PesquisaMorte:

ArquivoMorte

FeedMorte

CadastroMorte

Cadastre seu e-mail aqui:

Delivered by FeedBurner

segunda-feira, 3 de março de 2014

AnáliseMorte: Megaman Zero (2/4)

Bem, eu demorei mas postei... não ficou algo absolutamente incrível nem nada do tipo... é uma análise simples então, não espere muito. Eu só posso garantir que me esforcei muito pra fazer um bom trabalho... então tenha uma boa leitura hehe.

WARNING!!! WARNING!!! WARNING!!!

Se você procura por spoilers, aqui é o lugar certo!!! Então prepare-se para a lambança em um banquete recheado de spoilers e mais spoilers!!!


Ta mesmo afim de ler? Então... Divirta-se!

(Tu pode achar uma boa ler a análise do Zero 1 primeiro)

Episódio 2 - Ilustre Servidão


Este é o segundo jogo da saga Zero, que trouxe várias novidades como algumas mudanças no menu do jogo; também explica melhor alguns elementos apresentados no jogo anterior, e prepara o jogador pro seguinte jogo da franquia.

Enquanto são explicadas as coisas que ficaram em aberto no primeiro jogo, também menciona-se várias coisas que só irão aparecer no terceiro jogo da saga, logo, o jogador é preparado pra isso.

A jogabilidade permanece a mesma, os gráficos também, mas algumas coisas mudaram de forma significativa.

Agora, além dos 3 chips principais, cada um habilitando um elemento, também temos um total de oito habilidades especiais, que podem ser aprendidas ao derrotar um dos chefões estando no ranking A ou S.


Boa razão pra manter um bom Ranking...



Também houve acréscimo de Equipamentos, que mudam a coloração da armadura de Zero e adiciona atributos a mais, como mais velocidade ou defesa, obtidas também conforme o ranking.



Há acréscimo de duas armas "novas" além das armas padrões (Blaster e Z-Sabre): O Escudo e um tipo de Lança/Chicote que substitui os Bastões do primeiro jogo. 


O Escudo pode ser Arremessado além de defender Zero de Tiros pequenos.



A Lança/Chicote permite que Zero puxe objetos na sua direção ou se pendure em tetos e paredes, além de poder ser brandida em altos leveis, causando um golpe giratório. Ah, sobre leveis... conforme você usa uma arma, ela evolui, e quando atinge o level máximo ela fica com uma funcionalidade rápida e bem eficiente.


Tirando essas novidades a mecânica continua a mesma, você passa pelas fases, encontra Cyber Elfos, Cristais (utilizados para alimentar os Cyber Elfos) e Tanques que regeneram o HP.



Também além dos Cyber Elfos que adicionam Sub-Tanques, há alguns Sub-Tanques escondidos que podem ser utilizados sem diminuir a pontuação do ranking e sem a necessidade de sacrificar um Cyber Elfo, algo que facilita, e muito, a jogabilidade.



Personagens



Houve acréscimo de alguns personagens, mas em sua maioria só exploraram ainda mais os personagens já conhecidos, como Harpuia, Ciel, etc.


O antagonista agora é Elpizo, um replóide que no inicio é o novo capitão da Resistência e luta pelos mesmos ideais de Ciel, porém de forma mais agressiva, e conforme o jogo avança, seus reais objetivos são revelados e Zero se prontifica a detê-lo.

Ele não demonstra, mas tem uma enorme inveja de Zero, por conta do poder do mesmo.

De inicio, ele apenas gerencia as atividades em campo da Resistência, mas depois ele participa diretamente da batalha, e é por conta disso que enlouquece. 

Em busca de poder, ele vira um patife perturbado, e arrisca tudo, inclusive a própria vida, pra tentar chegar ao seu maior objetivo:

Massacrar toda a Humanidade.






Ciel agora não participa mais de lutas campais, e se dedicou a suas pesquisas, acreditando que estas sim levarão Neo Arcadia e a Resistência a um tipo de acordo e pacificação.

Ela pretende criar uma forma vitalícia e ilimitada de energia, a partir dos Bebês Cyber Elfos, que são os únicos Cyber Elfos que não morrem ao ceder energia. 

Ela acredita que assim, poderia solucionar o problema de Neo Arcadia e tirar qualquer motivo para eles rejeitarem a existência de Reploides.



Harpuia agora fica meio em cima do muro (e dos servos kkk). Ele não apenas resgata Zero, como também faz corpo mole quando perto dele. Se ele fosse mulher, eu diria que está apaixonado por Zero, mas ele não é, apesar de parecer... Ele ainda serve como General de X, mesmo sem a Cópia de X lhe dando ordens... mas... Harpuia está caminhando rumo a rebelião, e aos poucos demonstra descontentamento em seguir e proteger X, que alias...



