PesquisaMorte:

ArquivoMorte

FeedMorte

CadastroMorte

Cadastre seu e-mail aqui:

Delivered by FeedBurner

domingo, 18 de janeiro de 2015

AnáliseMorte: Mega Man - Maverick Hunter X - Tudo o que eu conseguir falar de MHX!

Depois de encerrar as análises sobre a franquia Mega Man X e Mega Man Zero... surgiram comentários acerca de Mega Man Maverick Hunter X, e o quanto ele contradizia tudo o que mencionei em minhas análises, ou boa parte do que nelas expliquei... pois bem, decidi então falar desse mesmo jogo, e mostrar minhas próprias impressões sobre ele.


Então, espere por uma análise explicativa, mas... complicada. Tentarei ser imparcial... e de certa forma farei algo distinto do que já fiz referente a Mega Man... então se você é fan de Maverick Hunter X, não se preocupe... não criei essa análise com o intuito de esculachar ou desmerecer... e sim explicar, como todas as outras. Então, é isso... 

       WARNING! WARNING! WARNING!       

O TESTO A SEGUIR É COMPOSTO DE... TESTO... TEM ALGO ERRADO NESSA PALAVRA... O QUE É... AH TA... O CERTO É "TEXTO" COM "X"! POR QUE COM X? ALIAS... PORQUÊ SE ESCREVE COMO NESSA SENTENÇA? PORQUÊ? PORQUE? POR QUÊ? OU POR QUE? CARA COMO EU ODEIO ESSA REGRA... MAS ENFIM, ONDE EU ESTAVA MESMO? AH É "X"... MEGA MAN X... VOU FALAR DELE, DEPOIS DE ENCERRAR AS ANÁLISES SOBRE A... ESPERA... EU JÁ FALEI ISSO... DEUS O QUE EU VIM DIZER... AHHH TA... TEM SPOILER! ENTÃO CUIDADO... NOSSA... QUE CONFUSÃO!!!!!


Boa leitura...


Mega Man Maverick Hunter X é um remake, uma releitura de Mega Man X, exclusivo de PSP.


Ele é literalmente isso, pois além de redesenhar completamente o jogo, com traços em 3D, seguindo os moldes de Mega Man X8, também acrescenta e modifica detalhes do original. 


Muita coisa nova é apresentada, muitas novidades e alterações, e apesar de lembrar muito Mega Man X, e se basear nele, não é o mesmo jogo, nem faz parte da franquia, sendo o reinicio da mesma, ou tentativa para tal. 

Mesmo assim, ele é constantemente usado como base interpretativa e explicativa para diferentes eventos e consequências de toda a franquia X... justamente pelo fato dele trazer detalhes muito mais plásticos e palpáveis, e explicar coisas bem claramente, 

O jogo não se resume somente a história original e seu gameplay, ele traz cenas animadas, completamente animadas, com direito a dublagem e tudo mais, além de trazer um OVA maravilhoso que explica os eventos que precedem o que é contado no jogo... isso tudo é magnífico, e tão rico em informações que muitos acabaram considerando esse jogo um verdadeiro almanaque para a franquia X...

E é disso que irei falar... e ao mesmo tempo é disso que não irei falar... Irei explicar o jogo de uma forma desligada da franquia, então por enquanto, esqueça tudo o que conhece sobre Mega Man X, pois irei explicar Maverick Hunter X exatamente como ele é!

Por partes, começarei pelo estilo do jogo:

Mega Man é um jogo estilo Aventura, com elementos de Ação e Plataforma. Basicamente, o personagem anda na horizontal, passando por obstáculos e inimigos, saltando e atirando, dentre outras ações que variam dependendo do personagem e do que ele equipa, onde alguns podem correr, "planar", se defender, e por ai vai. 


Separado por fases, após chegar ao limite de cada fase, um inimigo taxado como "Chefe" surge, tal qual deve ser enfrentado e superado, para que a fase seja completa e assim, o fim do jogo fique mais próximo. 

Cada chefe libera uma (ou várias) habilidade(s) diferente(s), o que ajuda o personagem nas demais fases. Além disso, cada fase superada interfere em outra fase específica, facilitando-a ou dificultando-a. Por exemplo, há uma fase elétrica, que lembra uma fábrica em atividade. Ela é difícil pois tem rajadas elétricas e bolas de eletricidade por toda parte, porém, ao superar a fase do Aeroporto, uma nave cai na fábrica, destruindo os geradores, o que faz com que a eletricidade dela suma, ou fique falha. Isso tira o perigo elétrico, mas gera apagões, ou seja, facilita e dificulta, dependendo da situação.


Aqui, existem dois personagens jogáveis, X e Vile, e ambos são Reploids. 

Reploide é um robô de aparência humanoide (bípede, com cabeça, tronco e braços) que tem a capacidade de agir como humanos, tomar decisões, etc. São máquinas pensantes, que se comportam como humanos mas, normalmente, lutam e tem armas, logo, são sempre voltados pra guerra e batalha. 

X tem várias funções, e sua principal habilidade é de carregar seu canhão de plasma chamado X-Buster, e atirar bolas de energia grandes e bem destrutivas. Além disso, X tem a habilidade de se adaptar e superar outros Reploids, onde ele aprende um ataque especial diferente pra cada chefe derrotado, o que gasta energia, mas causa efeitos devastadores.


Vile tem 3 armas diferentes, seu Braço, um Canhão e sua Perna. Em cada uma delas há diferentes tipos de munições, adquiridas dependendo do Chefe derrotado, e podem ser selecionadas antes de entrar na missão. Cada munição realiza um ataque diferente, e cada ataque gasta energia, gerando um tempo de espera para reuso. 


X é o personagem principal e original, do qual a história do jogo gira em torno. Vile é liberado após finalizar a campanha de X.

Porém, apesar da história mudar um pouco como Vile e ter um final diferente, a mudança é completamente sem nexo com relação a história de X. As duas histórias são paralelas porém, sem ligação, apesar de ocorrerem ao mesmo tempo. Ou seja, são dois jogos diferentes, que se passam em realidades diferentes. 

A campanha de Vile começa de uma forma interessante, desde sua jogabilidade até sua história, mas, as coisas ficam confusas no primeiro momento, onde Vile se encontra com X, pois o encontro ocorre pra X de uma forma totalmente diferente de como ocorre para Vile, e isso causa falhas no que tecnicamente deveria servir para corrigir falhas, e tapar os buracos do que fora originalmente produzido, em Mega Man X.


Como "remake", o objetivo de tal tipo de jogo é refazer a história, tapando buracos deixados pela história original, corrigindo ou dando um rumo para o enredo, muitas vezes modificando tudo ou boa parte do que o original apresentava, ou apenas arrumando mesmo. Em MMHX as coisas começam nesse sentido, mas tudo sai do controle conforme o jogo avança.

No gameplay de X, cada fase tem uma música, que nada mais é que um remix da música original das mesmas fases de Mega Man X, e os chefes ganham uma apresentação com direito a dialogo dublado e troca de informações interessantes, do passado, presente e futuro do jogo. Além disso, os eventos, repetidos de Mega Man X, receberam uma leve pincelada para se ligarem melhor ao OVA que narra o que precede o enredo de Maverick Hunter X.

