justo que ser sobre um dos jogos mais legais que já tive o prazer de experimentar.

                       Super Mario RPG!                           



Super Mario RPG, é um jogo exclusivo da Nintendo, em parceria com uma empresa aclamadíssima no mundo dos RPGs, a Square!

Esse jogo é bem antigo, mas é muito bonito, bem feito, tem uma história muito rica e pra variar, é um dos RPGs mais fofinhos da história dos games.

Então, aqui deixo o aviso de spoiler presentes no texto, mas não será tanta coisa... por ser um jogo que eu curto eu adoraria falar tudo sobre ele... mas ele é um RPG... e eu nunca escrevi sobre um RPG (na real falei sobre um Kingdom Hearts)... então tentarei fazer algo decente, simples, mas completo. Lembrando que é um jogo da Nintendo então, não tem sangue, nem morte, nem nada que assuste... mas vai ter spoiler!
Boa leitura!


Ele conta a história de Mario e... acho que terei de ser mais detalhista... então, bora fazer uma analise digna!


Pra quem não sabe, a Nintendo é uma empresa de jogos muito famosa, cheia de consoles e títulos originais e exclusivos. Eu cresci jogando um Super Nintendo, então minha alma é nintendista, onde os melhores jogos da minha história são da Nes (sigla de "nintendo"... tem quem chama de "Big N" também...)


Nunca fui fan boy... mas eu praticamente idolatro os consoles da nintendo... e os jogos então...

Enfim, um dos mascotes mais famosos da Nintendo é o Mario, um bigodudo que rendeu centenas de jogos pros diferentes consoles e portáteis da Nintendo. Tem de todo tipo, corrida, luta, aventura, ação, exploração, plataforma, estratégia (se bobear até tem de tiro) e dente todos esses, tem vários de RPG. Bem, o primeiro jogo RPG em que o Mario protagonizou foi o próprio "Super Mario RPG - Legend of the Seven Stars".


Mas apesar de ser um jogo que leva inclusive o nome do Mario, esse não é um exclusivo dele. Se passa em seu universo, usa seus personagens, mas a história é muito mais original e inovadora que isso, tanto que, além de ter personagens novos e irados, os antigos abandonam completamente suas causas e motivos para rivalizarem-se e se aliam, por um bem maior. Você entenderá isso até o fim.

Há três coisas importantes pra dizer acerca desse jogo: Gênero, história e personagens. Irei dividir a análise nessas três coisas e bem, vejamos se fica claro.

Gênero

O RPG é uma especialidade da Square, e inclusive lhe salvou da falência. A história já é antiga e bem conhecida: A muito tempo uma empresa de jogos chamada Square esteve a beira da falência quando resolveu apostar numa última tentativa, chamada inclusive de "Fantasia Final". Não apenas deu certo, como tal jogada salvou a empresa e lhe rendeu mérito até os dias de hoje, dando vida a não apenas uma franquia de jogos, mas várias e várias franquias de sucesso, de muitas plataformas diferentes.

Na época a Square produzia jogos pra Nintendo, mas agora faz para todas as plataformas, inclusive PC. Também, a Square (Squaresoft) se fundiu a outra empresa de jogos chamada "Enix", que fazia jogos, animes e mangas, virando a Square Enix, principal desenvolvedora de RPGs eletrônicos. 



Bem, RPG significa "Role Playing Game" e é um tipo de jogo de interpretação. O jogador se une com outras pessoas, cria um personagem, uma situação, e sai improvisando uma história, eventos, geralmente com regras impostas pelo líder da partida, e normalmente tudo ocorre em tabuleiros. Mas, há também RPGs em Live Action, onde os jogadores literalmente se caracterizam como seus personagens e saem mundo afora, vivenciando desventuras improvisadas, em grupo, sempre em grupo. Esse tipo de jogo é muito famoso e muito jogado... eu não sei nada sobre isso, nunca participei, mas esse tipo de jogo exige bastante da criatividade humana e imaginação, o que o torna uma ótima pedida pra quem tem amigos pra jogar.



Agora, um RPG no mundo dos games é diferente, um pouco (muito na verdade) diferente. RPGs Eletrônicos são jogos onde um ou mais personagens saem pelo seu próprio mundo, encontrando outros personagens, interagindo com eles, aprendendo, se desenvolvendo, caçando criaturas, encontrando coisas, tudo isso em meio a um objetivo em comum entre todos no grupo. 

Sempre o grupo se torna grande, e cada personagem apresenta habilidades, características e funções diferentes. Mas apenas alguns podem participar diretamente da aventura, e é ai que um dos quesitos de um RPG surge: Escolha. 


O jogador, como comandante de toda a equipe tem como função determinar quais serão os personagens principais de seu grupo, quais serão os secundários, quais habilidades eles deverão utilizar, como deverão atuar em batalha, enfim, ele deverá manter o grupo em ordem, administrando tudo, não apenas como "O protagonista" mas como todos os demais personagens. Há até momentos em que uma simples resposta a um evento, ou pergunta mesmo, define uma escolha crucial para a campanha, mudando o destino do grupo inteiro. Há RPGs em que isso pode definir quais personagens se juntarão ao grupo, e quais não o farão. 

Um RPG Eletrônico, mesmo não tendo toda aquela interação e improviso de um  RPG normal, acaba buscando por simular tudo isso, com personagens vinculados a uma história pré definida, que pode ser explorada de formas diferentes pelo jogador. 

Outro quesito importantíssimo de um RPG é: Desenvolvimento.

Todo RPG tem isso, seja de Mesa, Live Action ou Eletrônico, todos tem o desenvolvimento dos personagens como uma das principais características. E esse desenvolvimento não se limita a personalidade, isso vai pro físico também, e até pro emocional. Mesmo um personagem fictício tem emoção, e isso afeta o jogador. As vezes, num RPG, uma perda de um dos personagens mais importantes pode afetar o jogador de forma impactante, as vezes até mais do que afeta a história do jogo em si.