X tem duas formas agora. Como você deve saber (espero que tenha lido a analise do Zero 1, ou jogado ele) O X do primeiro jogo era só uma cópia corrompida. O X real aparece aqui, em suas duas formas (no primeiro jogo, ele aparece em uma dessas formas, uma forma elfa. É ele quem entrega o Z-Saber pro Zero la - que alias, foi uma devolução do X5). X em forma Cyber-Elfa aparece com mais frequência e projeta uma forma curiosa... Sempre que ele surge, ele conversa com Zero, de forma vaga, e durante essas conversas, ele projeta um holograma de si mesmo. Mas o X do Holograma tem uma vestimenta diferente, e uma aparência nada semelhante a de seu corpo físico. Alias, seu corpo físico aparece também, o "original", em uma cadeira, no quarto mais alto da torre mais alta da cidade mais alta... rs... O X adormecido é a forma real de X, resultado de sua escolha para deter a Dark Elfa... Falarei dela daqui a pouco.

Os outros dois generais de X também aparecem, a Jovem e Sedutora Leviatã, e o Valente e Poderoso Fenrir. Ambos ficam mais como coadjuvantes, pois o brilho do Rebelde Harpuia ofusca o deles. De toda forma, é preciso salientar que Leviatã parece ter uma queda por Zero, principalmente por ele te-la derrotado tantas vezes (Ela deve ser sado) e Fenrir, continua um valentão que ama lutar contra Zero, que também o derrotou várias vezes.


Esses são os principais personagens dessa vez, e alguns membros da Resistência também reaparecem... como a menininha com o gatinho de pelúcia... ela tem tanta importância no futuro... enfim...


Nesse jogo os Cyber Elfos são melhor explicados e agora da pra dizer o que eles realmente são:



Cyber Elfos



Essas fadinhas brilhantes são puramente Dados, com vida. Pela matéria que os mantém e compõem, os Cyber Elfos são capazes de produzir quantidades enormes de Energia, o que é extremamente requisitado tanto por Reploides quanto por Humanos. Cyber Elfos se diferem pela sua personalidade, e a energia disponibilizadas por eles é a própria energia vital deles, somada a suas informações básicas. Basicamente, eles são como chips que podem ser acoplados em Reploides ou Mecanicloides como um upgrade, ou apenas destruídos e absorvidos para gerar energia. Ciel acredita que é possível decifrar essa energia disponibilizada pelos Cyber Elfos e recria-la, sem que haja a necessidade de sacrificar os Cyber Elfos existentes, logo, ela quer criar uma fonte vitalícia de energia, para assim terminar com a escassez e falta de energia no mundo, fazendo com que os humanos e reploides parem de brigar pela mesma. Existem muitos tipos de Cyber Elfos diferentes:

Cyber Elfos Hackers



A Energia retirada deles é capaz de modificar sistemas e programações, possibilitando atualizações, upgrades e literalmente, hackeamento. Com eles, tudo se torna possível, até mesmo paralisar o tempo.

Cyber Elfos de Suporte



A Energia retirada deles é capaz de reparar qualquer coisa, desde ferimentos até perdas de dados. Eles se sacrificam para que algo seja regenerado, recuperado, revitalizado e até mesmo, ressuscitado. Podem acrescentar energia e aumentar a capacidade máxima de energia, podendo muitas vezes salvar vidas.


Cyber Elfos Animais 



A Energia retirada deles é convertida em seres vivos ou objetos. Esses seres, sendo normalmente a forma mais física possível dos Cyber Elfos, podem causar danos, carregar, levantar e/ou empurrar objetos, e etc.


Cyber Elfos Bebês
(Crea e Prea)


Como o nome indica, eles são Cyber Elfos com aspecto infantil, sem habilidades definidas. Deles, tudo que se sabe é que são detentores de uma enorme quantidade de energia, porém ela não tem um destino e uso conhecido, e é exatamente isso que Ciel tenta decifrar. Pela abundância de energia emanando desses Cyber Elfos, Ciel acredita que pode catalizar essa  energia e torna-la reutilizável, acabando de vez com a escassez da mesma no mundo.

Dark Cyber Elfa


 A "Mãe" de todos os Cyber Elfos. Ela é única, e pode converter qualquer matéria em Cyber Elfo. Ao que parece, ela consegue converter qualquer coisa em dados e em seguida, comprimi-los e formata-los em Cyber Elfos. Essa Cyber Elfo foi a razão do término da Guerra Maverick, e causadora da Guerra Cyber Élfica.