OVA (Original Video Animation) é um tipo de Anime de curta duração (+/- 25 minutos nesse caso) sem ligação direta a qualquer anime que leve o mesmo título, ou qualquer obra anterior a ele, sendo bem livre para criar e imaginar. São obas originais e consideradas spin-offs, pois nada que apresentam tem qualquer influência significativa nos animes ou histórias originais e oficiais. Também, um OVA não chega a passar na televisão como os Animes em geral, e são disponibilizados diretamente por DVD (ou no caso por Jogo).

Agora, o gameplay de Vile começa com uma música original, numa fase semelhante a primeira fase do gameplay de X, porém com novos obstáculos, mais fortes e posicionados em locais diferentes. Isso passa a impressão de que o jogo de Vile será quase o mesmo de X, mas com alterações e contando os eventos pelos olhos de Vile, e pelo que ele passou até chegar ao seu fim nas mãos de X (afinal, na campanha de X ele é um dos chefes) . Porém depois do encontro diferente de Vile com X, todo o jogo se resume a isso: A mesma música, original de Vile e sua ação, em todas as diferentes fases, com os mesmos chefes, com obstáculos alterados e dificultados, mas com consequências idênticas as da campanha de X.

Ou seja, é uma campanha escrita em cima da campanha de X, mas com uma qualidade inferior.

Isso é triste, pois conforme mostrado no jogo original de Mega Man X, e também na versão de Maverick Hunter X, com X, a parte em que Vile participa fica muito em aberto, e seu significado, junto com todos seus atos e movimentos durante a jornada de X, paralelo a ele, ficaram omissas. 

Exemplo, tem uma parte em que X encontra Zero derrotado por Vile, o que levou eles a lutarem não fica claro, e poderia ser melhor mostrado numa campanha própria pra Zero ou Vile (nesse caso) mas nada disso ocorre. 

Última luta contra Vile pela perspectiva de X.

Resumindo, há muitas ideias boas por trás de Maverick Hunter X, como a ideia de mostrar o outro lado da história, pelos olhos de um dos "vilões"... mas tudo isso fica muito mal executado, e ainda mais falho que no original. Foi um trabalho desnecessário.

Vou explicar melhor tudo isso, ao falar dos personagens, da história, do OVA e das diferenças entre o jogo original e esse... e também um monte de outras coisas que eu lembrar.


Personagens


Há vários personagens, sendo 4 protagonista e 8 antagonistas... curioso não? Tecnicamente, há vários vilões pequenos, robozinhos, robozões... mas há 8 vilões finais no jogo, cada um com uma história própria e um vínculo com o personagem principal real, o X. Além de X e dos 8 vilões, há Vile, que tem espaço de destaque na trama e o vilão maior de todos, Sigma.

Normalmente, eu só falo dos personagens principais, e os demais deixo meio de lado, porque nunca considerei a história deles muito importante, pois no final geral vira poeira mesmo... mas... aqui foi dada uma importância enorme pra eles, então, nada mais justo que fazer o mesmo. Mas primeiro vamos falar dos principais:


X



Ele é um robô azul de olhos verdes, que tem um canhão de plasma no braço direito e consegue superar qualquer inimigo!

Como já mencionei, X consegue carregar seus disparos e também pode superar todo e qualquer reploide. Essa habilidade de resume a copiar algum ataque do inimigo, que se torna próprio de X, e pode ser selecionado para servir de vantagem contra outros inimigos.



X não é só um reploide poderoso, ele é o primeiro reploide com livre arbítrio criado no mundo. Um cientista chamado Dr Thomas Light criou X, o desenvolveu e equipou, fazendo dele um Mega Man. Na época em que X foi criado, já haviam reploides no mundo, mas seu diferencial era justamente sua capacidade de pensar e agir por conta própria, e inclusive, tomar decisões, como um humano, exatamente como um humano.

Mas por ser tão... avançado... X era temido e perigoso aos olhos humanos, fazendo com que Light o mantivesse desativado por anos. X foi despertado muito depois da morte de Light, séculos depois, por um outro cientista/arqueólogo chamado Dr Cain.

Cain não apenas acordou X, como também o estudou e com base nele, criou uma leva inteira de novos reploides, com a mesma capacidade cognitiva de X.



Isso fez com que uma geração de Reploides mais inteligentes e poderosos nascesse, e com isso, um novo tipo de ameaça também surgiu, os chamados Mavericks.


Maverick é um reploide que, por vontade própria, decidiu causar males ao mundo, ferir humanos e outros reploides, ou seja, agir como maluco, louco, insano, um vilão.

Com isso, um grupo de Caçadores de Maverick nasceu, e X se tornou um deles. Esses caçadores eram um grupo enorme, uma verdadeira cooperativa, onde várias exércitos de reploides lutavam contra Mavericks espalhados pelo mundo, incluindo não apenas outros Reploides corrompidos, mas também Mecanicloides.


Mecanicloid é um tipo de robô com uma função pré determinada. Esse tipo de robô pode ter consciência ou não e as vezes podem ser robôs gigantes, outras vezes pequenos, com aparência de animais e afins.

X é um caçador de Mavericks, classificado como "B". Ele é forte, é antigo, é habilidoso, mas sua habilidade de pensar o faz temer algumas decisões, o que o torna fraco em momentos decisivos, onde ele hesita muito em agir, por medo de errar.

Apesar de tudo, ele é considerado a "Esperança da Humanidade" e é por sua causa que tudo de bom e ruim aconteceu, afinal, ele foi o estopim da Revolução reploide, o primeiro e a inspiração para a geração de robôs livres.

Antes de X existir, os reploides podiam fazer coisas dentro de suas programações, e até poderiam excedê-las e fazer coisas por conta própria, desde que isso não contrariasse a programação ou não ferisse as 3 leis da robótica:


1ª Lei: Um robô não pode ferir um ser humano ou, por inação, permitir que um ser humano sofra algum mal.
2ª Lei: Um robô deve obedecer as ordens que lhe sejam dadas por seres humanos exceto nos casos em que tais ordens entrem em conflito com a Primeira Lei.
3ª Lei: Um robô deve proteger sua própria existência desde que tal proteção não entre em conflito com a Primeira ou Segunda Leis.

Mas, depois de X, os replóides se viram livres de tal orientação, podendo agir por conta própria, decidir o que queriam e como deveriam fazer. Tamanha liberdade também colocou tudo em risco, afinal, as leis existem para limitar e salvaguardar o uso dos robôs... sem elas, eles se tornam verdadeiras armas.




Cain não pensou nisso, e após usar X em suas pesquisas e projetos, deu vida a um novo mundo repleto de perigos e problemas. Com isso, a existência da Maverick Hunters se tornou obrigatória.



X é uma chave para tudo isso, pois apesar de ser o inicio de tudo, a base pra tudo, ele também é único. Não só por suas habilidades, mas o fato dele sentir "medo"... e reprimir suas próprias decisões... isso o torna especial.

Durante sua caçada, X encontra algumas cápsulas de Dr Light, com mensagens gravadas para ele. Nessas cápsulas, ele ganha 4 partes de uma armadura, que o fortalece, aumenta sua resistência e velocidade... 