Bem, os personagens de jogos RPG normalmente enfrentam criaturas, e dessas criaturas obtem itens, equipamentos, moedas e exp. Exp (Experiência) é um tipo de pontuação, que varia de criatura pra criatura abatida, e que define o quão desenvolvido o personagem está. Cada RPG tem seu sistema, e isso varia ou pode variar de jogo pra jogo, mas o padrão dos Eletrônicos é: Você mata um monstro, pega um pouco de exp, quando você pegar a quantidade máxima de exp para seu Level atual, você passa pro próximo level (isso se chama UP!). Quanto mais avançado seus personagens estão, quanto mais leveis eles tiverem, mais habilidades, poder, HP (vitalidade) SP/MP (Poder Mágico) ele tem, entre outras coisas. 

Desenvolver seu personagem é essencial para se concluir o jogo, pois, conforme a aventura avança, os inimigos se tornam mais fortes, com mais leveis, e é preciso caçar e "Upar" para se tornar forte suficiente para vence-los. Mas, nem todo jogo exige por exemplo que você tenha o level máximo para concluí-lo. Ter leveis não define seus personagens completamente, é preciso equipa-los corretamente, saber quais habilidades usar em batalha, quais os pontos fracos dos inimigos (como em Pokémon mesmo... alias Pokémon é um tipo de RPG, baseado em "Card Game"... rs..) ou seja, é preciso ter algo que chamam de "Play Skill" (Habilidade de Jogo). Com isso, por exemplo, é possível finalizar um RPG que tem por padrão o level máximo 99, com personagens no lvl 65.

O que torna Super Mario RPG diferente, além da história e do designe ligeiramente tridimensionalizado, é o fato de ser um jogo com ações em tempo real e interação constante. Por exemplo, há uma parte do jogo em que é preciso literalmente correr ao lado de um personagem pra arrombar uma porta.




Também, o limite máximo de leveis é 30, só isso, e só podem ter 3 personagens em batalha... 



Pois bem, depois de tanta explicação sistemática, fica mais fácil explicar o Super Mario RPG!

Personagens


Até pensei em contar a história do jogo primeiro, mas reparei na necessidade de explicar coisas como o universo dos jogos de Mario, para explicar as divergências de Super Mario RPG, e o que o torna tão diferente, tão distinto, tão único e original. 

Pois bem, pra isso, fica mais claro se eu falar dos personagens antes.

Super Mario




O famoso encanador bigodudo italiano de boné vermelho que pula alto e é viciado em cogumelos. Esse, é o mascote da Nintendo.

Esse cara é o cara, e nada mais justo que haverem vários jogos só pra ele, com o nome dele na capa, e ele como protagonista. Aqui, não é diferente, e em RPG ele é um grande protagonista... mas não é o único.

Sua fama é constantemente mencionada no jogo e ressaltada, e de fato Mario é um cara famoso pra caramba.

Suas aventuras mais comuns são aquelas em que ele viaja pelo reino do Cogumelo em busca da princesa, tentando resgata-la de sequestros, na maioria das vezes realizados pelo seu eterno rival: Bowser Koopa.

Mas ele também já participou de Olimpíadas, Corridas de Kart, Lutas de Bonecos, Jogos de Tabuleiro, Viagens Espaciais, e por ai vai. Mario faz de tudo, mas sua especialidade é pular... pular muito.



Normalmente, Mario se garante sozinho contra qualquer tartaruga que surja em seu caminho, e as vezes até pode contar com acessórios radicais como: Flores de Fogo que lhe atribuem disparos de bolas de fogo que transformam geral em moedinha; Penas que viram Capas e fazem com que Mario voe, plane e ainda flutue como se não gravidade fosse uma mentira; Folhas Secas que dão orelhas e rabinho, e fazem praticamente o mesmo que as Penas, mas também fazem um barulhinho bem chatinho antes, durante e após qualquer voo; Cogumelos, de cores diferentes, tamanhos diferentes, e efeitos diferentes, tornando-o de tamanhos diferentes, uns em pequeno, uns em grandes, uns em enormes... e ainda uns dão vidas extras para Mario.



Enfim, além de ter tudo isso, tem bem mais coisas que surgem e somem de jogo pra jogo, mas no final, o que importa é que Mario sempre salva a princesa, até ela ser sequestrada de novo, geralmente sozinho.

E é aqui que o RPG muda tudo. Mario não está sozinho, e agora precisará de amigos e aliados para derrotar um mal muito maior que qualquer princesa sequestrada, agora Mario terá de lutar contra o fim de todos os desejos realizados no mundo! E justamente por essa necessidade, dessa vez ele não é a única estrela do jogo.



Tudo começou por causa da maldita Espada Gigante que jogou todo mundo pra longe, depois disso Mario foi atrás de sua princesa e se viu numa aventura com proporções muito maiores.



Mario pode usar algumas de suas habilidades clássicas em suas lutas por exp, como verdadeiros especiais, e em seus movimentos comuns ele pode socar, ou dar chutes em cascos... além de usar seu poderoso Martelo.



Todos os ataques de Mario em RPG são movimentos clássicos, como arremessar Chama baseado na Flor de Fogo. O Martelo é uma arma bem poderosa de Mario, tal qual ele utiliza em um jogo clássico chamado Mario Bros, onde ele derruba Bowser apelando pra marteladas. Também é uma arma que ele utiliza no jogo mais antigo de Mario, o "Donkey Kong".



Bowser Koopa




Esse é o maior inimigo de Mario, uma tartaruga dinossauro gigante que sequestra princesa e cospe fogo.



Ele é grosseiro, agressivo, vive mudando de tamanho e odeia muito o Mario. Na maioria das vezes ele é o vilão principal, e sempre faz de tudo pra acabar com o Mario e qualquer um que o siga.

Mas aqui, devido o mal maior que surge, o tio Bowser deixa seu posto de vilão pra se tornar um aliado! Afinal, logo após ser derrotado por Mario mais uma vez, após sequestrar a princesa mais uma vez, seu castelo foi tomado por uma enorme e diabólica espada, tal qual despaxou todo mundo pra longe.