Durante a Guerra Maverick essa Cyber Elfa foi descoberta/criada e usada para resolver os problemas da época (Convertendo mavericks em Cyber Elfos?Seria muito útil, porque não?!). Apesar de útil, ela também era perigosa e vários conflitos se iniciaram, por conta do incrível poder oferecido pela Mãe Elfica e a Guerra Cyber Elfica teve seu começo: Uma guerra em busca do poder dos Cyber-Elfos.

É, foi basicamente isso que ferrou o mundo. 

Ocorreram coisas, e fizeram escolhas que tornaram o mundo praticamente pós-apocalíptico. Eu pretendo falar melhor disso no próximo Mega Man (Zero 3), mas farei um breve resumo do que ocorreu:

Um inimigo mais forte que qualquer outro apareceu e X, que estava "aposentado", tentou por um fim nele. Esse inimigo queria a Mãe-Elfa, mas X conseguiu derrota-lo, com ajuda de um velho amigo. 

Depois disso, X decidiu trancar a Mãe-Elfa, apelidada de Dark Cyber-Elfa (Pelo grande terror que ela causou.) como uma solução para que as disputas por poder cessassem. X agora estava, digamos, mais diplomata, e para prender a Elfa, ele dividiu ela em duas, selando uma das metades em seu próprio corpo. X se sacrificou, para dar origem a "Ordem Mundial" e por um fim na Gerra Cyber Elfa. A outra metade foi escondida e os quatro generais de X ficaram responsáveis por protege-la, além de claro, administrar as coisas depois da partida de X. 

Porém, Ciel construiu uma cópia quase perfeita de X, que acabou corrompendo e tornou Neo Arcadia um paraíso para humanos, e um inferno pra Reploides... Daí pra frente a história você já conhece, pelo menos parte dela...


História



Zero está caminhando depois de outra batalha, meses depois de ter ajudado Ciel e a Resistência. 


Sem tempo pra descanso, um grupo de mavericks e mecanicloides aparecem e o atacam, deixando ele ainda mais exausto.


Zero então não se aguenta e desmaia. 


Até que um dos generais de X aparece, Harpuia...


Enquanto isso, a Nova Resistência se vê preparada pra iniciar uma verdadeira guerra contra Neo Arcadia. 



Ciel agora passou o posto de Capitã para um cara andrógeno chamado Elpizo, e se dedicou ao campo acadêmico, desejando finalizar seus estudos para criar energia eterna, baseada na mesma composição dos Cyber Elfos. 



No meio de uma declaração de Elpizo, a noticia de que Zero foi encontrado se espalha pela base da Resistência... 





E todos os soldados veteranos correm para receber Zero de volta.


Zero, ainda inconsciente, desperta, encontrando Ciel e a Resistência em sua nova base, toda atualizada e bonitinha. 



Ele conhece Elpizo, que se apresenta e pergunta se Zero será um aliado na "guerra" ou um peso morto. 



Zero não fala nada, deixa ele no vácuo e vai conversar com Ciel. (eta)



Ciel explica as intensões de Elpizo, e conta que agora pretende se dedicar a seus estudos, para tentar criar energia ilimitada, baseada no Cyber Elfo Bebê que ela possuía. 



Zero então decide ajudar Elpizo em sua preparação e paralelamente, conseguir informações e materiais para Ciel.



Ele atravessa desertos e mares, luta contra diferentes Mavericks de Neo Arcadia, para finalmente conseguir informações o bastante para Ciel e abrir caminho pro exercito de Elpizo.



Durante sua busca, ele escuta falarem sobre um poder divino de um Elfo lendário, desejado pelos soldados de Neo Arcadia, que lhes daria poder suficiente para superar qualquer inimigo, até mesmo Zero. E ainda obtém um Cyber Elfo Bebê semelhante ao que Ciel estudava.



Depois de atravessar um templo antigo e novamente derrotar um Maverick Neo Arcadiano...



Zero escuta mais uma vez sobre esse Elfo Supremo, e X surge, para lhe explicar o que ele está prestes a enfrentar.



X diz que não pode descansar e precisará de ajuda de Zero por conta do que virá. Diz que os Bebês Elfos farão de tudo pra se reunir a Mãe... só que ele mal encerra a fala e vai embora, deixando Zero no vácuo. (carma é fod4)



Em seguida, Elpizo e seu exercito decide atacar Neo Arcadia, contrariando até mesmo a opinião de Ciel. 




Ciel pede pra Zero seguir Elpizo, pouco tempo depois de Elpizo e seus reploides começarem a ofensiva. 



Após observar todo o exercito massacrado e o fracasso de Elpizo... 