Inclusive uma habilidade muito útil de X, que na franquia principal virou um dos movimentos mais comuns dele, é o "Dash"... que faz com que ele corra e com isso, salte mais longe, e rápido. 



Na história de X, ele está caçando ninguém mais ninguém menos que Sigma, o antigo Capitão da Maverick Hunters, que se converteu em Maverick. Em sua caçada, ele se depara com Vile...


Vile



Vile é um Ex-Caçador de Mavericks, que se converteu justamente no que ele caçava, após várias de suas caçadas.

Ele é forte, e muito habilidoso com armas de fogo, todos os tipos, desde pistolas até lança mísseis e granadas, inclusive ele carrega tudo isso em seu corpo, onde sua mão, dedos e punho formam uma arma, um canhão em seu ombro lança bolas de plasma e seus pés lançam granadas e fogo. Ele é literalmente uma máquina de guerra.

Além disso, Vile também é perito no uso de Mechas (robôs/armaduras gigantes) e consegue fazer de um simples Mecha uma arma aniquiladora, inclusive tem o costume de ativar auto-destruição sempre que encerra o uso de uma de suas máquinas, só pra destruir ainda mais.

Ele era um condenado, preso pela Maverick Hunter, mas foi solto por Sigma, para espalhar o caos, e se unir a ele.



Porém Vile não quis seguir os planos de Sigma, e decidiu seguir seu próprio rumo e objetivo: Destruir X.



Ele tem um enorme ciumes crescente sobre X, pelo fato de todos acharem ele o melhor, e terem fé em seu potencial e capacidade, desde os membros da Maverick Hunters até o próprio Sigma. Vile acredita que um mero Caçador classe B não é nada comparado a ele, e que ele deveria ser o objetivo dos planos dominadores de Sigma, não X.

Por conta de seu ciumes, Vile parte para atrapalhar os planos de Sigma, e destruir X sozinho, mas tudo sai errado, pois X consegue supera-lo.

Há duas histórias para Vile, e dois finais diferentes pra ele, onde ambos tem em comum o fato dele morrer.

Na primeira história, Vile é um obstáculo de X, que no final tem seu Mecha destruído como consequência do sacrifício de Zero, e em seguida, é destruído por X.



Na segunda história, Vile é um maverick rebelde, que luta contra todos os soldados de Sigma, para impedir que ele chegasse até X, e por fim luta contra X e Zero sozinho, vencendo ambos. 


Última luta contra Vile pela perspectiva de Vile.


Porém, após comemorar e fazer de X gato e sapato...




Zero segura Vile e X dispara contra seu peito, fazendo com que ele desligasse pra sempre.



Repare que nos dois finais, não só a história de Vile que muda, mas de todos que o cercam. Principalmente Zero.


Zero



Ele é um Caçador de Mavericks, como X, mas só tem uma única arma, um Blaster, e tem movimentos ágeis, como chutes e afins.

Zero é um grande parceiro de X, e já salvou a vida dele várias vezes, sendo um grande e confiável amigo. Ambos caçam juntos, e lutaram lado a lado quando Sigma se converteu em Maverick, e ambos estão juntos na caçada por ele.

Vile chega a mencionar que não entende por que Zero anda com X, um reploide tão ultrapassado, mas Zero também não é um reploide tão recente.



O passado de Zero é incerto (principalmente nesse remake) mas ele acaba se matando para destruir Vile, e permitir que X avançasse mais até encontrar e derrotar Sigma.

Alias, Zero é famoso na franquia X por carregar um Sabre de Luz, chamado Z-Saber, e também essa arma se torna sua arma principal e diferencial com relação a X, mas em Mega Man X ele ainda não tinha esse sabre.



Pois bem, o Z-Saber era uma arma usada por Sigma (e isso se aplica a série original também) e depois que Sigma foi derrotado, ele perdeu seu sabre (ou deu) para Zero.



Zero morre durante sua luta contra Vile ao lado de X, ele tem seu corpo explodido e só sobra a parte de cima (um pedaço de seu tronco e sua cabeça) mas na franquia original, em Mega Man X 2, Zero é reconstruído por X, com partes resgatadas de Sigma, e quando ele retorna pra lutar, ele carrega a arma de Sigma, o Z-Saber, que a partir de então vira sua arma principal.



O curioso é que Zero tem muita habilidade na manipulação do Z-Saber, enquanto com Blasters ele não era tão forte, ele sempre ficava atrás de X, mas ele era um Reploide mais poderoso, e isso era algo que exalava dele. Assim que Zero começa a usar o Z-Saber, seu poder muda completamente, e ele se torna um espadachim excepcional. Isso é bem curioso, pois talvez o Z-Saber sempre foi de Zero, e Sigma tomou ele para si.

Mas isso são especulações, pois até então, tudo que se sabe é que Sigma carregava um Sabre de energia, e Zero não, mas depois Zero passou a carregar um sabre idêntico, enquanto Sigma foi usando outras armas, corpos e por ai foi.


Em MMHX, Zero tem dois destinos, dependendo do protagonista.

No final de X, Zero explode e vira carcaça para destruir um Mecha de Vile, e assim facilitar a luta para X.




No final de Vile, Zero segura a perna de Vile para que X atirasse, mas Zero e X continuam vivos.



Quem dera isso fosse só uma interpretação, pois era possível incluir o final correto no jogo sem precisar reescreve-lo em uma linha paralela... mas não o fizeram, optaram por criar uma história completamente desconexa da principal, sem motivo, pois repito: havia espaço pra ser criativo, dentro do que era certo.

O problema é que não é possível dizer qual dos dois finais é o certo, se a história seguiu pelo caminho da franquia original ou se a história de Vile foi a correta, afinal não há uma continuação para MMHX, e só é possível definir um destino com base nas continuações.

Mas a ideia do Z-Saber e a transição para as mãos de Zero ficou meio em evidência aqui, e isso é interessante pois, durante o jogo há uma parte em que X e Zero lutam juntos contra Vile, isso durante a campanha de Vile, e apesar de Zero ser muito forte com seus movimentos físicos, e conseguir fazer belíssimos ataques com seu Blaster, em conjunto com X, fica bem claro que ele seria muito mais forte com o Sabre... mas ele só conseguiria esse sabre se Sigma caísse.


Sigma



O vilão principal, o Maverick mais poderoso e maléfico de todos, tal qual era um dos mais influentes e respeitados caçadores e se converteu no mais odiado maverick.

A história de Sigma é contada, e explicada, não apenas durante o jogo, mas durante o OVA.

The Day of Sigma



Essa é uma animação que explica o que ocorreu antes do jogo iniciar, e da aventura de X e Vile começar, explicando as motivações deles e as razões deles.

A história começa com Sigma, Zero e X caçando um Maverick que causava danos na cidade... um enorme mecanicloide maluco. A luta intensa, teve ajuda até de Chill Penguin, que na época era um dos membros da Maverick Hunters, com direito a sua própria tropa e tudo mais.



Mas, a luta não da muito certo, um dos caçadores é capturado pelo maverick e X não consegue atirar sem correr o risco de acertar o reploide, então Sigma corta o braço do reploide ao mesmo tempo em que destrói o núcleo do Maverick.