Sem seu castelo, Bowser se vê obrigado a cooperar com Mario e seus amigos, para assim recuperar o que é seu por direito e consequentemente, salvar o mundo... contraditório não... um grande vilão virando mocinho.



O interessante dessa versão da história é justamente isso... ela supreende pois tudo que Mario conhece é satirizado numa nova aventura, tal qual possui outros protagonistas, um outro impacto e outro tipo de abordagem... apenas a mera rivalidade de encanadores e répteis não é o foco, mas sim algo bem maior, e ver todos os lados cooperando para vencer esse mal é incrível, e uma característica de RPGs.

Muitas histórias, muitas vezes contraditórias e opostas, se unindo como uma só, para dar vida a história principal, a história maior.

O humor do jogo também auxilia em tal união, e o vilão se torna aquele personagem maldoso, bravinho e ao mesmo tempo engraçado, justamente por sua vilania.



Bowser é o personagem com maior força bruta do jogo, mas tem habilidades especiais que normalmente causam efeitos negativos nos inimigos (os de verdade). Outra curiosidade dele é que, após ser expulso de seu castelo, suas tropas Koopa ficaram aos serviços da Espada Gigante, e outros foram jogados para longe. Alguns ficaram com Bowser, outros ficaram pelo reino, outros no castelo, enfim... sempre que algum de seus antigos servos surge na luta, como oponente do grupo de Mario, se Bowser estiver presente na batalha, eles fogem de medo do Bowser. Uma vantagem bem interessante dependendo da situação, e também um tipo de escolha em RPGs, afinal, monstros que fogem da luta significam uma Exp menor após ganha-la, mas também significa menos batalhas... cabe ao jogador decidir.

Peach Toadstool





Essa é a princesa delicada e vitima dos sequestros reptilianos.



A princesa Peach é uma das personagens que Mario busca no inicio do jogo, durante uma parte do jogo, seu único e principal objetivo é encontrar a princesa, mas depois que ele a encontra, o já mencionado mal maior toma conta e, Peach passa de vítima a aliada, ajudando Mario e seus amigos (incluindo Bowser).

Alias, Bowser é um dos que ajuda a resgatar Peach, de outro sequestrador que surgiu na aventura, outra surpresa interessante do jogo, pois logo no inicio do mesmo, Bowser estava com a princesa em suas garras, e na metade da história, ambos estão lado a lado descendo a mão na cara dos inimigos de verdade.



Depois de resgatada completamente, e devolvida ao reino do cogulemo, o rei não permite que a princesa ajude Mario em sua jornada, justamente pelo perigo eminente, mas ela foge posteriormente e se junta com Mario e sua equipe assim mesmo.



Peach pode ser delicada mas, em seus ataques normais utiliza tapas e guarda-chuvadas, além da mortal frigideirada... tudo isso sem usar poder mágico... pois quando usa, seus ataques especiais são em sua maioria habilidades de suporte como cura em grupo, terapia e ressurreição. Ela seria o que normalmente é um "Sacerdote" ou algo do tipo em RPGs.


Mallow


Mallow é uma bolinha de gás fofinha pra caramba, que faz chover quando chora e deus... é fofinho de mais, literalmente.



Ele é um dos aliados de Mario agora, o primeiro que ele encontra, e é um dos personagens novos e originais da história. Ele é o primeiro traço RPG original do jogo, a história paralela que com o tempo se torna a principal, ou vinculada a principal. É justamente aquilo do que falei acima, onde várias histórias diferentes se unem e formam uma só.

Mallow encontra Mario por causa de um crocodilo que o rouba. Mario esbarra nele logo após falar com o Rei Cogumelo sobre o que aconteceu com Peach e Bowser e a grande Espada que surgiu dos céus. Pois bem, Mallow se apresenta, e pede ajuda de Mario pra recuperar o que lhe foi roubado.



Assim que Mario ajuda Mallow, ambos viram amigos, e Mallow oferece sua ajuda pra encontrar a princesa Peach, e leva Mario pra conhecer seu sábio avô, um sapo, que poderia lhe aconselhar sobre o paradeiro da princesa... 



Pois bem, a história e participação de Mallow ganha significado nesse ponto, pois é onde ele descobre que não é um Sapo, e foi adotado pelo vovô sapo, encontrado num cesto no lago... e cabe a Mario ajudar Mallow a descobrir sua real natureza. Mais um objetivo paralelo de Mario, em sua longa jornada.

Justamente nessa jornada, Mario e Mallow descobrem que na verdade ele é um Principe, do reino das nuvens, mas alguém estava tentando se apoderar do trono, enganando o povo, com um falso Mallow. 



Assim que Mallow salva sua família e seu reino, consegue aquilo de que Mario e sua turma precisavam para voltar ao Castelo de Bowser e enfrentar a Espadona.



Mallow é um verdadeiro feiticeiro, possuindo habilidades mágicas como invocar Raios e Estrelas Gigantes que Pulam. Em suas habilidades físicas e comuns ele é fraco, mas consegue ser letal com seus cajados ou murros gigantes.




Geno




Mais um personagem original, mas esse literalmente fez a história principal. 

Geno é um boneco de ação, feito de madeira, que um garoto usa pra brincar com Mario e algumas figuras de ação de Mario, Bowser e Peach. Pois bem, esse boneco ganha vida quando uma Estrela surge e o incorpora.



A estrela veio dos céus para reconstruir a Estrada das Estrelas, destruída pela Grande Espada que caiu no Castelo de Bowser. Essa estrada, é responsável pela realização de todos os desejos do mundo, e enquanto estivesse destruída, nenhum desejo ou sonho se tornaria real. E essa é a história do jogo.



O principal objetivo do jogo é recuperar as 7 Estrelas, fragmentos da Estrada das Estrelas, e reconstruí-la. Geno é o corpo usado pela estrela que tem como função realizar tal feito, mas, a estrela encontrou a Grande Espada em seu caminho, junto com seus Generais e um tal de Smithy, todos impedindo que os fragmentos fossem recuperados.