E ver a humilhante cena de Elpízo beijando o chão...



Zero recebe a notícia de que Neo Arcadia começou um ataque de Retalhação. Todo uma frota de Naves Neo Arcadianas se dirige à Base da Resistência e cabe a zero impedir tamanho bombardeio.



Zero não perde tempo e se infiltra na frota, convoca Ciel para hackear o sistema principal, e destrói tudo, impedindo o plano dos Neo Arcadianos.



Zero, ao tentar escapar, acaba forçado a lutar contra um dos mavericks, que diz querer a todo custo se vingar de Zero. Zero matou o irmão dele (Em Zero 1, o Besouro Vermelho).



Mas a luta não dura muito e Zero vence, retornando pra base.


Ao chegar lá, Zero é pego de surpresa outra vez, pois Elpizo sequestrou os bebês elfos e abandonou o posto, enlouquecido, dizendo que iria conseguir poder suficiente para por seus planos em prática.



Ciel então pede para que Zero vigie os passos de Elpizo, descubra seus planos, proteja ele e quem sabe, recupere seus bebês!


Elpizo descobre tudo o que pode, sozinho, sobre o Lendário Cyber Elfo Todo Poderoso chamado Dark Elfo, de que todos tanto falavam.



Consegue, sozinho, descobrir como e onde conseguir acesso ao lendário cyber elfo.


Ele descobre, sozinho, a melhor forma de invadir Neo Arcadia sem problemas.


E pra finalizar, ele invade, sozinho, O Centro de Neo Arcadia, para pegar e liberar o Dark Elfo.



Ah, apesar dele ter feito tudo isso sozinho, toda merd4 que ele deixou ficou pro Zero limpar. Zero teve de enfrentar tudo o que Elpizo despistou, incluindo os 3 Generais de X.



Por fim, durante uma chamada de teleconferência de Elpizo para a Resistência, onde ele se vangloriava por estar pertinho da Dark Elfa, no Centro de Neo Arcadia, X aparece, em sua forma Cyber Elfa, e tenta convencer Elpizo a parar. 



Após falhar com seu apelo, X corre em busca de Zero, e pede sua ajuda.


Zero então fica responsável de invadir Neo Arcadia, de novo, e impedir que Elpizo cometa o grave erro de libertar a Dark Elfa.



Zero, que mais parece um imã pra problemas, é forçado a enfrentar os 3 generais de X de novo, que agora decidem usar suas formas mais poderosas em batalha. 


Fenrir




Leviatã




Exceto Harpuia, que não queria lutar contra Zero, mas sim contra Elpizo... 


Porém Elpizo o derrotou e usou os dois Bebes Cyber Elfos para corromperem e o forçarem a se transformar... 



E enfrentar Zero... 




Além de ter na mesma hora libertado a primeira parte da Dark Elfa.



Zero derrota Harpuia e logo em seguida é forçado a enfrentar todos os Mavericks de antes, incluindo os irmãos Elétricos, seguidores de Harpuia, (o Besouro Vermelho e o Azul, juntos), todos ressuscitados e manipulados por Elpizo.



Depois de limpar toda a bagunça de Elpizo em Neo Arcadia, Zero testemunha a morte de X... 




Que é apunhalado por Elpizo, em sua cadeira de repouso.




 E explode...


Após isso, a Dark Elfa fica 100% restaurada, com as duas metades somadas, e se junta aos seus bebês, que por sua vez são todos absorvidos por Elpizo.



Elpizo fica todo fortinho, e enfrenta Zero.


Depois de ser facilmente derrotado, Elpizo grita e suplica por mais poder a Dark Elfa, que atende seu pedido...



Elpizo grita de dor, e seu corpo é totalmente dilacerado e ele se transforma em uma aberração.



Zero o enfrenta nessa forma medonha, e por incrível que pareça, ele vence.



Após derrotado, Elpizo pede perdão a Zero, assume seu erro e chora... 


A Dark Elfa então, purifica o corpo todo ferrado de Elpizo e o transforma em um Cyber Elfo, lhe dando uma nova chance de viver, em uma nova forma.



Os Bebês Elfos partem, e a Dark Elfa, por um instante, brilha numa cor mais clara e chama por Zero... mas isso não dura muito e ela volta pra sua forma escura, e parte.



X aparece, e explica que a Dark Elfa nem sempre foi chamada assim, e que no passado ela servia para ajudar e não para causar problemas, e só ficou assim por causa de um cara chamado Dr Weil.



Zero sai quase vitorioso, pois apesar de ter impedido Elpizo de "Destruir todos os humanos e criar um mundo só de Reploides" como ele tanto queria, ele não foi capaz de impedir o retorno da Dark Elfa, e perdeu os bebês de Ciel (eu ia fazer uma piada sobre conselho tutelar mas... melhor não).