Com isso X leva bronca de Sigma, uma lição de moral sobre hesitar nos momentos errados e por fim, todos vão pra base...



Onde X e Zero discutem sobre a crescente onda de surtos mavericks na cidade, e até comentam um pouco sobre Vile, o Caçador que se converteu em Maverick.



Então um estranho ataque maverick bem mortal ocorre e X e Zero investigam, e descobrem que um maverick todo poderoso e perito em massacrar surgiu, com isso, eles se preparam pra missão mais tensa que já tiveram.



Enquanto isso, Vile é liberado da prisão pelo mesmo Maverick misterioso, que massacrou todos os reploides guardas da maverick hunter para isso, e em meio a várias invasões de Mavericks, Sigma convoca X e Zero para averiguarem o que ocorreu com Vile, quem o liberou e captura-lo, e desaparece.



Durante a investigação, eles encontram Sigma, que havia desaparecido desde sua última ordem, e o mesmo tenta matar Zero pelas costas... o que não da certo pois Zero esquiva, e diz que já suspeitava de Sigma ser o Maverick Misterioso.



Todos lutam, e Sigma revela sua identidade, atordoa Zero, e o usa como escudo contra X, dizendo que era a chance dele atirar... matando Zero no percurso mas, derrotando-o. 



X hesita, e isso custa a vida de milhares, pois Sigma atira dezenas de Mísseis na cidade, destruindo todos.




Em seguida Sigma fere mortalmente X, 




Que tem um flashback de Dr Light, conversando e explicando seu real potencial. 




Assim, X consegue despertar seu verdadeiro poder e ataca Sigma, mesmo ferido, desligando em seguida.



Sigma percebe o quão poderoso X é, e decide usa-lo em seus planos, deixando ele e Zero vivos e indo embora. Sigma disse em sua luta que vários outros caçadores também se converteram em mavericks, e estavam ao lado dele, e isso serviria de isca para testar X e ver até onde ele chegaria.



Zero acorda, resgata X, e ambos voltam pra base toda destruída, e começam a missão de caçar o recém maverick Sigma e Vile, o fugitivo, acreditando que ambos estavam juntos. E é ai que o jogo começa.



Com essa introdução animada, fica mais fácil entender quem era Sigma e porque dele fazer tudo o que faz. No jogo, Sigma lidera uma tropa de ex-generais da Maverick Hunters, com Chill Penguin e outros, todos traidores que se converteram em Mavericks por causa de Sigma.

Também, como mencionado, ele carrega como arma um Sabre de Luz Jedi, muito semelhante ao Z-Saber, o que provavelmente é realmente o próprio Z-Saber, ou um protótipo dele, ou algo do tipo. A ideia por trás dele nessa nova versão de Mega Man não fica tão clara pois, tudo acabou com a morte de Zero e Vile... e X em sua moto... mas se tudo seguir pelo rumo da franquia principal, o Sabre de Darth Sigma passará para as mãos do novo Sith Zero, até que ele se converta para o lado claro da Força e se alie novamente a X, e a Ordem Jedi.




Bem, Sigma também anda com um Cachorro Mecanicloide irado, de coloração roxa...




O que lembra muito, mas muito o cachorro de Bass na franquia Rock Man (o antigo Mega Man de Nes)... modificado.



Esse cachorro é destruído por X em sua batalha final, e  assim que Sigma é detonado, ele transfere sua consciência para um Mecanicloide de aparência canina enorme, tal qual usa pra sua última luta contra X. 







Essa transferência pode ser uma leve referência a fusão que Bass e seu cachorrinho faziam para formar uma armadura mais poderosa... transformação pela qual Rock (antigo mega man) também fazia com Rush (seu cachorro).


Enfim, os planos de Sigma são simples: Ele quer testar X, ver seu potencial e leva-lo ao extremo, para assim conseguir transforma-lo em Maverick e se tudo funcionar, usa-lo em seus planos de destruição e dominação mundial.

Sigma tem o péssimo habito de pregar a ordem, mas desenvolver desordem... ele diz que o que faz é pelo bem Reploide, mas na realidade ele só causa problemas e destruição... ele é um Maverick completo, e pra piorar ,ele é um vírus que consegue corromper os outros em mavericks como ele. O que ele fez com os Caçadores é um exemplo bem claro disso.


Batalhão de Sigma


Além de Sigma e Vile, há vários chefões, sendo 8 os principais, um de cada fase. Esses chefes são antigos membros da Maverick Hunters, que seguiram Sigma em toda sua loucura. Cada um tem uma história:

Chill Penguin



É um reploide com aparência de pinguim, que era um Maverick Hunter renomado, lider de seu próprio esquadrão polar, mas se converteu em um dos aliados de Sigma como maverick. Ele é enfrentado e derrotado numa base glacial.



Na OVA, Chill Penguin aparece ao lado de X e até questiona o fato dele hesitar em disparar contra um maverick, só pela presença de um reploide. Mas, um dos motivos para Chill Penguin se aliar a Sigma foi justamente seu ciumes sobre o potencial de X (geral enciumado.... deus...).


Storm Eagle



É um reploide com aparência de águia, que era um Maverick Hunter renomado, lider de uma Cavalaria Aérea. O cara tinha todo uma frota aérea ao seu comando, e era famosíssimo e muito respeitado. Ele é enfrentado em uma aeronave, nos céus, depois que X passa por um aeroporto.



Mas, um dia lutou contra Sigma, foi derotado e se converteu em Maverick, aos serviços de Sigma. Antes disso ele e Zero se davam muito bem, e no OVA ele até aparece, conversa com Zero, mas no fim mostra que está do lado de Sigma.


Spark Mandrill



É um reploide com aparência de babuíno, que era um Maverick Hunter seguidor de Sigma, tanto em seu comando como caçador, quanto em sua rebelião como Maverick. Ele é enfrentado em uma fábrica de energia.



Ele não pensou duas vezes antes de se aliar a Sigma e ajuda-lo em seus ataques, e inclusive destruiu uma fábrica de energia para causar problemas à cidade. 


Armored Armadillo



É um reploide com aparência de tatu-bola, que era um líder do Regimento Blindado da Maverick Hunters, leal a Sigma. Ele é enfrentado num tipo de Plataforma de Mineração.




Quando Sigma endoidou, Armored enlouqueceu junto, e o seguiu sem hesitar. 


Launch Octopus



É um reploide com aparência de polvo, que era líder da frota Marítima da Maverick Hunters, também fiel a Sigma. Ele é enfrentado e derrotado numa base sub-aquática.



Como todos os outros, assim que Sigma decidiu ferrar com tudo, Octopus foi junto, e seguiu em toda sua insanidade, usando seus recursos aquáticos para auxiliar Sigma em sua rebelião.


Sting Chameleon



É um reploide com aparência de camaleão, que era líder das Forças Especiais da Maverick Hunters, perito em camuflagem e ataques furtivos. Ele é derrotado numa base escondida numa Floresta.



Ele seguia Sigma antes e depois dele se converter em Maverick, e usou suas habilidades de Ranger para ajudar Sigma a causar e espalhar o caos.


Boomer Kuwanger



É um reploide com aparência de besouro, que era líder dos Soldados de Elite da Maverick Hunters, perito em ataques ágeis, letais e críticos. Ele é enfrentado num tipo de base em forma de torres de comunicação.