Daí, ela pede pra Mario e Mallow (Pech e Bowser posteriormente) que o ajudem a completar sua missão, lutar contra esse mal e salvar o mundo.

Geno é isso, apenas um instrumento para a estrela, mas é um dos personagens mais irados do jogo, e mais difíceis de controlar também.



Como mencionei, o jogo tem muita interação em tempo real. Todos os personagens tem um efeito extra ao atacarem seja com ataques físicos comuns ou especiais, e quando se aperta o botão na hora certa, ou faz o movimento certo, o efeito dos ataques e habilidades aumenta. Tipo, se Mario aperta o botão de salto na hora em que seu pulo especial acerta o alvo, ele pula de novo, e de novo, enquanto o jogador apertar o botão na hora certa, isso vai aumentando o dano, e até faz um som de "Vida" (clássico de Mario).

Agora, com Geno isso é muito mais difícil, pois seus ataques físicos são Disparos a Distancia, que normalmente exigem uma precisão monstruosa para serem efetivos, e seus especiais são esquisitos, precisando de uma interação minuciosa dos controles. Tem até um ataque de Geno que pode tirar incríveis 9999 de dano, se usado da forma correta, e a forma correta é quase impossível de se fazer, de tão precisa que tem de ser.



Geno é sem dúvida o personagem mais difícil de se jogar, o mais forte ou fraco dependendo do jogador, e também o centro de toda a história principal.


Entende como são os personagens do jogo? É curioso né? Cada um tem seu objetivo, mas no final todos acabam lutando pela mesma coisa:


Mario quer resgatar a princesa, mas pra que seu resgate se complete ele precisa salvar o reino da Espada e todos seus Generais, além de ajudar seus amigos (e até inimigos).


Peach quer seu reino em paz, Mario bem e não quer se casar com os vilões que surgem querendo isso, além de não querer mais ser sequestrada.


Bowser quer seu castelo de volta, e pra isso acaba apelando pra força de Mario e seus amigos, e até os passa a chamar de "Nova Tropa Koopa".


Mallow quer descobrir quem realmente é, e acaba descobrindo que é um príncipe, e se envolve nos problemas de seus novos amigos, decidindo ajuda-los.


Geno quer consertar a Estrada das Estrelas, salvar os desejos de todos, incluindo o de Mario, Peach, Bowser e Mallow.




Todos esses objetivos, unidos em um só: Lutar contra a Grande Espada e todo o mal que ela trouxe.


Existem vários outros personagens, além dos principais, sendo a maioria NPCs interativos, ou inimigos. Tudo no jogo tem história... todos tem, e isso é uma característica de RPG. Muitos personagens diferentes, e histórias diferentes, tudo junto.

Não se resume apenas aos protagonistas, mas também a todos que interagem com eles. Esses personagens "NPCs" são personagens mais simples que só comentam coisas, contam histórias ou preenchem pontas das histórias dos protagonistas, mas são tantos, tantos, que eu não poderia falar de cada um com sua devida importância. Alguns eu até decorei o nome, de tão recorrentes que são, mas não irei falar de uns e ignorar outros, pois por menores que sejam, todos são importantes, e se eu falar de todos, vou precisar falar também de todos os equipamentos do jogo, todas as fases, todas as falas, todos os inimigos pequenos, e por ai vai... e não é bem esse meu objetivo na analisemorte... eu só quero falar do jogo, explica-lo, mas sem precisar disseca-lo por inteiro.

Mas existe um personagem que é tecnicamente secundário e principal ao mesmo tempo:

Yoshi




Ele é um dinossauro verde que puxa coisas usando a lingua e Mario adora montar.



Ele aparece em vários jogos, principalmente em Super Mario World, onde o jogo praticamente gira em torno dele, e ele é um personagem bem característico de Mario. 



Aqui, ele aparece em uma Ilha opcional do jogo, onde você pode participar de uma corrida com ele, mas só isso. Também é possível usar um biscoito que se ganha nessa mesma ilha durante as batalhas do jogo, e com isso invocar Yoshi pra ajudar um pouco. Tirando isso, Yoshi só aparece pra dar essa ponta... (Pelo menos aparece, pois o irmão de Mario, Luigi, nem se quer é lembrado no jogo... exceto no final quando o desejo dele é realizado)

Irei falar então dos vilões do jogo, os principais, um resumo do que são, e pra que servem. No final, conto um resumo da história, e finalizo.


Bowser




Ele é o primeiro chefe do jogo, justamente por ter sequestrado a princesa, e é lutando contra ele que o jogador conhece o sistema RPG. Mas, após vencê-lo, seu castelo é tomado pela espada, e todos são jogados pra longe, Mario perde a princesa, a Princesa perde sua liberdade (pois vai parar nos braços de outro vilão) e Bowser perde seu castelo.



Posteriormente Bowser até tenta recuperar seu castelo sozinho (alias, com seus servos) mas perde boa parte de seu grupo e acaba ficando sozinho de verdade, restando apenas a alternativa de desistir, ou se unir a Mario e seu grupo. Ele o faz e ai, o que no começo era vilão, se torna aliado.


Irmãos Martelo



São clássicos inimigos de Mario, aparecendo em vários jogos. São basicamente Tartarugas com Martelos.



São os primeiros chefes do jogo (depois de Bowser, pois o jogo mesmo começa depois da derrota dele) e aparecem perturbando um pobre Toad. Pois bem, assim que Mario os vence, ele ganha um belo Martelo, tal qual ele usa por um bom tempo, em suas batalhas seguintes.




Crocodilo




O segundo chefe é o Crocodilo, porém ele não é derrotado completamente.

Ele é enfrentado 2 vezes no jogo, na primeira após roubar Mallow.



Na segunda é numa Mina, onde o Crocodilo acaba até ajudando eles sem perceber, e abre caminho pra eles chegarem até a Estrela.