Zero retorna pra Ciel e todos vivem felizes para sempre... 


Até que Omega é desperto e um novo inimigo chamado Dr Weil se revela.


Mas isso meu amigo, fica pro Zero 3.

Uma curiosidade só pra finalizar:

Um dos chefes do Zero 2, Phoenix, usa um ataque especial em que as imagens de Vile (X1) Agile (X2) Bit (X3) Colonel (X4) (nessa mesma sequência)  aparecem e atacam Zero... 



A única relação entre os 4 é a sequência em que aparecem... mas tirando isso, não há sentido algum... o gênero das armas deles, a história deles, quem os derrotou, nada tem conexão... nem mesmo o elemento que eles manipulam... Então qual o sentido de Phoenix invoca-los? Nenhum. Só é uma referência aos 4 jogos iniciais da Saga X.


Vile (Sem o Mecha)

O aspirante a Lord Sifh que seguiu os passos de seu mestre, Darth Sigma. (Na boa, eu nem lembrava dele)

O Bite&Byte, sem o Byte.

Esse sim seria um bom Sifh... Nem vou zoar, ele não merece isso... o único que não merecia morrer...

É algo bem desnecessário pra mencionar, mas eu mesmo ficava bem curioso quanto as imagens que apareciam... é uma dúvida a menos rs... Só encuquei com o significado delas... se parar pra pensar... será que a Fênix previu o futuro de Zero? Lembre-se: 4 jogos.

Ai Richard... não é exatamente como eu imaginei, mas você me encorajou a postar isso (só espero que o problema com direitos autorais não me persiga...)

Para maiores informações, veja nos comentários. Resumidamente, essa é a musica mais fod4 do Mega Man Zero 2, remixada e cantada na voz do dublador do Zero num tipo de livro por áudio sobre a saga (Brilhantemente recomendada pelo Richard Viana). Achei curioso pois, enquanto escrevia, pensei em por a música da abertura e encerramento como fundo musical, mas fiquei com medinho de pesar muito no blog... daí o grande Richard comentou sobre a música, de forma que Nostradamos aplaudiria! 

Eu queria por só o áudio mas... ainda não to manjando dos paranauê. De toda forma, vale a pena escutar:


Bem, é isso, espero que tenha gostado, se gostou, cara/moça, vlw. Sei que ficou simples, mas to um tanto desanimado... tive de jogar esse Zero 2 tantas vezes que, cansei... mas ai, vlw por me ceder seu tempo e, se curtiu comente. Quem sabe você seja capaz de me encorajar a escrever mais, ou desistir.

24 comentários:

  1. Yo! Boa análise do jogo e, acredite, eu também já quis fazer a piada do conselho tutelar com a Ciel (e uma de aborto, saca, Ciel perdeu os gêmeos...É, muito ruim, eu sei). Mas bem, uma curiosidade musical que acho que agrada. Sabe a música de intro, da primeira fase no deserto (Depearture, acredito que seja o nome)? E sabe a musica de créditos no final do jogo? Bem,ambas forma mixadas e adicionada uma letra musical em uma coletânea de músicas remasterizadas e remixadas (que só saiu lá pelas áreas nipônicas). A música resultante tem o nome de Clover (acho que tem tradução Flor), e é muito boa, tem tudo a ver com o enrredo do jogo (da série na verdade). E o mais interessante ainda: Quem canta é o dublador japonês do Zero (que foi quem fez a voz dele nos audiodramas inspirados nos jogos, que também só sairam pelo japão). Vale conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carai... se leva a sério o quesito "O post continua nos comentários."

      Eu pensei em colocar essa música como opção sonora pra leitura... igual nas creepypastas do minilua manja, que tem aquela barra de áudio que deixam pra você clicar, pra "Melhorar a experiência do leitor"... mas mudei de ideia pois achei que ninguém entenderia Oo (E tipo, não sei por audio dessa forma... sou prematuro na parada.)

      Velho, to com medo de você... Oo... acabei de falar pro meu irmão e ele também se espantou.

      Coincidência ou não... eu to com muito medo de você.

      Fênix... kkk

      Excluir
    2. Medo? Por que? Por causa da música XD?

      Excluir
    3. Não... medo por você ter acertado e falado sobre algo que eu havia pensado...

      Excluir
    4. Ah sim, anyway, vlw pela referência e por ter colocado a música XD

      Excluir
    5. Você não tem que agradecer... foi você que melhorou o post, com seu encorajamento e comentário.