Se aliou a Sigma desde o inicio por acreditar que ele era o mais forte, só por isso. Ele não ligava pro que era certo e errado, apenas seguia a lógica de lutar pelo mais forte. 


Flame Mammoth



É um reploide com aparência de elefante, arrogante pra caramba que curte humilhar subordinados, por se achar e considerar superior e mais forte que todos. Ele é enfrentado num tipo de fábrica lotada de lava.



Ele seguiu Sigma por poder, mas foi sozinho, e ninguém de seu batalhão o acompanhou, justamente por sua arrogância e prepotência.

Quando X derrota todos eles, ele ainda é obrigado a enfrentar clones deles... 



Enfrenta Vile, assiste a morte de Zero, destrói Vile...


E com isso, chega até Sigma e seu cachorro.



Depois que Sigma é derrotado, sua base é explodia e afundada, e X sai sozinho, para seguir sua caçada contra os mavericks e reparar todo o mal que Sigma causou. 



O maior trunfo do jogo era o fato dele mostrar não apenas o ponto de vista remodelado de X em sua primeira aventura, mas também o lado dos vilões, e assim, com Vile, mostrar o outro ponto de vista do jogo. Porém, isso foi muito falho, pois acabaram viajando muito nessa segunda perspectiva, e ao invés de detalhar eventos existentes na trama principal, eles criaram uma nova, totalmente independente da principal, como uma segunda história paralela, não apenas como uma segunda perspectiva. Isso foi um erro gravíssimo, pois por causa desse mero detalhe, o brilhantismo do jogo morreu.

O jogo melhorou muito o original, detalhou e alimentou as ideias originais de uma forma mais completa, porém, pelo fato de fragmentar o enredo em dois, deixando duas histórias diferentes e sem ligação alguma unidas, tornou deste um grande spin-off.


Até seria possível desconsiderar a versão do jogo como Vile, e assim tornar deste remake uma parte oficial da franquia, se ele não girasse em torno da OVA, tal qual é diretamente ligada a história de Vile. Logo, se desconsiderar a versão de Vile, somos praticamente obrigados a desconsiderar o que é mostrado no OVA, e se o fizermos, a versão detalhada da história de X também fica em aberto, e voltamos ao que o primeiro jogo oferecia... uma história com um conceito prévio... só.

De toda forma, o OVA não faz parte da franquia, por um simples detalhe:

Cain morre - Ele explode por um dos mísseis que Sigma lançou... porém Dr Cain é um dos personagens importantes de Mega Man X2, e é ele quem reconstrói Zero. Sua morte veio cedo de mais e isso desclassificou o futuro da franquia. Claro, é possível que ele tenha transferido sua mente para um novo corpo, um reploide, e usado este para interagir no futuro, mas... esse tipo de tecnologia e transição é historicamente problemática em megaman... e ainda era cedo de mais pra isso ocorrer...


Enfim... é isso. Não vejo necessidade de contar a história do jogo, afinal já o fiz ao falar dos personagens, mas...

Esse não é um jogo que se encaixa na franquia pois, apesar dele explicar coisas, ele também traz muitos furos, principalmente com o enredo de Vile e Day of Sigma... que são os principais destaques desse remake, logo, não da para considera-lo oficial. Se o fizer, irá enlouquecer e se converter num Maverick... então... cuidado!


Obrigado pela atenção, espero ter feito um bom trabalho e não ter sido nada confuso... tentei falar do jogo de forma simples e objetiva e bem, acabou. 


Até a próxima!!!






30 comentários:

  1. Bem esclarecedor e informativo a análise ficou foda, e eu não tinha reparado nesse detalhe do Z-Saber e.e , e essa fato de bass e o rockman se fundirem com o rush reforça a sua ideia de que zero é a fusão de Protoman + Rush e eu to acreditando nisso cada vez mais .-. . Bem a análise ficou foda e agr vou ficar no aguardo pra Megaman ZX \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vlw sr João... é bom que ela tenha ficado decente.... bem... logo logo posto de ZX.

      Excluir
  2. Muito boa sua analise!!

    2 pontos que preciso comentar só de passagem pra depois que estiver mais de boa em casa eu comentar direitinho:

    - Ótima referencia do Z-saber = star wars!! inclusive a capcom deve ter feito uma referencia tbm em X6 onde o Z-saber do zero "revivido" na hora do combo quadrado+quadrado+quadrado+quadrado o som era exatamente o som classico das light saber do Star Wars e o gráfico de movimento em vez de ser aquelas clássicas laminas deformada em meia lua das Z-saber era um movimento meio "sólido" igual as ligh saber.
    -A Capcom e suas produtoras deve ter algum problema com "vilões jogáveis" pois tanto no DMC e no MHX e outras franquias, quando inventam de colocar um vilão como personagem jogável ou eles fodem com a historia ou fazem algo mal feito demais :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com os dois pontos sr Haito... bela percepção... Há mais referências a star wars, tipo o Caçador de Recompensas / Clones que lembram o Vile (ou vice versa), os blasters que lembram os busters... e por ai vai.

      Sobre a Capcom e sua falha com vilões... evidente que isso é desleixo mesmo, pois a ideia é boa... só precisa ser melhor executada.

      Enfim... é isso rs... que bom que curtiu a análise e bem... me esforcei pra faze-la render rs.... obrigado por ler e comentar sr, e até a próxima!

      Excluir
    2. Voltei Voltei ! Há finalmente um tempo livre pra pensar e escrever (saudades da época que só ia pra escola e ficava jogando o resto do dia :v)

      De fato não tem o que dizer em relação ao gráfico a jogabilidade e tals é o nosso querido X em HD(ou quase né afinal é pra psp) é a mesma sensação dos fans de Kingdon Hearts qnd lançaram o Kingdon Hearts 2 em HD :3

      Mas infelizmente para os fãs que curtem a parte histórica(assim como eu) se dividiram(e muito) para aqueles que batem o pé falando que essa história é a verdadeira pois foram enganados pelo OVA e pessoas como nós que acompanham a historia do Megaman desde o começo e tem perspectivas melhores sobre a Time Line e os links entre os personagens(tipo a ligação entre o protoman + Rush = Zero).

      E como sempre digo é uma pena terem desistido do Megamen(ou Rockman para mim pois no JP todos os títulos são Rockman xD) pois o ZXA ficou sem terminar a historia o X ficou meio vago seu final entre outras coisas :(

      A em relação ao Rockman Ciel eu encontrei o contato do produtor e enviei alguns e-mails para ver se ele ainda esta continuando com o projeto pois depois que li a StoryBoard dos 3 títulos(ele pretende fazer Rockman Ciel do 1 ao 3) fiquei mais empolgado com o jogo mesmo que acabe perdendo seu link com os outros jogo como vc citou na nossa conversa... se isso acontecer vou considerar como mundo paralelo no melhor estilo "X-men" kkkkkk pois a historia em si esta bem legal.

      A só uma obs. off topic:

      OVA no mundo dos animes nem sempre é um Spin Off ou um Filler, ha casos em que o anime não consegue passar toda a historia na ver. TV e acaba passando a continuação, do manga por exemplo, no OVA ou o fim da historia no OVA.
      Não vou lembrar de cabeça agora exemplos de títulos que aconteceram isso mas era só uma obs. para ti não ficar com a informação incompleta sobre os OVAs.