Depois disso, o Crocodilo aparece na Terra das Nuvens, onde ele acaba deixando um de seus acessórios de roubo mais importantes para Mario, sem querer, e no fim do jogo, ele acaba abrindo uma loja dentro do Castelo de Bowser, para ajudar Mario... cheio de artigos roubados.




Espada Trampolim




Basicamente uma Lâmina que pula...



Esse é mais um dos chefes, tal qual é enfrentado por Mario e Mallow no castelo da princesa, assim que ambos retornam após derrotar o assaltante de Mallow. O reino tinha acabado de ser invadido por essa espada e seus aliados, mas ela não é a Grande Espada, é somente um de seus Generais.



Após vence-la, Mario obtém sua primeira Estrela, sem saber o que ela significava, e com ajuda de Mallow, vai se consultar com o Grande Sapo e descobrir alguma forma de encontrar a princesa.


Belome


No caminho para o Sapo, eles encontram Belome, uma estátua viva de um cachorro cheio de olhos, que adora comer. Esse é um dos chefes do jogo.



Belome aparece duas vezes, na primeira ele segurava um botão, e assim que Mario e Mallow o derrubam, uma enorme onda de agua varre geral e os leva direto pro Lago.



E depois aparece no caminho para o Reino dos Monstros, onde ele passa a literalmente comer os membros do grupo do Mario, e criar clones deles pra luta... ainda assim, Belome morre bonito, e ainda declara que voltará em outro jogo!



Bowyer



Após falar com o Sapão e seguir em busca da Princesa e da natureza de Mallow, Mario encontra Geno, e o segue pela floresta mais chata de se andar. La, ele descobre um Arco Gigante, outro General da Espadona, chamado Bowyer, contra quem Geno luta, até Mario e Mallow o ajudarem.




Após derrotar o Bowyer, mais uma Estrela é encontrada, e Geno explica o significado das estrelas para Mario e Mallow, e pede a ajuda deles.


Punchinello



Essa coisa é mais um dos Generais da Espadona, e ele surge numa Mina pela qual Mario, Mallow e Geno passam em busca de outra Estrela que caiu. La, eles tentam resgatar algumas crianças que ficaram presas na mina, após o desmoronamento, por irem olhar a Estrela, além de recuperar a dita cuja, mas, acabam se deparando com esse viciado em explosivos, após encontrar com o Crocodilo de novo.



Punchinello derrota a si mesmo, ao invocar uma enorme bomba, e com isso, mais uma Estrela é recuperada por Mario.

Palhaços




Após sair da Mina, Mario, Mallow e Geno encontram alguns caras estranhos que mencionam a Princesa, e dizem que seu chefe irá se casar com ela, pois ela caiu dos céus. Esse chefe nada mais é que um dos chefões do jogo, tal qual acabou sequestrando a princesa, e Mario vai até o castelo dele para salva-la, mas, la, ele se depara com Bowser. É ai que Bowser se une a ele e juntos, vão em busca da Princesa. 


Porém, no último momento o cara estranho foge e deixa dois Palhaços lutando em seu lugar. 


Após derrotados, cada um toma um rumo: O Palhaço das Facas fica fazendo malabares no Castelo de Booster. E o Palhaço com Bola monta um Cassino. 



Depois da luta, Mario vai atrás de Booster...

Bolo de Casamento




Mario persegue Booster, até chegar a uma igreja, na qual ele irá se casar com Peach. Porém, Mario impede o casamento, mas ao invés de enfrentar Booster, ele enfrenta um Bolo de Casamento!


Booster alias é uma comédia, e por mais maldoso que ele parece ser, ele só é idiota de mais. Tudo o que faz é por ser idiota e, no fim, ele acaba ajudando Mario e Bowser a salvar a princesa, dele mesmo... só pra comer o Bolo!


Após impedir o Casamento, e salvar Peach, todos voltam para o reino do Cogumelo, explicam o que houve, e Peach se oferece para ajudar, mas, o Rei não deixa. Ainda assim, Peach foge e depois se junta ao grupo. 


Todos vão até um local onde as Estrelas Caem, la, encontram alguns dos desejos que aguardam por ser realizados, dentre eles um da família biológica de Mallow, suplicando por seu retorno. La também encontram outra Estrela, perdida, e sem nenhum General por perto.




Polvo Gigante




Mario, Mallow, Geno, Bowser e Peach, agora o grupo inteiro, encontram uma cidade estranha cheia de gente esquisita, e la, descobrem que uma das estrelas caiu no mar, e um pirata se apossou dela. Eles vão até la então, no navio naufragado desse mesmo pirata, e encontram em meio a fantasmas e afins, um Polvo Gigante, ou uma Lula eu sei la, e lutam contra ele(a).


Só pra abrir caminho e lutar contra mais um chefe... o verdadeiro dono do barco, que foi naufragado justamente por esse monstro.


Johnny J. Jhonnas




Esse pirata, um tubarão pirata, é o inimigo real do Barco, mas apesar de mal, ele é um dos caras mais legais que Mario enfrenta. 


Durante a luta, ele decide testar o poder de Mario e o enfrenta sozinho, mano a mano. 


Ainda assim, ele perde a luta, entrega a Estrela e, em seguida, ainda ajuda Mario a recuperar essa mesma estrela do real inimigo que surge em seguida.


Lança Viva




Após voltar a superfície, e retornar pra cidade estranha, Mario e seu grupo descobre que aquele povo estranho era na verdade um dos Generais da Espadona, que queria a Estrela, mas usou Mario para recupera-la. Eles então forçam Mario a entrega-la, torturando o povo verdadeiro (eles porque a Lança tinha a habilidade de se multiplicar, e se dividiu em vários que se passaram pelos habitantes da cidade) 


Mas, Johnny faz questão de impedir que ele fuja 


e a luta se torna inevitável, sendo Mario e seu grupo os vitoriosos, recuperando a Estrela.


Depois disso, Mario descobre que pode haver uma estrela na Terra dos Monstros e vai até la, enfrentando Belome no caminho.