      Velho, vlw pelo apoio. É por causa de pessoas como você que eu fico feliz em escrever.

      Excluir
  2. Confirmando presença aqui! Críticas sempre existirão, aprenda com elas e não fique triste por isso :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né! Gostou do post? Viu, eu falei que faria e fiz! Agora to pensando em quais serão os próximos títulos...

      Excluir
  3. Muito legal adorei o post, marcando presença, li ontem mas estava pelo celular então só consegui postar hoje. Bom dia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom que gostou. Em breve postarei mais coisas... Bom dia heh...

      Excluir
  4. Assim espero, ansioso pela próxima analise. Boa noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só preciso me decidir... sobre o que escreverei... boa noite man

      Excluir
  5. Não sei... eu queria variar um pouco. O blog ta parecendo mais dedicado ao Mega Man que tudo... e eu também to com vontade de jogar outro gênero.

    Variar é bom, mesmo se as coisas tiverem bem como estão, mudar é sempre bom.

    To pensando em escrever uma análise sobre um Zelda. E também, quero muito escrever sobre Silent Hill Shattered Memories. Mas pra isso preciso escrever sobre Silent Hill 4 e Silent Hill Origins antes...

    Também pensei em escrever sobre um dos Mega Man ZX já... e também em restaurar/editar a analise da saga Rock.

    De quebra, também pensei em escrever sobre Devil May Cry 2, iniciar a franquia Prince of Persia, escrever sobre Tomb Raider, sobre Donkey Kong Country 1, No More Heroe... vish... eu tenho muita coisa pra fazer ainda hehe... verei o que farei esse fim de semana....

    ResponderExcluir
  6. Mano ta massa demais ... Quero ver a continuação da saga X e agora to empolgado com essa do Zero tambem.
    Mas uma coisa eu gostei , acho que contar a historia de donkey kong , Zelda e Tomb Raider vale a pena .
    Principalmente Tomb Raider que a historia é meio complexa e confusa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então... Tomb Raider nem é tão complexo assim...

      No caso dessa franquia, ela segue a mesma linha de Prince of Persia. Foi remodelada e possui mais de uma "saga", não pela história mas sim pelos gráficos. O jogo deu saltos tão grandes nos gráficos que os desenvolvedores acharam inteligente recriar a história.

      Daí, quando eu for escrever sobre Tomb Raider, vou considerar apenas a ultima temporada (que são 3 jogos) e o novo jogo, de 2013. Nem é algo tão complexo pois, esses 3 jogos seguidos tem um enredo diretamente ligado, e o quarto jogo conta a origem de Lara Croft como Tomb Raider.

      Donkey Kong também não é complexo... mas velho, é um dos jogos que vale a pena falar. É uma obra de arte, rascunhada nos dois jogos mais recentes (Returns e Frozen) Onde a parte mais legal e chamativa do jogo ficou de lado.

      Complexo mesmo é Zelda. São tantos e tão diferentes, porém iguais, que fica até difícil ditar a cronologia. Questão essa que foi "respondida" pela Nintendo ao criarem uma grade dizendo qual a sequência correta dos jogos na cronologia. O daora, por mais incrível que pareça, é que eles erraram! E eu sei qual foi o erro, que é enorme, daí to querendo citar ele, mas pra fazer isso precisarei falar de todos os jogos, incluindo os "spin off".

      Mas de toda forma, irei fazer o possível pra escrever sobre todos os jogos que eu puder escrever, e quem sabe eu consiga agradar um pouco mais você.

      Valeu ai pela presença man, e até.

      Excluir
    2. Sobre Tomb Raider , pensei que chegaria a pegar la do inicio no Ps1, que foram os que joguei e terminei . Os de Ps2 em diante só vi alguns gameplays e sobre o jogo.

      Realmente eu já vi essa grade que a nintendo coloco e tentei intender a historia por trás .
      Agora você me deixo encucado de onde ta esse erro.

      Faz o Zelda então man que agora to curiroso com este erro. hahaha

      Valeu e parabéns pelo trabalho bem feito.

      Excluir
    3. Caral... é... sem palavrões... mas assim, que puxa! Achei que você nem ligaria pra minha citação, dizendo como muitos outros: "A grade é oficial, não tem o que corrigir, a galera que fez o jogo disse, então é uma verdade absoluta e incontestável!" mas você me deu a chance de provar meu ponto de vista!!!