      Vlw jovem e até a proxima

      Excluir
    3. Off topic: Sim sr, e um exemplo disso é o OVA de HunterXHunter, que conta em uma temporada inteira, uma partedo mangá que não foi para as tvs... mas... eu apenas mencionei resumidamente o conceito de um ova entende? Pelo menos originalmente. E eu sei que nem sempre são spin-offs... mas em sua maioria são...

      Sobre RockGirl, eu não to nada empolgado com a ideia, é só mais um bom jogo feito por um fan merecedor de aplausos e respeito, mas... eu raramente me empolgo com isso.

      Enfim meu pc ta quebrado... mas vou dar um jeito de postar minha analise sobre SH...

      Excluir
    4. Divulgante morte do Pc do dono do blog Divulgantemorte T-T triste qnd acontece isso meu pêsames para vc jovem e boa sorte com as analises

      Excluir
    5. Dei um jeito, e estou digitando SH. Está chato... achei que me divertiria mais com um texto sobre Silent Hill, mas o trabalho realmente me esgotou. Estou escrevendo pouco a pouco, até o momento já falei sobre o jogo e alguns personagens, mas ainda faltam muitos... os inimigos, a história... é... bastante coisa. Mas to me virando. Só queria fazer outras coisas além de trabalhar rs.... enfim. Vou la Sr Haito.

      Excluir
  3. Uma ideia tão pouca de colocar a perspectiva do Vile e tão mal executada </3.

    Acho que o ponto forte desse é reviver o Megaman X com gráficos tão bonitos e detalhados, e claro a OVA que revela um pouco mais sobre Sigma. Creio que tirando o "erro" que fizeram com Vile é um excelente jogo, vou aproveitar que meu not novo aguenta jogos mais pesados e baixar um emulador de PSP para aprecia-lo !

    Excelente trabalho Sr. Morte.

    E sobre trabalho... Eu aqui de boas revisando a analise do Sonic e vi que deixei algumas coisas de fora x.x e como estou bem ocupado nesses dias (por isso estive meio ausente) está meio demorada pra terminar, mas já tenho uma data de entrega: Até 10/02/2015 a analise estará em suas mãos ! Espero que goste ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que até la irei ter postado Silent Hill Homecoming... acabei de finalizar a coleta de imagens e dados... to montando o texto rs.

      Sobre a história do Mega Man MHX... eu curti o jogo, mas... fiquei decepcionado com a maior promessa dele.... e confesso que não consegui entender pq usam ele como base pra entender megaman se ele é um remake tão evidente...

      Excluir
    2. Aah saudade de SH haha

      Realmente não faz o menor sentido, mas possivelmente é pelos OVAs contidos nele, porque mesmo que pouco, esses OVAs esclarecem algumas coisas

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Beleza que o comentário duplica mas corta o resto que eu escrevi '-', vou retomar se não o Sr. vai acabar me xingando dizendo que não entendi a historia hahaha

      "Esse OVA's esclarecem um pouco de acordo com o que sigma fez no X4 se não me engano, aquele teatro todo enganando todo mundo!"

      (eu mesmo tinha sido enganado pelo Sigma na época! Creio que isso não aconteceria hoje que tenho um inglês bem melhor do que antes e bom mais QI para queimar haha))

      Pronto agora meu comentário faz sentido haha

      Excluir
    5. Entendo...mais ou menos pelo menos... porque tecnicamente, não é muito correto usar um filler como base pra interpretar uma série. Ovas são sempre fillers.... então... é tenso... mas até que foi bem feito e apesar das falhas realmente conseguiu explicar algumas coisas... mas... não acho que seja o suficiente pra usar em debates.

      Sobre Silent Hill... eu to escrevendo o HC... não faço ideia de quando vo uterminar... mas vou rs.

      Excluir
    6. Sem duvidas não pode ser usado em um debate, tipo foi baseado na mentira do Sigma e bla bla bla sem chances de debater usando esse argumento.

      kkk um dia termina kk

      Excluir
    7. Meu PC quebrou mano, eu to tendo de improvisar pra continuar digitando =/.... mas logo trarei a analise.

      Excluir
    8. Nossa cara, serio mesmo? Mas quebrou de over for ever ou tem como usar a carta Monstro que renasce nele?

      Excluir
    9. Já usei Monstro que Renasce nele, e de quebra varri tudo com uma Buraco Negro... mas saca, eu to com medo da carta virada pra baixo na posição vertical... to com medo que seja rosa saca... Mas vou continuar escrevendo a análise!

      Excluir
    10. Malditas Trap Cards, mal posso ver seus efeitos!

      Brincadeiras a parte, no aguardo da analise hehe

      Excluir
    11. Pc no tecnico.... assim que ele voltar já posto a análise de hc

      Excluir
  4. Comentei há alguns dias atrás aqui e meu comentário não apareceu, achei que estava esperando a aceitação do adm, mas não era isso. Eu tinha digitando muitos questionamentos, mas no momento estou sem saco para digitar todos novamente, então vou deixar aqui o que acho de maior importância. Você diz que Zero foi criado a partir de Proto + Rush e que ele é um tutor para X. Mas e isso aqui? http://www.youtube.com/watch?v=N-byDNFnfak Isso é o encerramento onde mostra claramente que Willy é o verdadeiro criador de Zero, isso é oficial, é o segundo jogo de uma série de jogos de Luta de Megaman, onde o primeiro de fato é Spin Off, mas o segundo já é Canon, faz parte do enredo. Com essa informação, acho que muita coisa das suas teorias devem ser revistas, pois muito do que você fala é meramente especulação e não tem prova que foi mostrado ou dito no jogo. Eu não tenho nada contra teorias, adoro elas, mas você devia saber separar em suas análises, o que é fato, o que é interpretação sua e o que é teoria sua. Gosto do seu trabalho, abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hei Sr(a) Artikuno.... não discordo de ti rs... e pra variar, se considerar os jogos de gêneros diferentes do título, há muitas revelações interessantes sim... coisas a se considerar. Porém, eu sigo a política de jamais dar voz a Spin-Off.... a menos que faça sentido é claro... "Canon"... porém eu também não sou de abraçar essa causa não, pois pra mim, é válido algo que está dentro do mesmo contexto. Se for assim, deve-se considerar outros elementos de Mega Man como suas HQs e Animações, mesmo aquels dentro dos jogos... porém nem tudo faz sentido ou é tão leal a saga em si...

      Bem... não considero a Power Fighter parte da série oficial, então não acho certo considerar elementos deles como parte oficial ou que explique coisas dentro desse universo... principalmente quando discordo das tais revelações. Mas... eu te entendo. E respeitarei sua opinião... vou passar a apresentar mais "teorias" e "fatos" separadamente.

      Seja bem... vindo(a).... é que seu nome lembra aquele passaro de Gelo de Pokemon.... e sua foto parece uma menina.... maseu to sem óculos então não faço ideia rs... então fiquei em dúvida mas... Vlw por comentar.... sentia falta disso rs.