Jinx



Esse é um chefe opcional, encontrado na Terra dos Monstros. Ele treina um dos antigos servos do Bowser, e aqui, enfrenta Mario e seu grupo, caso eles queiram, para mostrar suas tecnicas e ver quem é mais forte. 



Se derrotado, Jinx da um equipamento para Mario e passa a treinar a arte marcial do Pulo, para seguir os passos de Mario, seu novo mestre.


Planta Gigante




Após passar pela Terra do Monstros e não encontrar nenhuma estrela, eles recebem a informação de que podem haver estrelas mais pra cima (...) afinal a terra dos monstros fica abaixo da terra. Daí, eles lutam num tipo de Jardim gigante, cheio de plantas e abelhas, e um Jardineiro, que faz Plantas Carnívoras brotarem facilmente com seu regador. 



Ele invoca a Planta Gigante, que Mario e seu grupo são obrigado a derrotar para conseguir ativar um Pé de Feição Gigante e leva-los mais pra cima, direto pras nuvens.


Birdo




Ao subir nas nuvens, eles encontram o Reino das Nuvens, onde descobrem que Mallow é um principe. Mas mesmo assim, eles são obrigados a invadir o castelo disfarçados de Estátuas, e la buscam pela família real e o cativeiro deles. Nesse meio tempo, esse é um dos chefes que Mallow, Mario, Geno, Peach e Bowser enfrentam dentro do castelo da família de Mallow.



Um Ovo que quando choca revela Birdo, um dinossauro antigo que apareceu no Super Mario Bros II



Birdo nasce e morre no mesmo ninho, e assim que superado Mario e sua trupe encontram o falso Mallow.

Dodo



 Eles encontram o Dodo, que se passava por Mallow diante o público, mas era só um pássaro capacho da Valentina, a moça que queria tomar o trono do Reino das Nuvens dizendo que a familia real estava muito doente e que Mallow a pediu para reinar em seu nome... se aproveitando pelo fato de Mallow estar desaparecido. 



Pois bem, Dodo foge depois da luta, mas grava bem quem foi o mais fraco na batalha, e em seguida, ele faz questão de usar isso como vantagem.

Valentina




Após tentar fugir, Valentina fica presa pelo povo do Reino das Nuvens, perguntando coisas e tudo mais, e com isso, Mario, Mallow e os outros conseguem alcança-la e enfrenta-la.



Valentina é uma moça meio fanática por pássaros, durante seu reinado no Castelo de Mallow, ela colocou várias gaiolas por todo canto, e tinha uma trilha sonora bizarra onde ela gritava ou dava risadas, como aves cantando, a todo momento, irritando. Durante sua luta, ela deixa Dodo lutando contra um dos 3 personagens que o jogador escolheu, enquanto ela enfrenta 2, em locais separados... 



Depois, assim que Dodo leva um sacode, ele se junta a luta final, mas ambos perdem e Valentina foge, deixando a chave do cativeiro do Rei e da Rainha para trás. 



Com isso, Mallow consegue conhecer sua família de verdade, e conta toda a história pela qual passou até retornar para eles. 



Depois disso o rei conta o paradeiro de mais uma Estrela, que ele viu cair no Vulcão, protegido por um temido dragão, que fica pertinho do Reino das Nuvens... e é para la que Mario e sua equipe vai, com a benção da família real, e a ajuda do mais novo Príncipe do grupo, o Mallow. A família real das nuvens é bem mais liberal que a do cogumelo, e mal recebeu sua criança de volta já abre mão dela pra uma aventura mortal contra um dragão de lava!

Dragão de Lava (Czar)





Essa criatura é tensa, e aparece formada por monstros de Fogo, clássicos de Mario. 



Depois, ela cai na lava, e se torna um ser esqueleto bizarro, tal qual luta até o fim, apelando muito e de todas as formas possíveis. Após morrer definitivamente, a Estrela é encontrada... 



Pelo menos quase, pois um novo inimigo surge logo em seguida... mais um General... ou grupo de Generais da Espadona...

Axem Rangers



Logo após Mario recuperar a Estrela, os Axem Rangers aparecem, roubam a Estrela e tentam fugir... porém Mario e seus amigos os alcançam e uma nova luta começa...



A batalha contra eles é complicada, pois Mario e os outros estavam cansados pela recém batalha contra o Dragão de Lava, e os Axem Rangers são um grupo de 5 guerreiros poderosos. Esse grupo é uma referência aos "Power Rangers" só que numa versão maligna. 



De quebra, mesmo depois de enfraquecidos eles apelam pro "Axemzord", tal qual é derrotado e só assim, a estrela é recuperada.



Depois disso, restava apenas uma Estrela, tal qual estava no Castelo de Bowser, mas para chegar até la era praticamente impossível, se não fosse pelo Carro da Família Real das Nuvens!




E lá, no castelo, a ultima batalha estava prestes a acontecer...




Magikoopa



Ao entrar no Castelo de Bowser e passar por todos os desafios de la, como uma série de portas lotadas de puzzles, eles encontram um dos aliados de Bowser, o Magikoopa, tal qual luta contra eles.



Após ser derrotado, descobre-se que Magikoopa estava sendo controlado mentalmente, e estava servindo a grande Espada sem saber. Daí, ele ajuda Bowser e seus novos aliados com sua magia, e ainda cria um Bloco especial que da Moedas Infinitamente!




Samurai Prensa (Boomer)




Depois de passar pelo Magikoopa, Mario e seus amigos chegam no local onde a primeira luta do jogo ocorreu, onde Mario Bowser e Peach estavam, e agora, um novo inimigo estava nos Lustres. 



O Samurai, luta contra eles como um dos Generais da Espadona, e tenta impedi-los de prosseguir... mas, no final, acaba sendo derrotado e eles vão direto para o topo do Castelo... lutar contra a Grande Espada!


Espadona Grandona do Mal (Exor)





No topo, eles lutam contra ela, a monstruosa e cheia de partes vivas, Espadona.




Mas, assim que eles a derrotam, ao invés de salvar o mundo, eles são sugados pra dentro dela... 