      Sim, irei fazer a analise de um dos Zeldas... como to zerando o Ocarine of Time, no meu 3ds, pela primeira vez, (no 3ds claro... que alias ta muito bem feito, teve uma bela alteração no gráfico e nenhuma mudança no roteiro... logo, não é bem um remake... é só uma adaptação pro portátil, que repito, ficou legal. No caso da visão 3D... é meio tenso jogar usando ela no começo, porque no portátil tem a função de mover a tela pela sensor de movimento do 3ds, mas pra ficar boa a visão 3d, tem que manter o video game parado... dai as 2 vantagens ficam meio que opostas e incompatíveis... até eu perceber que o sensor de movimento é só pra ajuste na posição da mira, e não como mira mesmo, usando assim fica mais prático mesmo, e não perde a funcionalidade... eta... to falando de mais aqui...) Então, como eu to quase zerando, vou falar sobre ele! Não é o primeiro jogo ( e minha ideia pra facilitar a compreensão da cronologia certa, é sempre melhor falar partindo do primeiro jogo lançado até o último, e numa análise a parte, falar a cronologia exata, após ter falado de todos individualmente.) mas é praticamente o primeiro ("praticamente" pois já perdeu esse posto pra outro[s] Zelda[s]) então acredito que não há tantos problemas assim em começar por ele. Todos começam por ele né? (eu comecei pelo A link to the past... mas de boa)

      Excluir
    4. Resumidamente, o segredo pra cronologia ta na própria Triforce!

      Não sei se você já zerou o ocarine, ou algum outro Zelda inicial, mas se o fez deve ter reparado que a Triforce é citada com muita frequência, mas a própria nunca aparece... pelo menos não diretamente... Eu não vou me estender mas tentarei dar um leve spoiler do que falarei na analise que está por vir: Qual é o poder da Triforce?! Pense nele, pense no que esse "item divino" pode fazer... Pensou? Então... o erro da Nintendo (ou quem quer que tenha feito a grade explicativa da cronologia de Zelda) foi em tentar explicar a cronologia se baseando em elementos de fora do jogo, sem qualquer razão dentro dos jogos para justifica-los. Você deve ter reparado que em um momento da grade, a pessoa (ou equipe, sei la) que a escreveu acaba se enrolando e jogando uma forçada e quase inexplicada ramificação cronológica, onde o jogo se divide em três linhas, que praticamente não tem ligação alguma, entre elas, e até mesmo os jogos citados nas supostas sequências. Enfim, repito, o erro da Nintendo foi permitir que falassem da cronologia do jogo sem se basear somente em elementos dos jogos... eta repetição da pora... kkk... por isso que faço analises, quando vou explicar as coisas eu me enrolo muito... dai as analises me fazem ter mais paciencia e escrever com maior calma... mas de volta ao assunto:

      A Triforce e seu real poder é explicado em alguns Zeldas, incluindo o próprio Ocarine. Pensando nisso, fica facil sacar a exata cronologia. A nintendo deu a dica! 3 linhas históricas paralelas.

      1 - Na primeira, Zelda acaba ganhando maior importância que o normal, chegando a participar diretamente das aventuras de Link;

      2 - Na segunda, nos jogos dela, Link sempre obtém sucesso e conquista a honrada e lendária posição de Herói do Tempo;

      3 - Na terceira, tudo da errado e quem sai triunfante é sempre Ganondorf.

      Sabendo disso, e apagando a listinha mal feita da Nintendo, pense na Triforce.

      Quem jogou sabe que a Triforce foi dividida nas 3 partes e que, Zelda, Link e Ganon ficaram com uma parte da Triforce em sua posse. Na mão, a marca da Sabedoria (Zelda) Coragem (Link) e Força (Ganon) resplandece e fortalece seus receptáculos (naruto de mais, malz ai) logo, é possível dizer que os 3 estão com uma parte da Triforce etc... isso também é explicado melhor em outros jogos, como o Twilight Princess...

      Direto ao ponto, eu sei, eu enrolo muito, viu? Eu preciso escrever as analises se não, minhas ideias não se organizam kkk... Direto ao ponto! A Triforce se dividiu, e seu poder também. Cada um dos 3 que estão em posse da Triforce ganharam uma realidade inteiramente gerada somente pra eles, onde seus maiores Sonhos e Desejos ganham forma e vida. Esse é o poder da Triforce não?! Porém... o fato das 3 realidades existirem é incomum. Apenas 1 realidade pode existir, e a Triforce dividida em 3, gerando mais 3 realidades e 3 linhas históricas independentes é uma Anomalia que não pode continuar por muito tempo. Daí nasce a "maldição da triforce" onde os 3 tatuados vivem se reencontrando conforme o tempo avança, em reencarnações e por ai vai. A Triforce precisa ser restaurada, e conforme o tempo segue, as 3 partes vão se arrastando pra mais perto, umas às outras.