      Excluir
    2. Sim, o nome é referência ao Pokémon sim, que por sinal gosto bastante. A foto é de uma garotinha chamada Hakase. Mas enfim, eu também não dou voz a Spin Off, mas o Power Fighter 2 não é Spin Off, tanto o encerramento do Rock, quanto do Bass são Canon para historia. Minha linha de raciocínio é de que não faz sentido fazer tal revelação "Zero ser criado por Willy" para ser uma informação que não é verdadeira. Eu sei que como a Capcom nunca confirmou muita coisa, então muito dessas coisas devem ser interpretadas por nós jogadores, e cada um tem uma ideia que ache bacana pro contexto da história do jogo. Mas por exemplo, vendo esse final, eu acredito sim que isso seja verdade, porque pra mim faz sentido. No Megaman X4 tem aquela cena clássica do Sigma x Zero, naquele Flash Back do Zero, e claramente aparece o "W" no crystal da cabeça do Zero em momentos da Luta, eu acho que não tem mais nada que esse W possa se referir do que Willy. Na sua análise, você diz que é uma mentira criada por Sigma, pra confundi-lo. Eu já acho que aquilo é real, e Sigma não era perverso, e nessa luta ele contraiu o Vírus Marverick, que assim como Zero, foi criação de Willy. No final do PF 2, ele fala que Zero e "Outra coisa" seriam suas maiores criações apra dominar o mundo, eu acredito que seja o Virus, Enquanto o zero fica com crystal danificado e perde muito da sua memoria, e só vai recuperar e entender o objetivo dele no Megaman x5. Enfim, são coisas que eu discordo de você, mas não que eu rejeite o que você diz, só acho que como fã, eu tendi para essa ideia e você para a sua, eu acho válido discutir pensamentos adversos sobre essa série de jogos, porque é bacana ver mais informações. Se tiver alguma outra forma que eu possa me contatar com você, deixe por favor, facebook, qualquer coisa. Abraço e obrigado

      Excluir
    3. Então Pokémon Fêmea... rs... meu face é a coisa mais simples de achar no mundo, mas eu prefiro contato pelo blog, me sinto melhor respondendo por aqui e talz.... mas... shady.morte@yahoo.com.... ou Fernando Max Wesley Rodrigues da Silva é meu face (busque pelo nome... MaxMorte.... você me acha) ainda prefiro pelo blog.... rs....

      Bem, você conhece minha opinião rs.... sabe da minha visão e claro, eu concordo contigo no sentido de "lógica" e ao mesmo tempo discordo. Eu não engoli a interpretação vaga de Zero ser feito por Willy.... sabia que no inicio a teoria era de que Cain era seu criador? Então, pense.... os caras mudaram a teoria de um jogo pro outro, alias, a informação de um jogo pro outro, sobre a origem de Zero, abrindo espaço pra essa criação de Willy... mas eu prefiro minha própria visão dos eventos, não essas que criaram pra juntar pontas e forçar uma ligação da saga Rock com a X.... acredita, que oficialmente, Rock e X nem são o mesmo? Tem muita informação desencontrada sobre as franquias do Azulão, e por causa disso, optei por buscar minhas próprias respostas dentro do que acho que vale. Tem muito Canon por ai também, na franquia X é o que mais tem.... e boa parte disso beira mero fanmake... fanvision.... sei la que "fan" poem nisso ai.... rs.... mas eu não gosto de pensar que, pra conhecer um jogo, e seus significados, é obrigatório para o fan, ou jogador, enfrentar um jogo de gênero totalmente diferente, com uma temática gráfica totalmente diferente, para poder entender algo oficial. Inclusive, eu só joguei o Collection de PS2 pra liberar todas as portas, e jogar os bônus... quando vi os jogos de luta, sem nexo, lindos... mas sem lógica nem contexto interligado ao da franquia... eu logo imaginei "bobagem... nem perco meu tempo". Ver que tem informações "oficiais" recolhidas desse tipo de jogo eu pensei "Sem chance, podem falar que X é mulher, não é oficial, nada que vem dele pode ser oficial, pois eu jogo adventure, não luta, não mudarei meu gosto e gênero só para ocnehcer mais da história vista por um gênero diferente.". Eu realmente não vejo sentido nisso. Sabe outro caso assim? Tem Final Fantasy Dissydia... que tem esse mesmo esquema.... é um jogo de luta que conta coisas interessante pra franquia.... mas cara.... é luta.... não é RPG.... não é a mesma coisa. Tipo Hyrule Warriors que é um spin off de Zelda, ele é estilo Hack&Slash e é totalmente vinculado a outro jogo, de outra série, não Zelda, mesmo tendo uma penca de referências iradas ao universo Zelda, incluindo revelações. Enfim.... entende que não é correto forçar um jogador a engolir um jogo "diferente" pra obter informações pertinentes ao que ele realmente quer? Se é tão oficial assim, alias, se fosse algo aceito pela franquia, deveria ser mostrado na própria franquia, mas a frnaquia é fragmentada, e tem suas ideias dispersas e muito, muito remexidas... tiveram todos aqueles conflitos de ideias então... no final... o que importa é unica e exclusivamente o jogador e sua interpretação. Nunca espere nem agarre o oficial, pois o oficial não tem autoridade sobre a franquia inteira... a franquia toda é multi-oficializada.... rs...

      Bem.... eu agradeço muito sua preocupação em debater sobre isso, discutir pensamentos... e acho uma ótima isso. Já to começando a enxergar minhas analises de uma forma diferente, até cogitei a ideias de refazê-las... já vi que faltam ideias pra colocar e apresentar.... e em alguns casos eu me expus de forma impulsiva de mais, quase sem medir palavras... mas na real minhas "teorias" são mais de um fan que curte tanto os jogos, que não acha justo o que fizeram com eles.

      Bem.... obrigado.

      Excluir
    4. Mas tipo assim, de fato o Power Fighter 2, olhe que eu dou enfoque ao 2, pois o um eu sei que é totalmente um Spin Off, mas o 2 não, porque por exemplo, eu sei que seu estilo de jogo é diferente, mas nada impede que seu enredo tenha que ser ficticio para a historia original, porque independente de jogar, a historia pode ser contada em ambos dos jogos. Mas não quero te forçar a aceitar isso, é só uma opinião mesmo. Quanto ao Rock e X, eu acredito que eles realmente não sejam o mesmo, eu ainda espero saber o fim da Saga Rock para saber o que houve com os personagens, mas acredito que X é outro ser, no caso o primeiro Reploid, que foi encontrado e a partir dai, Cain começou a criar outro reploids com base em X. Acredito que Sigma seja uma criação de Cain também, que foi corrompido na luta com Zero no Flash Black do X4 e bla bla bla. Isso é coisa minha. O Zelda Hyrule Warriors é totalmente confirmado Spin Off, então não podemos confundir isso, eu gosto de seguir o que a produtora diz, porque ela que cria os jogos. Então se ela fala que isso é Spin Off, seja do mesmo gênero de jogar ou não, eu sei que é Spin, mas se não for, também vou passar a validar os fatos. O que quero dizer no final é que lendo suas análises, eu vejo muitos pontos positivos, você absorve bem os fatos e consegue contar de uma ótima forma para o leitor, ilustrando e tudo mais. Só acho que as vezes você força demais uma opinião propria sua, no caso, algo teorico que você criou com suas ideias e pensamentos e conta como se fosse algo real que foi confirmado nos jogos, ou revistas oficiais e afins. Era só um toque mesmo. Como por exemplo, na saga DMC, você acredita que Dante teve um caso com aquela garota do DmC... Não joguei esse, não sei o nome dela, acho que é Katy, não lembro, e diz que Nero pode ser filho deles dois, da forma que eu li, parecia que você tinha certeza que era isso, mas não é nada confirmado, mas também não deixa de ser uma boa teoria, entre várias que existem e que enriquecem o mundo gamer. Bem, to esperando a análise do ZX :D. Continue seu trabalho, é seu e ninguém pode te impedir disso, mas siga sempre tentando melhorar, um abraço!