Ela era na verdade uma das armas de Smithy, o verdadeiro vilão do jogo, e ao derrota-la, abriram um portal para a fábrica de Smithy.



Relógio Gigante



No caminho pra Fábrica, eles enfrentam várias criaturas de Smithy, dentre elas alguns chefes. Esse Relógio aparece, parado no meio do caminho, e Mario e seus amigos tem de destruí-lo pra continuar.



O Relógio era composto de três partes, 2 campainhas e os ponteiros, todos com vida e ação individual, uma vez derrotados, o caminho estava livre.


Cloaker e... sei la o que é aquilo (Domino)




Mas não adianta muito e mais um obstáculo surge, dois grandes... palhaços... eu não entendi bem o 
que eles são, mas são inimigos que surgem no caminho e precisam ser superados.



Quando um é derrotado, o outro monta uma enorme Serpente que de tão grande, da voltas e voltas no abismo que leva até a Fábrica.



Bem, o motivo por eu não entender o que essas criaturas são é o conceito delas geral... Todos os Generais de Smithy são Ferramentas e Armas, com vida. Pois o inimigo real do jogo é um Ferreiro do Mal. Esses seres que aparecem são coisas que, eu não consegui identificar... mas... são inimigos aos serviços de Smithy então... devem ser alguma arma. Pelo uso da Serpente no final da luta, provavelmente eles sejam uma representação do "Veneno" como arma... sei la... pelo nome deles são como Capa... Dominó??? 



Bem, depois de derrota-los eles chegam a Fábrica, e lá enfrentam algumas Armaduras... e armas... e ferramentas.... até chegar ao grande chefão.


Máquina




Antes de tudo,eles precisam derrotar essa Máquina bizarra produtora de criaturas.


Logo depois, eles entram em uma chaminé da Fabrica e ai sim, encontram o grande vilão.

Smithy




O grande vilão real do jogo, é um Ferreiro Rei que produz Armas e quer dominar o mundo do Mario.



Ele quebrou a Estrada da Estrela, ele dominou o Castelo de Bowser, ele causou uma catástrofe no mundo todo, e seu único objetivo sempre foi: Povoar o mundo com Armas. 



O cara apela de todas as formas, ataca com tudo o que tem, mas ainda assim é derrotado, junto com sua caldeira. Mas, depois, ele toma sua forma real, revelando sua verdadeira e metamórfica face.



Sua nova forma, além de feia, pode ser reformulada e transformada, em diferentes "armas", ganhando assim poderes novos, e bem, se tornando assustadora pra caramba.




Cada face, uma habilidade diferente... 



Ainda assim ele é derrotado, e a Estrela em seu peito era a última de que Geno precisava para reconstruir a Estrada das Estrelas.




Com isso, a Estrela deixa o corpo de Geno e volta para a Estrada... 




E todos os sonhos e desejos se tornam realidade.


Mallow encontra sua família, e sua família encontra seu príncipe... e o povo é reinado de forma decente novamente...


Bowser recupera seu Castelo, e o reconstrói... e todos voltam para a Koopa Troopa, ao lado do vilão e amigo Bowser.


Johnny consegue ver o sol se por... (...)



Os Yoshis ficam em paz, e o Crocodilo se torna um deles, além do casal feliz composto por Raz e Rainy, que tentaram ficar bem durante o jogo todo, ficam curtindo suas férias na terra dos Yoshis.


O Sapão vovô adotivo de Mallow fica feliz e entra pro elenco do Compositor de Cogulemos que ainda consegue compor sua melhor orquestra...


Booster consegue se casar com a nova moça que lhe caiu dos céus... e Valentina consegue se casar com alguém rico... e Dodo consegue virar padre!


Mario consegue dar uns pegas na princesa...e a princesa consegue dar uns pegas no Mario... e o Rei consegue ter sua filha de volta... e o reino fica feliz mais uma vez.


E por fim... Luigi consegue finalmente se tornar o centro das atenções, e tão importante quanto seu irmão, Mario (pelo menos na Parada pós jogo...)


E fim!



Curioso não, eu acabei contando a história do jogo enquanto falava dos inimigos... isso facilitou legal. Então, espero que tenha ficado pelo menos claro rs. 

Alias, tem um chefe especial no jogo, chamado Culex

Ele aparece na Terra dos Monstros, e só pode ser enfrentado após algumas quests serem feitas. 


Ele se apresenta como um ser vindo de outra dimensão, para lutar contra um grande Mago Negro... e durante a luta, o cara faz uma bela descrição de si mesmo, falando que é "O começo, e o fim" e muito mais.


Pois bem, ele é fortíssimo, e cada um de seus cristais pode usar magias diversificadas, todos os tipos, enquanto ele de tão forte, consegue derrubar qualquer um sem nem mesmo se mover.

O curioso desse chefão é que ele não é só um chefe extra, ele é uma referência direta ao Final Fantasy, título que salvou a Square. 

Estranho... Culex lembra o logo do FFIV

Tanto que, a música de batalha é uma das usadas em Final Fantasy IV e até a música que toca após a luta é a musiquinha clássica de vitória de Final Fantasy. 

Isso também é uma referência a algo bem comum em Final Fantasy onde, mesmo enfrentando todos os chefes principais do jogo, sempre há algo mais pra se procurar, e chefes extras até mais poderosos que os principais... isso é uma característica dos FFs, e foi apresentado um pouco disso nesse RPG maravilhoso do Super Mario.


Bem, é isso.... ah, eh... há referências de outros jogos em Super Mario RPG, como Zelda, Metroid e Star Fox... mas isso é só um easter egg... eu mesmo só consegui achar o link de A link to the past e as naves miniaturas do Star Fox... mas a Samus do Metroid não consegui porque tinha de andar pelo castelo da princesa no tempo certo e bem... eu esqueci...

E enfim, é isso... espero não ter enrolado de mais e nem ter confundido... eu só quis contar um pouco sobre esse grande jogo que marcou boa parte da minha infância.