      É possível até prever um "final" pra essa ramificação, onde as três realidades existentes se chocarão e, os três escolhidos da Triforce e suas respectivas partes, os originais, se reencontrariam, forçados pela necessidade da Triforce se restaurar.

      Conseguiu identificar o erro da N?

      Excluir
    5. Sinceramente, eu concordo com parte da lista que eles bolaram, e de inicio até aceitei a ideia que eles deram, claro que, achei chato eles forçarem uma interpretação sendo que... isso deveria partir dos jogadores, que são aqueles que mais conhecem os jogos, pois os jogam com vontade de compreendê-los... dai chegar e dizer que os jogadores devem ver os 14 jogos da seguinte forma, sem qualquer liberdade de interpretação, sendo que é o ponto mais curioso de Zelda, é chato...

      Mas ai, eu reparei na grade e na forçada explicação pros motivos dela, e... achei furos que foram tampados pelos próprios jogos... alterando inclusive algumas das sequências apresentadas na famosa grade cronológica.

      Pra acabar... falarei de tudo isso logo na primeira análise de Zelda, dai com o tempo vou provando o que eu disse, nas analises posteriores... será o inverso do que to fazendo em Mega Man ( Os segredos de Ligth e X ainda não foram todos revelados), Silent Hill (Quando eu explicar o Shattered Memories, será pra uma vez só, sem que ninguem conteste minhas afirmações, pois terei explicado absolutamente tudo sobre Silent Hill e minha perspectiva) e Devil May Cry ( O filho de Dante... kkkk, isso será polêmico!)... Afinal deixarei a parte polêmica já no primeiro post... até la... o jeito é aguardar.

      Ah, to pra postar a analise sobre Donkey Kong Country 1... eu queria jogar ele... e joguei, zerei 101% e to pra escrever já... rs... ai em seguida farei do Zelda - Ocarine of Time 3D... já me decidi kkk

      Excluir
  7. Eae man ... rsrsr ... realmente se respondeu hein!
    Não entrei antes no blog . To entrando hoje e vendo seus comentários e vi aqui que você falou de donkey kong. Vou le-lo agora.

    Eu so meio antigo nos jogos de zelda cara . Só joguei o Ocarine of Time de snes e N64 ( zerei ambos) e o Majora's Mask . Tentei jogar o Twilight Princess mas não consegui emular no meu pc =\ agora que comprei um joystick do ps3 talvez consiga . Vou tentar denovo pra frente.

    Cara eu vo ficar no aguardo de você postar então sobre Zelda . Realmente o que você disse tem fundamento , ainda mais se tratando de controle do tempo e todo esse poder que se tem em Zelda de voltar no tempo,avançar, trocar de dimensões . É tanta coisa que parece que se pode fazer de tudo la . rsrrs

    Fico no aguardo meu amigo ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, eu ganhei um filho. Então meu tempo pro blog sumiu kkk. Ainda assim, vou permanecer postando analises, só demorarei um pouco mais pois farei um pouco por dia.

      Sobre Zelda, você jogou A link to the past de snes, foi meu primeiro Zelda! Ocarine of Time e Majora's Mask são lindos, perfeitos, qual zelda não é né não?!

      Joguei A link to the past (snes) Ocarine of Time (64) Majora's Mask (64) Minish Cap (GBA) Four Swords (GBA) Twilight Princess (Wii) Skyward Sword (Wii) Phanton Hourglass (DS) Spirit Tracks (DS) Oracle of Ages (GBC) Oracle of Season (GBC) e Links Awakening DX (GBC).

      Ficou faltando os 2 primeiros Zeldas (o primeiro quase zerei mas me perdi nos mapas kkk e depois a gravação e o segundo é um saco), Ocarine of Time Master Quest (Tenso ele), Wind Waker (de Game Cube, eu quase comprei o console pra jogar, pois meu pc n suportou emulador, comprei controle pra adaptar meu wii mas n funcionou. Em breve comprarei Wii U pra jogar o Zelda Medieval que ta pra chegar, dai jogo o Wind em HD la.) e Between Two Worlds (novo de 3ds, comprei um 3DS XL só pra jogar ele kkk... mas faltou grana pro cartuxo xD)

      Ainda assim, me atrevo a dizer que o que eu sei sobre Zelda te surpreenderá!

      Até la!

      Excluir
  8. Muito boa a análise, está explicativa e aprofundada, vc conseguiu falar de toda a trama ressaltando os detalhes essenciais da história, deu um bom sentido. Parabéns.
    Augusto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr Augusto, seja bem vindo! Fico feliz por ter agradado.

      Quem sabe eu crie mais análises bem feitas... espero que você continue curtindo.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores do Google+