      Excluir
    5. Hehe.... vlw.... e reitero dizendo que, é meu maior objetivo no blog, contar para os leitores a minha visão dos jogos. Minhas ideias, visões, teorias e especulações, por mais forçadas que sejam, sempre partem de algum principio, de alguma lógica... e fico feliz por você perceber e respeitar isso. Eu não escrevo textos que contam histórias de jogos e pronto... eu escrevo textos que contam o que eu entendi das histórias e o que eu acho digno de se compartilhar... acho que isso que difere meu trabalho de demais semelhantes pela internet... rs....

      Sobre Hyrule Warriors... foi mal rs... eu só precisava mencionar Zelda mesmo... e sendo Spin-Off, acredita que eu achei, por um tempo, que a ideia de fazer um Zelda como Hack&Slash daria certo? Porque pensa, cada Zelda tem uma puxada inovadora, e o tema assassino de hordas, junto com cenário medieval, poderia funcionar, se não fosse uma releitura de Dinasty Warriors.... rs...

      Sobre X ser Rock, como já mencionei, minha visão e interpretação relaciona ambos diretamente, e dentro do meu raciocínio, eu obtive convencimento rs. Sobre Cain criar X, ele não criou, apenas despertou.... eu confirmei isso oficialmente graças a um comentário de um leitor, que mostrou o "guia do jogo" original, onde isso é explicado. Então, se X foi despertado, a razão por ele estar adormecido se encaixa legal com o que houve com Rock. Lembrando que, até então, minhas teorias existiam antes mesmo de lançarem Mega Man 9 e 10, e com o lançamento de ambos, o destino de Rock se tornou bem mais claro, junto com o de Willy. Mas tipo, eu sou só um fan rs... que menospreza informações oficiais que não convencem.... pelo menos que não ME convencem rs.... eu me contento com pouco mas sou meio seletivo rs.

      Sobre DMC....eu tenho certeza do que disse. Apesar de ser sim mera teoria, pra mim, é uma teoria não apenas completa, mas abraçada pela Ninja Therory e igualmente interpretada. Se os caras sacaram esse potencial, cabe a mim como fan também interpreta-la. As dicas estão nos jogos, sempre.

      O daora de analisar uma franquia é que os jogos são todos feitos por equipes diferentes.... e sempre há incoerências e divergências teóricas, mesmo dentro dos próprios jogos. Por vezes eu já vi timelines e cronologias oficiais reveladas em revistas, sites, e até assinadas pelos criadores, produtores, TimeDream (rs) e ainda assim, continham erros, falhas, estavam incompletos ou com buracos. O mundo dos jogos continua evoluindo, as empresas ganhando grana e os títulos saindo aos montes, com novas histórias, revelações, adaptações e afins....

      Isso, só isso... nos coloca, nós fans, acima de qualquer diretor, produtor, ou informante oficial... pois nós interpretamos o que eles produzem, e apesar de nem sempre serem os mesmos que produzem... sempre somos nós que os interpretamos.... Entende?

      Ai, ZX ta chato de fazer.... odeio aquele esquema dos mapas e missões.... acho que foi a maior bobagem do jogo... deviam ter seguido a risca o que tinha em Zero... mas então, eu vou fazer... um dia.... jogando pelo menos eu já estou.... mas eu perdi meu 3DS recentemente e to meio grilado pra jogar em DS ou em emuladores.... mas vou dar um jeito. Agora... creio que falarei de um Kingdom Hearts ou.... Tomb Raider.

      Até a próxima... Pokémon Fêmea.

      Excluir
    6. Sim, eu entendo seu lado e objetivo com o canal. Quero encerrar esse tópico porque ambos do lados já se entenderam, mas só queria dizer que eu não disse que Cain criou X, e sim que ele após despertar X, usou X como base para criar os outros Reploids, você me interpretou mal, mas acontece. Sobre DMC, eu não consigo concordar com isso, pois esse DMC veio de outra linha de raciocínio e acho que se essa linha de historias do DMC [ Que eu considero como algo baseado no dmc original, mas diferente, outra linha do tempo se preferir ler assim] nem aparecia Nero. E também acho meio tenso ser filho dos irmãos, pois a idade nunca vai bater, Nero tem uns 18 e Dante não passa dos 30 no 4. Eu aceito a teoria de que ele foi um experimento de laboratorio com células de Sparda, Vergil ou qualquer coisa do tipo. Enfim... SE ESFORCE E NÃO DESISTA DO ZX! HAHAHA! E desculpe desapontá-lo, eu sou um pokémon macho !

      Excluir
    7. Não!!!!!!!!!!!!!! Macho Não!!!!!!!!!! Mas ok.... seja bem vindo Sr Artikuno...

      Malz pela interpretação errada, eu tava morrendo de sono entende..... li rapido rs. Sobre DMC.... bem, qualquer coisa comente nas postagens dele e a gente discute rs. Sobre ZX.... um dia.... um dia.

      Excluir
  5. Olá! Gostei muito de toda a série X que vc escreveu,muito criativo e talentoso da sua parte,vc é um gênio da percepção dos games.a quase 20 anos eu tento teorizar sobre megaman X,um dos meus jogos prediletos,vc ganha mais ponto comigo pois faz isso sem necessitar de fontes oficiais do criador o que deixa mais legal tudo.
    Obs:gostaria muito se ouve-se uma série para final fantasy tátics só para ver sua análise super escrita,pois sobre o jogo sei quase tudo mais é muito engraçada sua narrativa do análise do jogo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hei sr Loreon, show que curtiu. Uma das características das quais me orgulho pacas, e que você ressaltou, é o fato de não depender de informações oficiais (em alguns casos eu até menosprezo elas), apesar de ter gente que odeia esse meu lado... eu acredito que a forma correta de se analisar um jogo seja utilizando apenas o jogo... no máximo teorias originais. Textos e artigos secundários que só são credibilizados por conter uma assinatura, pra mim, não tem valor. O que valem são as ideias!

      Final Fantasy Tatics... hm... pensarei no assunto. Agora que saiu Final Fantasy 15 eu to loucão pra jogar FF. To com tantos FF prontinhos pra jogar e to empolgadaço... incluirei os Tatics na lista. Infelizmente, como sou PC Gamer, não tenho um PS4 nem um XOne, e nem pretendo ter... até a Square Enix decidir lançar FF15 pra PC... vou me contentar com os demais títulos.

      Sr, see yah!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores do Google+