Obrigado pela sua leitura e atenção... e até a próxima!


16 comentários:

  1. Sr, Morte devo admitir que mesmo não gostando muito de Mario (Na realidade eu só o aceito como um bom rival do Sonic xD), este game me chamou muito a atenção pelo fato de ser um RPG, e ter elementos mais que necessários em um RPG, boa historia principal, sub historias, personagens envolventes dentre outros. O legal dele é a mistura de algo que nunca pensaríamos em misturar, um game como o Mario e um RPG, mas parece ter dado muito certo, o game parece ser muito divertido de se jogar. E claramente influenciou em um dos melhores jogos de seu grande rival, Sonic, no caso o Sonic Chronicles: The Dark Brotherhood!
    Enfim gostei muito da analise, a ponto de ter a vontade de experimentar esse game!

    Boas novas, creio que uns 25% da Analise do Sonic já foi digitada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimas novas hein... e eu não sabia do Sonic Chronicles... enfim... fico feliz pra caramba pela analise ter tocado seu coração (rs) na real... fico feliz por ela ter sido util pra alguma coisa... tive medo que não dessem a minima por ser um jogo antigo de mais ou algo assim... mas que bom que curtiu rs. Me esforcei pra não deixar meia boca.. .e bem, é isso.

      Sabia que esse jogo fez bastante sucesso, que gerou vários outros RPGs com o Mario, tipo Paper Mario, Mario & Luigi, e por ai foi... mas nenhum superou o RPG. Pena que nunca fizeram uma continuação real para o RPG, uma direta, onde persoangens como Geno e Mallow retornassem... Mas fez.

      Enfim, é isso. Vlw por comentar sr Abyss.

      Excluir
    2. Na realidade, acho que as analises d games antigos são muito boas, principalmente de personagens como o Mario, porque conseguimos descobrir um pouco mais de suas origens e isso é muito legal mesmo!

      Acho que uma continuação seria bem divertida, ainda tem historia para explorar sem danificar a já criada, mas infelizmente nem todas as grandes empresas pensam como nos, fãs :/

      Até breve Sr. Morte! Torcendo para a próxima analise se de SH ou Megaman haha já estou com saudades dessas duas franquias.

      Excluir
    3. Certo Sr Abyss... problema é que to sem tanto tempo pra escrever... e to agilizando uma sobre MM... mas queria escrever logo sobre um SH... enfim...

      Até!

      Excluir
    4. Sem pressão Sr. Morte! Seu ritmo é meu ritmo relaxa haha

      Excluir
    5. Fala isso não sr... to com o intestino preso.... pega esse agouro pra ti não (rs).

      Chato que to com problemas pra zerar o Mega Man Maverick Hunters de Ville... ele é forte mas eu não tenho PS nenhuma com ele.... eu gosto de jogar de X, Zero e Axl.... agora.... Ville usa comando diferentes ao mesmo tempo, é diferente de mais.... e ele é papel... e pra variar eu to jogando no Hard (sempre jogo no Hard... desde o inicio, pra checar as infos ao máximo) e no hard ele cai em 2 tapas.... e eu não sou bom pra achar corações... deus... ta tenso.

      Mas já sei tudo o que vou escrever, só preciso fechar o jogo.

      Excluir
  2. mario RPG da hr !
    joguei mt pouco, não imaginava q tinha tanta coisa nesse jogo, um dia eu jogarei com certeza
    mas aproveitei a leitura

    thank you ms. Morte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. You are welcome Sr Ero!

      Bom saber que o texto ficou proveitoso... tive receio em que não ficasse. Pois bem, espero que os próximos fiquem melhores.

      Excluir
  3. Demais!! Eu na verdade dei uma olhada, por aquele emulador no ps2 há um looongo tempo...
    Umas ressalvas:
    O nome Czar pode ser uma referência a um termo russo, no caso esse nome era usado para os supremos imperadores na época. Lembrei dele...
    Sabia que Mario foi inspirado no "Alice no país das Maravilhas?" pois é, por isso o lance dos cogumelos que crescem e diminuem! Uma sugestão, cê podia fazer uma análise de jogos estilo "Briga de Rua?" eu passei praticamente minha infância toda jogando Final Fight 3 e outros games clássicos so meu eterno SNES! Que aliás, tem um game de terror que me deu muito medo, diferente de SH e Resident Evil!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então sr spoiler, eu reservei certas informações pra análise de Super Mario World.... essa de agora é uma mais focada pro lado RPG do jogo e suas originalidades... mas valeu pelo toque... o esquema da Alice era um trunfo ¬¬...

      Briga de rua... eu joguei alguns mas infelizmente eu nunca consegui zerar um desse estilo... tipo... Capitão Comando.... eu adorava mas nunca zerei... AHHH, tem Power Rangers de Super Nintendo... eu zerei kkk.... tem também... Tartarugas Ninja rs... mas... tirando... eu não me recordo de nenhum que tenha sido marcante na minha vida e eu tenha um conhecimento legal a ponto de fazer uam analise... maaaaaaas.... considerarei seu pedido e verei o que consigo... se parar pra pensar eu poderia fazer uma analise pra cada gênero... rs.... mas veremos.

      Medo no SNES? Metroid kkk??? Eu senti medo pelo suspense dele.... ou então Gasparzinho???? Eta jogo demoníaco... rs... Qual???

      Excluir
    2. Clock Tower! Kkkkk sério???? Desculpe, mas como eu podia saber,rsrsrs é um livro maravilhoso...

      Excluir
    3. Nunca joguei Clock Tower.... bem, fazer o que...

      Excluir
    4. É ótimo! Com uns dez finais diferentes...

      Excluir
    5. Vou jogar.... enquanto escrevo sobre SHHC eu to jogando ele, Bioshock Infinite e Resident Evil, o primeiro, remasterizado (15gigas cara, mas é bonito)... se pa jogo clock tower.

      Excluir
    6. É um jogo curto, com uma hora você zera.

      Excluir
    7. Logo após encerrar SHHC irei jogar ele.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores do Google+